Renan recorre ao STF. Gilmar Mendes diz que Marco Aurélio precisa tomar impeachment.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, já recorreu ao STF contra a decisão liminar de Marco Aurélio Mendes que o cassou da condição de presidente do Congresso.

O ministro Gilmar Mendes avisou que amanhã, no pleno, votará contra Marco Auréli. E foi até mais longe, porque acha que seu colega precisa tomar impeachment, medida que tramitaria no Senado:

Ele disse a Jorge Bastos Moreno, de O Globo, que a decisão do ministro "é um caso de reconhecimento de inimputabilidade ou de impeachment".