A ida de Edegar Pretto para a presidência da Assembléia seria desastrosa para o governo Sartori

Edegar Pretto, bem à direita, junto com o líder da vanguarda gaúcha do atraso, Olívio Dutra.

Ganharam corpo as articulações para vetar o deputado Edgar Preto, PT, que assumiria a presidência da Assembléia do RS a partir de fevereiro.

Deputados da base aliada costuram novo acordo, substituindo o PT pelo PTB.

A ida de Edegar Pretto para o lugar de Silvana Covatti seria desastrosa para o governo Sartori, porque o deputado é o mais atrasado e ideologicamente mais comprometido com o que existe de pior na política do RS. 

Não é mais hora de fazer firulas.

2017 será ano decisivo para que o governo Sartori e seus aliados completem a obra de reorganização administrativa e ajuste fiscal do Estado. Edegar Pretto e o PT farão de tudo para sabotar as mudanças, como demonstraram esta semana.