sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Moro manda soltar o petista gaúcho Paulo Ferreira

O juiz Sérgio Moro acaba de mandar soltar o ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira. O petista gaúcho é marido da ex-ministra de Dilma, Tereza Campello.

Paulinho falou muita coisa para o MPF e para Moro.

21 comentários:

Anônimo disse...


O covarde do Ministro da Defesa disse que os militares devem ficar fora da reforma da previdência porque as forças armadas são uma profissão de risco.

Risco corre a população desarmada. Risco correm os policiais, agentes penitenciários, risco correm as professoras de escolas em áreas conflagradas, etc e etc....

Anônimo disse...

Passarinho cantou, merece ir pra liberdade.

Anônimo disse...

A Receita Federal vai investigar de onde saiu o MILHÃO da fiança.

Anônimo disse...

POR ENQUANTO ELE FOI SOLTO PORQUE COLABOROU ABRIU O BICO -DAQUI UNS DIAS VOLTA EM DEFINITIVO, HEHHEH, JA O DIRCEU CABEÇA DO 9 DEDOS NAO QUIS ABRIR O BICO NEM O OUTRO CABEÇA DO 9 DEDOS O TAL DE PALOCCI- ESTAO MUDOS PROTEGENDO O CHEFAO DA ORCRIM O 9 DEDOS

Anônimo disse...

O que o novo Ibope significa para Temer. Por Paulo Nogueira
Email

inShare



Postado em 16 Dec 2016por : Paulo Nogueira
Frito
Frito
Sabe aquele lutador que está nas cordas, sob um bombardeio infernal de golpes do adversário?

Ele está à mercê no ringue, prestes a cair.

É quando soa o gongo. Intervalo. Ele foi salvo pelo gongo naquele assalto.

O drama é que logo vem o assalto seguinte, e então haverá fatalmente a queda definitiva.

Temer está na situação do pugilista em profunda encrenca.

E o gongo momentaneamente salvador é o final do ano. Graças a dezembro, ele sobrevive a 2016, mas em situação tão precária que no início de 2017 já estará na lona, como o boxeador que abre este texto.

O último Ibope, divulgado nesta sexta, é mais uma pancada para Temer.

Como era previsto, sua impopularidade desceu a níveis recordes. Metade dos ouvidos classifica seu governo como ruim ou péssimo. Apenas 13% o aprovam.

A maior parte dos ouvidos acha que a situação piorou depois da saída de Dilma. É uma façanha extraordinária dados os resultados de Dilma, oriundos do massacre da mídia.

Desta espetacular vaia virtual das ruas Temer não
tem como escapar. Se não bastasse, a pesquisa foi feita antes do caso Odebrecht, no qual Temer de cara colecionou mais de 40 citações vinculadas ao dinheiro sujo da corrupção.

Temer acabou. Chegou àquela situação em que nem um milagre seria capaz de conduzi-lo até o final do mandato ilegítimo que o golpe lhe deu.

Não é que ele vai para a lata de lixo. Ele já está na lata de lixo.

Não existe mais dúvida quanto a seu destino no ano que entra. Mas há uma enorme, uma formidável interrogação quanto a quem o substituirá — e como.

Diretas ou indiretas?

Teoricamente, segundo a Constituição, se Temer cair em 2017 será convocada uma eleição indireta.

Nela, os eleitores serão os eminentes deputados e deputadas federais. Sim, aqueles mesmos do pavoroso espetáculo comandado por Eduardo Cunha para sacramentar o golpe.

É este mesmo Congresso que está aí, com dezenas de integrantes prestes a saltar das páginas políticas para as policiais.

Também eles, para voltar à imagem inicial, estão nas cordas.

É aí que entram as diretas. Mas para isso as ruas têm que se mexer muito mais do que o que vem ocorrendo.

A mesma intensidade que se observa nas redes sociais deve se reproduzir nas manifestações de carne e osso.

O gongo soou. Estamos no intervalo. Sabemos que Temer não resiste a um novo assalto. Mas se seu sucessor virá por diretas ou indiretas é uma enorme incógnita.

Para conhecermos a resposta, vamos ter que esperar soar o gongo soar de novo para anunciar 2017.

Anônimo disse...

STJ AUTORIZA LAVA JATO A INVESTIGAR GOVERNADOR DE SC:

Alan Marques
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou nesta sexta-feira (16) abertura de inquérito para apurar o envolvimento do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), com fatos vinculados à Operação Lava Jato. A suspeita é de crime de corrupção passiva; a investigação, que tramita em segredo de Justiça, foi aberta a pedido da Procuradoria Geral da República, que quer apurar menção ao governador em planilhas apreendidas durante uma das fases da Lava Jato e que apontam repasses da construtora Odebrecht a políticos.

