terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Procuradores da Lava Jato levam Prêmio Innovare

A força-tarefa formada por procuradores da Operação Lava Jato, no Paraná, ganhou o Prêmio Innovare na categoria Ministério Público na edição deste ano. A premiação reconhece práticas eficientes que contribuem para a solução de problemas da Justiça no país.

Na categoria Ministério Público, se inscreveram 52 práticas em todo o país. A força-tarefa da Lava Jato chegou à final apontando novas técnicas de investigação, como análise informatizada de grande volume dados, uso da colaboração premiada e cooperação internacional.

Receberam o prêmio os procuradores da República Deltan Dallagnol, Roberson Pozzobon, Orlando Martello Júnior, Paulo Roberto Galvão de Carvalho, Diogo Castor de Mattos, Laura Gonçalvez Tessler, Carlos Fernando dos Santos Lima, Julio Carlos Motta Noronha, Antonio Carlos Welter, Athayde Ribeiro Costa, Januario Paludo, Andrey Borges Mendonça, Isabel Cristina Groba Vieira e Jerusa Burmann Viecili.

Para o procurador Deltan Dallagnol, o prêmio recebido pela força-tarefa é um estímulo para que a Lava Jato continue fazendo as investigações.

Neste ano, o prêmio recebeu 482 práticas de todos os estados do país em seis categorias.

3 comentários:

Anônimo disse...

RENAN CANALHEIROS E OS PETRALHAS ESTAO CHORANDO DE INVEJA HEHEHEHHEH, ESTES DIAS TAMBEM FORAM PREMIADOS NO EXTERIOR- PARABENS A FORÇA TAREFA DA LAVA JATO QUE É RECONHECIDA MUNDIALMETNE PREMIOS AQUI E NO EXTERIOR

Anônimo disse...

Sim, prêmio Inovare concedido pela Fundação Roberto Marinho da Rede Globo, quá, quá, estou morrendo de inveja.

Foram premiados pela relevante contribuição de novos métodos fascistas, quá, quá.

Predem depois procuram as provas, quá, quá, revolucionaram a CF de 88.

Será que leram a CF de 88?

E tem gente que ainda dá valor pra estes prêmios fajutos.

Anônimo disse...

Premiação justa pelo grandioso trabalho que a equipe do MPF de Curitiba está realizando pelo nosso Brasil.
Que venham outros! Eles merecem!
Profª Sonia