terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Reforma da Previdência já está na Câmara. Saiba o que mudará.

Reforma é principal manchete do Correio do Povo.

Conforme o editor antecipou ontem de manhã, o texto da reforma da Previdência foi protocolado na Câmara às 23h58 desta segunda-feira. Funcionários da Casa Civil fizeram um esquema especial de plantão para fazer o envio ainda na segunda-feira, como havia sido determinado pelo presidente Michel Temer. A pincipal mudança é a que estabelece idade igual - 65 anos - para aposentadoria de homens e mulheres. 

As Forças Armadas terão regime próprio, mas não constam da proposta atual. 

Logo depois de protocolar o texto no sistema, dois funcionários da Casa Civil foram pessoalmente à Câmara para a entrega do texto. Temer ainda estava no Planalto, de onde saiu pouco depois da meia-noite.


CLIQUE AQUI para examinar os principais pontos da reforma. A reportagem é do JN de ontem a noite. É o melhor trabalho que o editor examinou na segunda-feira.

12 comentários:

Anônimo disse...

O rombo da previdência não existe. É mais um golpe dos políticos sobre o trabalhador.
Antes de iniciar qualquer reforma se faz necessário uma auditoria desde a criação das contribuições e sobre todas as aposentadorias e pensões pagas no país.

Anônimo disse...

E para o servidor público continua praticamente igual? Vão se aposentar pelo teto do inss como Temer prometeu? Nada. Governo de sem-vergonhas.

Anônimo disse...

65 anos é para TODOS ou só para a ralé da iniciativa privada?

Anônimo disse...

para todos? inclusive políticos e juízes?

Anônimo disse...

O que os militares das forças armadas fazem para merecer tantos privilégios num País que vive tempos de paz, assoviam Bob Marley?

Anônimo disse...

e os militares??? casta de previlegiados esperando uma guerra para mostrar serviços....piada.... FORAAA TEMERRRRRR LACAIO

Anônimo disse...

Reforma na verdade é um brutal arrocho com aumento de carga tributária (mais tempo contribuindo, menos tempo recebendo).
Seria muito mais honesto colocar uma CPMF de 0,4% e fazer uma reforma de verdade e séria, com calma e estudo.
Governo perdido esse, não vai durar muito.

Anônimo disse...

Temer com medo das Forças Armadas não mexerá nas aposentadorias deles.

Anônimo disse...


O governo com medo desses ....
Os militares perderão a moral de fazer qualquer coisa.

O povo trabalha e se estrebucha para levar esse país.

o trabalhados não fica entre muros, jogando sinuca e conversando fiado.

Anônimo disse...

O ROMBO na Previdência aumentou vertiginosamente quando decidiram conceder aposentadoria aos trabalhadores RURAIS, sem que estes tivessem pago por ela. Não que não mereçam, é uma questão de Justiça social, mas foi um presente, não pagaram por ela. Ou seja, aposentaram milhares de trabalhadores rurais , sem receita para fazer frente a essa nova despesa, e o rombo aumentou em Bilhões de Reais. A Previdência sempre foi mal administrada, possui milhares de imóveis , espalhados pelo País, alguns fechados, outros mal locados. A Previdência não pode ser administrada por politicos. Tem de sê-lo por técnicos. Agora , querem fazer uma nova reforma , uma "MEIA-SOLA SALGADA" excluindo classes de trabalhadores . Irão INCLUIR o Judiciário , o Legislativo, os Militares , os Policiais Militares ??? Para ter sucesso, essa reforma tem de ser abrangente, para todas as classes , o que seria mais justo, caso contrário nao terá eficácia, e será uma nova " MEIA-SOLA SALGADA" , com prazo de validade .!!!

Anônimo disse...

O ROMBO na Previdência aumentou vertiginosamente quando decidiram conceder aposentadoria aos trabalhadores RURAIS, sem que estes tivessem pago por ela. Não que não mereçam, é uma questão de Justiça social, mas foi um presente, não pagaram por ela. Ou seja, aposentaram milhares de trabalhadores rurais , por decisão política , sem receita para fazer frente a essa nova despesa, e o rombo aumentou em Bilhões de Reais. A Previdência sempre foi mal administrada, possui milhares de imóveis , espalhados pelo País, alguns fechados, outros mal locados. NÃO pode a PREVIDÊNCIA ser administrada por politicos. Tem de ser administrada por técnicos competentes, especializados. É muito importante, para ser administrada por políticos. Agora , querem fazer uma nova reforma , uma "MEIA-SOLA SALGADA" excluindo classes de trabalhadores . IRÃO INCLUIR o Judiciário , o Legislativo, os Militares , os Policiais Militares ??? Para ter sucesso, essa reforma tem de ser abrangente, para todas as classes , o que seria mais justo, caso contrário não terá eficácia, e será uma nova " MEIA-SOLA SALGADA" , com prazo de validade . E terá que sofrer uma nova reforma, em meia dúzia de anos.!!!

Anônimo disse...

Imaginem só uma situação. Aposentadoria para as FF.AA e PMs. 65 anos para militares. O soldado no exército incorpora com 19 anos. Um 2º ten da academia, sai aspirante a oficial aos 22/23 anos. Chega a capitão com 28 anos, todos garotões. Imaginem sargentos 64 anos, comandando e acompanhando soldados de 19 anos. Será um exército de idosos. O mesmo aconteceria com os PMs, cabos e sargentos com mais de 60 anos correndo atrás de traficante.

- Não podem tratar de forma IGUAL OS DESIGUAIS.

- Uns idiotas aki no blog, dizendo que prá que exército se o Brasil é um país em paz. Pq vcs não perguntam prá que o Uruguai, a Bolívia querem exército...

Tem um ditado paraguaio que diz..."" AMANTE E EXÉRCITO TEM QUEM PODE"".

- Acabem com as FF.AA e de quebra acabem com as PMs, isso é uma sugestão. As FF.AA cubanas daquela ilha miserável, é 2ª(segunda) força militar depois dos EE.UU. Comunista primeira coisa que faz qdo toma o poder é aumentar os gastos militares.

Obs. sou oficial reformado do exército, com dois cursos superiores na UFRGS.