16 DE DEZEMBRO DE 2016

247 - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou nesta sexta-feira (16) abertura de inquérito para apurar o envolvimento do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), com fatos vinculados à Operação Lava Jato. A suspeita é de crime de corrupção passiva.

A investigação, que tramita em segredo de Justiça, foi aberta a pedido da Procuradoria Geral da República, que quer apurar menção ao governador em planilhas apreendidas durante uma das fases da Lava Jato e que apontam repasses da construtora Odebrecht a políticos.

Os documentos foram remetidos ao STJ pelo juiz Sérgio Moro, do Paraná, responsável pela Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, em razão do foro privilegiado dos governadores.(...)

Anônimo disse...

Para o Safado Tribunal de Justiça - STJ não existe mais crime de desacato.

Será que alguém vai acatar essa decisão desse TRIBUNAL EXPÚRIO???

Anônimo disse...

ODEBRECHT USOU ITAIPAVA PARA ESCONDER DOAÇÕES A POLÍTICOS:

A Odebrecht abordou em seu acordo de colaboração com a Justiça detalhes de sua relação com a família Faria, proprietária do Grupo Petrópolis; a Lava Jato já havia identificado que executivos ligados à Odebrecht e o grupo eram sócios no banco Meinl Bank Antígua, utilizado pela empreiteira para operar as contas do departamento da propina no exterior; na delação, executivos da Odebrecht vão contar como utilizaram empresas dos donos da cervejaria Itaipava para distribuir dinheiro a políticos por meio de doações eleitorais e entregas de dinheiro vivo; entre os políticos que receberam as doações da empresa, por conta e ordem da Odebrecht, estão repasses em 2010 a Aécio Neves (PSDB-MG), no valor total de R$ 120 mil, Ciro Nogueira (PP) com R$ 200 mil, o tucano Arthur Virgílio (R$ 100 mil), Heráclito Fortes do PSB-PI (R$ 100 mil), o tucano Jutahy Magalhães (30 mil).

16 DE DEZEMBRO DE 2016

247 - A Odebrecht abordou em seu acordo de colaboração com a Justiça detalhes de sua relação com a família Faria, proprietária do Grupo Petrópolis. A Lava Jato já havia identificado que executivos ligados à Odebrecht e o grupo eram sócios no banco Meinl Bank Antígua, utilizado pela empreiteira para operar as contas do departamento da propina no exterior. Na delação, executivos da Odebrecht vão contar como utilizaram empresas dos donos da cervejaria Itaipava para distribuir dinheiro a políticos por meio de doações eleitorais e entregas de dinheiro vivo.

Durante as negociações, Luiz Eduardo Soares, o Luizinho, funcionário do Setor de Operações Estruturadas, o departamento da propina, prometeu contar como a Odebrecht injetou cerca de R$ 100 milhões em uma conta operada pelo contador do Grupo Petrópolis no Antígua Overseas Bank (AOB) e construiu fábricas em troca de dinheiro no Brasil disponível para campanhas eleitorais e pagamento de propina para agentes públicos.

No caso das doações, depois de compensada com pagamentos no exterior, em especial na conta Legacy no AOB, o Grupo Petrópolis utilizava algumas de suas empresas para efetuar os repasses para campanha de políticos por ordem da Odebrecht. Ao menos duas empresas, segundo Luizinho, a Praiamar e Leyros Caxias, teriam sido utilizadas para escoar o dinheiro do departamento de propina para campanhas nas eleições de 2010 e 2012.

Entre os políticos que receberam as doações da empresa, segundo o delator, por conta e ordem da Odebrecht, estão alguns que já apareceram nas delações da Odebrecht. Como os repasses em 2010 a Aécio Neves (PSDB-MG), no valor total de R$ 120 mil, Ciro Nogueira (PP) com R$ 200 mil, o tucano Arthur Virgílio (R$ 100 mil), Heráclito Fortes do PSB-PI (R$ 100 mil), o tucano Jutahy Magalhães (30 mil).

ESSE aécio está em todas. Mas investigação da PF e do MPF, só se for contra lula, dilma e petistas.

Anônimo disse...

Aqui é área de comentarios somente, vc acha q alguem lê essas "cartas" q publica? Deixa de ser idiota.

