Sartori tentará reduzir os duodécimos no STF

Depois que perdeu na Assembléia a votação da PEC que reduziria os repasses para os Poderes em caso de frustração de arrecadação, o governo Sartori decidiu que irá ao STF para conseguir o mesmo resultado,

O Piratini inspirou-se na decisão tomada por  unanimidade no STF, em caso semelhante levantado pelo Rio. Os quatro ministros da Segunda Turma presentes à sessão — Dias Toffoli, Teori Zavascki, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello — entenderam que o duodécimo deve ter como base a arrecadação real, e não a expectativa de receita. O resultado foi o corte de 19,6% nas verbas de Tribunal de Justiça (TJ-RJ), Assembleia Legislativa, Ministério Público (MP), Defensoria Pública e Tribunal de Contas (TCE-RJ).

Sartori alegará que o RS passa por situação semelhante.

17 comentários:

Anônimo disse...

Esperando sua manifestação sobre o que diz Rosane de Oliveira hj em ZH...Brasken e Yeda trocando favores. Doação por abatimento de impostos..que beleza..vamos ver o que o viúvo da ex governadora ira falar!

Anônimo disse...


O polenta vai se azarar com esta gente.

Como todo politico sempre tem o rabo preso, logo vai aparecer algo sobre o assunto na mídia, se não for dele será de seus cupinchas e asseclas.

Anônimo disse...

Faz bem. Chega de corporativismo ! Executivo de pires na mão e legislativo e judiciário em palácios de mármore, carros oficiais com motoristas e ascensoristas nos elevadores.Todos são nossos funcionários, todos tem que repartir a escassez !

Anônimo disse...

E no RJ adiantou alguma coisa? O governo segue chorando que não há dinheiro!

Anônimo disse...

Caso o governo seja vitorioso, estaremos diante de uma medida prodigiosa que acabará com os problemas estruturais do Estado para todo o sempre!
Como é que ninguém tinha pensado nisso antes?

Anônimo disse...

Políbio,

Antes tarde do que nunca.

A correção desta distorção baseada em Orçamentos "Inflados e Fictícios" é urgente para reestabelecer a ISONOMIA ENTRE OS PODERES.

JulioK

Anônimo disse...

Está certo o Sartori. Foi eleito para governar. É nojenta a covardia do legislativo, e a chantagem do Judiciário. Ilhas da fantasia.

Anônimo disse...

Assim ficará difícil continuar assaltando os cofres públicos.
Assim como,anulará a falcatrua realizada pelo PT et caterva aliados ao judiciário.

Anônimo disse...


É isso aí. Quebre tudo seu asno governador.

De nada adiantará. O RS continuará quebrado. A violência aumentará, saúde e educação piorará.

Só rindo dessa gauchada politizada....



Anônimo disse...

O que não pode acontecer é depois disso tudo o RS eleger outro petralha, e botar tudo a perder.

Unknown disse...

Dá-lhe Sartori... com esta corja de parasitas só indo prá pua!!!

Anônimo disse...

Gostei de ver: espero que seja vitorioso na ação, pois quem tem a ganhar é a população que vive pagando mordomias, mas não consegue usufruir do que o progresso gera.

Anônimo disse...

Bah e eu q pensei q o editor era fã do MP e do judiciário apos o evento marchezan...Políbio, o poco da contradição quando o assunto é o seu desafeto pois ate aos PetralhS se junta.

Anônimo disse...

Asno é o comunista frustrado com o Trump!

Anônimo disse...

Tem que empalar vivo o comuno-fascista tarso que tu és lacaio e babá ovo.

elias disse...

Se o gringo conseguir essa isonomia - voto até morrer nele ou em quem ele indicar. Até do pt.
Quero ver se os juizes, promotores, presidentes do legislativo sabem administrar a reali8dade, e não a facilidade de achar dinheiro em arvore.

Anônimo disse...

Ao reprovar esta PEC o legislativo devia ter vergonha de aprovar qualquer outro corte, pois negaram o próprio sacrifício. Isto tudo sem produzir 1 prego, não tem como dar certo.