terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Janot sugeriu a Maia nova lei de abuso de autoridade

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sugeriu ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a elaboração de um novo projeto para atualizar a lei de abuso de autoridade. As propostas atualmente em tramitação no Congresso são vistas pelo Ministério Público e pelo Judiciário como uma forma de retaliação à Operação Lava-Jato.

Entre os assuntos abordados no encontro, Janot reconheceu a necessidade de uma lei "que possa atender com modernidade essa questão" do abuso de autoridade, mas em termos bem diversos dos que vêm sendo tratado pelo Congresso. Esse novo projeto seria apresentado por Janot aos deputados em 2017.

Responsável por chefiar a negociação de delações que atingem em cheio o mundo político, Janot se reuniu com Maia por cerca de 30 minutos na Câmara. Também estavam presentes o líder do DEM na Casa, Pauderney Avelino (AM), o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Osmar Serraglio (PMDB-PR), e o deputado Marcos Rogério (DEM-RO).

3 comentários:

Anônimo disse...

Enquanto isso a CCJ já deu parecer favorável para que maia seja reeleito.Saiu cunha do Rio entra maia do Rio.Perguntar não ofende: Para ser Presidente da Câmara ou do Senado os candidatos devem ser de Estados piores administrados?

Anônimo disse...

Janotão da silva não é confiável.. é da aristocracia vermelha, que inferniza a nação e não deixa tocar nenhuma reforma...fora Janotão filhote de lula.. seu lugar é no inferno...suas ações deixam milhões de brasileiros desempregados...

Anônimo disse...

este ai é vermelho por dentro quer livrar o cheafao 9 dedos e a chefona

vamos tomar as ruas- fora safados

abusados sao os politicos com foro privilegiado que ficam 11 anos na gaveta