Anônimo disse...

MALAFAIA: R$ 100 MIL NA CONTA FORAM OFERTA POR ORAÇÃO:

Após uma hora e meia de depoimento, o pastor Silas Malafaia, deixou, nesta sexta (16) à Polícia Federal, em São Paulo; ele foi levado coercitivamente para depor, durante a Operação Timóteo, deflagrada pela PF, que investiga irregularidades em cobranças de royalties da exploração mineral; o pastor confirmou ter recebido um cheque no valor de R$ 100 mil em sua conta pessoal, mas informou que esse cheque foi recebido por meio de uma oferta pessoal por ter orado para um empresário e que, só agora, soube que o doador está envolvido em irregularidades e é investigado na operação; Silas Malafaia era um dos maiores entusiastas dos protestos contra o PT; em vídeo, ele falava em "botar essa raça na cadeia"; o pastor também concordou com a condução coercitiva de Lula; nesta sexta, ele gravou um novo vídeo se defendendo das acusações da PF.

16 DE DEZEMBRO DE 2016

247 com Agência Brasil - Durou pouco mais de uma hora e meia o depoimento do pastor Silas Malafaia, da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, hoje (16) à Polícia Federal, em São Paulo. Malafaia foi levado coercitivamente para depor, durante a Operação Timóteo, deflagrada pela Polícia Federal, que investiga irregularidades em cobranças de royalties da exploração mineral. (...)

Ao deixar a superintendência, ele disse ter esclarecido ao delegado da Polícia Federal que não praticou irregularidades. O pastor confirmou ter recebido um cheque no valor de R$ 100 mil em sua conta pessoal. Mas informou que esse cheque foi recebido por meio de uma oferta pessoal por ter orado para um empresário e que, só agora, soube que o doador está envolvido em irregularidades e é investigado na operação. Malafaia disse que conheceu o empresário por meio de seu amigo e também pastor Michael Abud. (...)

Indagado por jornalistas se não seria, então, o caso de devolver o dinheiro, de fonte ilegal, que foi depositado em sua conta, Malafaia respondeu: “Se, de fato, é um dinheiro ilícito, é claro que eu devolveria. Não preciso de roubo”. No entanto, ele acrescentou que não teria como devolver um dinheiro, fruto de doação, se ele não sabe a origem do dinheiro. “Vou devolver o que, se recebi uma oferta? Ninguém devolve oferta. Você recebe as ofertas e não sabe quem é o cara que dá. Se a Justiça mandar eu devolver um valor, eu vou devolver”, disse. (...)

Anônimo disse...

INCOERÊNCIA DO ESTADÃO SOBRE VAZAMENTO DE DELAÇÕES BOMBA NAS REDES:

Duas notas do jornalão paulistano tratando de vazamentos de delações, uma sobre Dilma, de abril deste ano, e outra sobre Temer, da última quarta-feira, viram piada na internet; no primeiro caso, o jornal condenou a crítica da ex-presidente ao vazamento das delações; no caso do atual presidente, o jornal diz que Temer "tem razão" ao criticar o vazamento.

16 DE DEZEMBRO DE 2016

Revista Fórum - Duas notas, sobre dois assuntos absolutamente iguais, ganharam visões antagônicas no Estadão e estão bombando nas redes. A primeira, de abril deste ano, faz crítica contundente à então presidente Dilma Rousseff, que teria reclamado do vazamento ilegal de conteúdo da delação de Danielle Fontele.

Outra nota, publicada na última quarta-feira (14), diz que o presidente Temer tem toda a razão quando reage ao vazamento de delações premiadas nos quais seu próprio nome é mencionado.

São dois pesos e as mesmas medidas de sempre do jornalão paulistano.

A IMPRENSA MARROM GLACE é um "lixo", que alimenta os coxinhas/bundinhas.

Anônimo disse...

TEMER, AO CONTRÁRIO DE DILMA, NÃO CONSEGUE TIRAR SORRISOS DE CRIANÇAS:

A tentativa do Planalto ao doar presentes para crianças de uma escola pública no Distrito Federal, em um evento com direito a fotos do presidente e da primeira-dama com o Papai Noel, foi sair na mídia ao menos com uma notícia boa neste final de ano, em meio a tantas denúncias de corrupção com a delação da Odebrecht e a índices econômicos negativos; mas o que viralizou na internet foi a reação das crianças: tristonhas; pior: num evento com Dilma Rousseff, as crianças foram muito mais felizes.

