A partir da semana que vem, queda de Temer exigiria eleição indireta do novo presidente da República

A partir da semana que vem, dia 1o de janeiro, caso Michel Temer saia da presidência por qualquer razão, seu sucessor será eleito pelo Congresso.

É o que manda a Constituição.