16 DE DEZEMBRO DE 2016

247 – Em meio à delação da Odebrecht e a tantas notícias econômicas negativas, o governo Temer foi tentar produzir algo positivo na imprensa nesta sexta-feira 16, ao realizar um evento em que foram doados presentes para crianças de uma escola pública do Distrito Federal.

Normalmente o evento acontece sem a presença do presidente da República, mas com Temer tão em maus lençóis – ainda mais no dia da divulgação da pesquisa Ibope em que 72% demonstraram não ter confiança no peemedebista – ele não só participou, como tirou fotos sorridente, ao lado do Papai Noel e das criancinhas.

O efeito na internet, porém, foi outro. O que viralizou foi a reação das crianças – nada felizes. Memes começam a surgir e alguém se lembra que, num evento com Dilma Rousseff, crianças demonstraram estar muito mais felizes. Algo parecido aconteceu recentemente, quando Temer foi homenagear os medalhistas brasileiros na Olimpíada (relembre aqui).

A MIDIA MARRON GLACE e o traira acham que estão agradando. ops....os coxinhas/bundinhas estão achando uma maravilha levar ferro....

Anônimo disse...

MALAFAIA COMPROVA: PIMENTA NO DOS OUTROS É REFRESCO:

"Só para lembrar: o juiz Sérgio Moro não cometeu nenhuma ilegalidade ao convocar, coercitivamente, Lula para depor. Só falácia de petistas", tuitou o pastor Silas Malafaia no dia 4 de março desse ano; nesta sexta-feira 16, quando ele próprio foi alvo do mandado de condução coercitiva no âmbito da Operação Timóteo, ele declarou aos internautas: "É a tentativa para me desmoralizar na opinião pública. Não poderia ter sido convidado para depor? Vergonhoso"; "Silas Malafaia" e "condução coercitiva" viraram assuntos mais comentados no Twitter hoje.

16 DE DEZEMBRO DE 2016

247 - A mudança de opinião do pastor Silas Malafaia em relação ao mandado de condução coercitiva tem enlouquecido a internet na manhã desta sexta-feira 16. Os termos "Silas Malafaia" e "condução coercitiva" já viraram assuntos mais comentados no Twitter hoje.

Alvo da Operação Timóteo, que investiga fraudes em royalties de mineração, e tem o líder evangélico como suspeito de ter "emprestado" contas da igreja para receber dinheiro do esquema, Malafaia foi levado forçadamente para depor e soltou o verbo em sua conta no Twitter.

"É a tentativa para me desmoralizar na opinião pública. Não poderia ter sido convidado para depor? Vergonhoso", criticou. Em março desse ano, essa foi sua crítica à condução coercitiva cumprida contra o ex-presidente Lula: "Só para lembrar: o juiz Sérgio Moro não cometeu nenhuma ilegalidade ao convocar, coercitivamente, Lula para depor. Só falácia de petistas".

"Na visão do pastor Malafaia quem é levado pela PF para depor é automaticamente bandido. Hoje foi a vez dele de prestar esclarecimentos", comentou o jornalista George Marques....

Anônimo disse...

Foto com Aécio, premiações, eventos com tucanos: as violações de Moro ao Código de Ética:

16/12/2016

Jornal GGN - Numa representação encaminhada ao Conselho Nacional de Justiça, no último dia 9, a defesa do ex-presidente Lula listou uma série de artigos do Código de Ética da Magistratura que foram violados pelo juiz federal Sergio Moro em sua busca por "autopromoção".

Ao CNJ, os advogados Roberto Teixeira e Cristiano Zanin enviaram fotos de Moro em eventos organizados por filiados do PSDB, partido que rivaliza com o PT de Lula, incluindo um patrocinado pelo grupo LIDE, do empresário e prefeito eleito de São Paulo João Dória Junior.

A foto em que Moro aparece demonstrando afinidade com o senador e ex-presidenciável Aécio Neves também foi anexada ao pedido para que o juiz sofra sanções por ter agido sem observar o estatuto de sua categoria, que determina imparcialidade e decoro.

No mesmo dia em que tirou a foto com Aécio num evento organizado pela revista IstoÉ - quando também foi agraciado com o prêmio de Homem do Ano - Moro também participou de um evento do governado de Mato Grosso, capitaneado por Pedro Taques (PSDB).

O magistrado também recebeu outras premiações e eventos organizados por veículos da grande imprensa, como O Globo.

Para a defesa de Lula, Moro violou ao menos cinco artigos do Código de Ética da Magistratura. São eles:

Art. 4: "Exige-se do magistrado que seja eticamente independente e que não interfira, de qualquer modo, na atuação jurisdicional de outro colega, exceto em respeito às normas legais.”

Art. 8: "O magistrado imparcial é aquele que evita todo o tipo de comportamento que possa refletir favoritismo, predisposição ou preconceito.”

Art. 13: "O magistrado deve evitar comportamentos que impliquem a busca injustificada e desmesurada por reconhecimento social, mormente a autopromoção em publicação de qualquer natureza."

Art. 15: "A integridade de conduta do magistrado fora do âmbito estrito da atividade jurisdicional contribui para uma fundada confiança dos cidadãos na judicatura."

Art. 16: "O magistrado deve comportar-se na vida privada de modo a dignificar a função, cônscio de que o exercício da atividade jurisdicional impõe restrições e exigências pessoais distintas das acometidas aos cidadãos em geral."

Teixeira e Zanin também apontaram que houve violação ao artigo 36, inciso III, da Lei Orgânica da Magistratura, que assim dispõe: "manifestar, por qualquer meio de comunicação, opinião sobre processo pendente de julgamento, seu ou de outrem, ou juízo depreciativo sobre despachos, votos ou sentenças, de órgãos judiciais, ressalvada a crítica nos autos e em obras técnicas ou no exercício do magistério."

Anônimo disse...

Ganha quem grita mais!

A esculhambação é generalizada!

16/12/2016 - Conversa Afiada

A propósito da sugestiva sugestão dos juízes - "juízes querem que Gilmar (PSDB-MT) vá para a Globo News ao lado do Ataulpho Merval e da Fo-Frete" - o Professor, cada vez mais inspirado enviou também sugestiva observação:

E aproveita para processar a associação de juízes, essa e todas as demais, por falastrice semelhante à do Gilmar (PSDB-MT, diria você) quando se trata da Esquerda.

Vide mensalão, indicação de Lula para ministério e o impedimento de Dilma.

Como eles falaram! E, ao falar, se calavam!

Condenavam e se omitiam!

Sujavam as mãos na cumplicidade!

Nenhuma instituição desse tipo (ou do Executivo ou do Legislativo) tem moral para dar lição de moral em nada.

A esculhambação está generalizada e ganha quem grita mais.

​Em tempo: por falar em gritar mais: veja como o Moro berrou quando o corajoso advogado do Lula o chamou às falas e como o ministro Fux conciliou, quando Gilmar, o justiceiro perdedor ​o destratou, quer dizer, berrou. É professor, e quando o amigo começar a gritar? No paredón: "não, meu filho, é de frente pra mim! Não adianta ficar de costas! "... PHA

Anônimo disse...

Na bíblia fascista de Malafaia e seus sócios, condução coercitiva só vale para “esquerdopatas”.

16 Dec 2016/Kiko Nogueira - DCM

O lúcido Eugênio Aragão, ex-ministro da Justiça, condenou a condução coercitiva de Malafaia.

Para quem defende o estado democrático de direito, diz Aragão, “não pode haver dois pesos e duas medidas: um abuso contra Silas Malafaia vale tanto quanto um abuso contra Lula”.

“Ambos, independentemente de suas orientações políticas, têm o mesmo direito à dignidade, de não serem expostos como troféus pela meganhagem persecutória e de expressarem com veemência seu protesto”.

O pastor é um dos alvos da Operação Timóteo da PF, que investiga um esquema de cobranças irregulares de royalties da exploração mineral.

Teria usado contas correntes para lavar dinheiro. Um cheque de 100 mil reais foi depositado por um colega de profissão chamado Michael Abud.

Malafaia tentou se explicar. Tratar-se-ia de uma oferta por ter orado por um empresário em 2013.

Na saída da delegacia, se vitimizou. “Sabe o porquê disso? Porque, há dez dias atrás, eu falei que sou a favor de uma justiça independente, forte, mas não absoluta. Retaliação, é isso? Querem aparecer em cima de mim?”, gritou.

E então Malafaia foi mais Malafaia do que nunca.

“Acho engraçado os esquerdopatas. Quando o Lula foi levado coercitivamente, eu botei no Twitter. Tem que levar. Agora, são quantas denúncias contra o Lula? Essa cambada de corrupto e de PT quer me comparar com isso? É uma afronta. Quem está me denunciando? Quem é que foi preso e disse que eu recebia dinheiro? Querem comparar?”, indignou-se, sempre apoplético.

Malafaia poderia sair do episódio com uma reflexão como a de Aragão sobre os excessos policialescos do Brasil. Prefere, no entanto, a ignorância e, como de hábito, a insuflação do ódio.

Aragão não está sozinho. Outros juristas progressistas estão quase se desculpando pelo que ocorreu ao empresário dono da igreja Vitória em Cristo.

E aí se incorre num equívoco que lembra o republicanismo torto do PT, que esconde uma espécie de superioridade inconsequente, esperando uma reciprocidade que nunca aparece.

Para além da explicação rocambólica que deu, absolutamente difícil de engolir, Malafaia é um monstro normal. Isso jamais deve ser perdido de vista.

É um dos responsáveis pelo ambiente fascista que tomou conta das redes e da vida nacional. Ataca sistematicamente gays, LGBTs, feministas, “abortistas”, comunistas e outros espantalhos.

Prega na televisão há mais de 30 anos. Segundo o colunista Ricardo Feltrin, recentemente admitiu que, por causa da crise, estava faltando dinheiro para pagar aluguéis, “fornecedores” (de quê?) e o horário de seu programa na RedeTV. (...)

Berrando contra a corrupção, casou com a escória que tomou o poder. “Estivemos na posse do novo presidente e fizemos uma oração para Deus abençoar o Brasil e seu governo”, tuitou ele. Ninguém se alia a essa escumalha de graça. São feitos do mesmo material. (...)

Anônimo disse...

Caro anônimo das 21:50, se você votou em Dilma, você votou em Temer também. Portanto,colocar a culpa inteira sobre ele é querer tapar o sol com peneira. Vocês destruíram grande parte do país, deixaram a corrupção avançar dentro e fora do Partido e querem colocar a culpa em Temer?? Não venha me dizer que estamos nessa situação por causa do Michel ! O congo soou muitas vezes nesses anos petistas e você fizeram de conta que não ouviram ! E continuaram com o recreio...

Anônimo disse...

Muito boa esta entrevista de Dilma. O Jornalista não se deixou intimidar nem pelos gritos e nem pelo dedo em riste: https://www.youtube.com/watch?v=YcUQ_evqEpg

Anônimo disse...

Malafaia e o castigo do fariseu moralista
Por Fernando Brito, no blog Tijolaço:



Silas Malafaia bateu palmas e soltou os seus “Oh, Glória!” enquanto os que eram vítimas do arrastão policial-judicial que, sob o nome de “condução coercitiva” levava as pessoas nos camburões da PF antes mesmo de terem sido chamadas a depor sobre aquilo de que estavam sendo acusadas.

Agora, o mesmo acontece com ele, acusado de ajudar a lavar o dinheiro que o atual diretor de Arrecadação do Departamento Nacional de Produção Mineral, Márcio Valadares Moreira, através da empresa LCM – Consultoria Financeira Especializada em Municípios Ltda, de propriedade de sua irmã, Lilian.

Quer que alguém defenda o direito que ele tem de se defender?

Mesmo que não o mereça, terá. Mas justo naqueles que ele xingava nos seus acessos.

Os fariseus, os hipócritas, as vestais que acusaram a todos de tudo estão provando do próprio veneno.

Eduardo Cunha foi o primeiro, mas, um a um, seus comparsas no impeachment de Dilma estão provando o gosto amargo da hipocrisia.

Aliás, em consequência do que se disse, posto os tweets que Malafaia fez, desde São Paulo, depois que a PF foi (?) buscá-lo em casa.

Anônimo disse...

Livre, leve e solto para repetir a fazer a única coisa que sempre soube, pois
cachorro que come ovelha, só matando!

Anônimo disse...

as forças armadas correm risco sim e muito= maior q a populaçao, eles trabalham dia e noite, tiram serviço a noite p proteger o pais e as fronteiras, se arriscam no meio de bandidos . alem de ficarem acampados dias no mato em treinamentos de guerra onde até muitos acabam morrendo , todo nosso apoio aos militares q estao ganhando uma merreca as forças armadas foram depenadas pelo pt a situaçao é durissima tanto para os quarteis como p os militares , um tenente formado q fez concurso, estudou e passou 5 anos em treinamentos militares exaustivos e perigosos longe da familia recebe apenas uns 7 mil.... um sargento q tambem fez concurso, estudou 2 anos e teve um tremendo treinamento de guerra recebe pouco mais de 3 mil, enquanto um deputado que nada faz e nem estudou muitas vezes recebe mais de 23 mil mais regalias