terça-feira, 22 de julho de 2014

Record e RBS só publicam as pesquisas eleitorais que bem entendem.

Acontecem coisas inusitadas, inusuais e inaceitáveis nas atuais eleições do RS, mas nenhuma delas tem como protagonistas os candidatos ou os Partidos políticos.

. Surpreendentemente, quem age mal é a mídia.

. Pela ordem:

- A Rede Record mandou fazer pesquisa junto ao Instituto Methodus e sentou em cima dos resultados, sem dar explicação alguma aos seus leitores, telespectadores e ouvintes.

- A RBS fez o mesmo com a pesquisa do Ibope, sentando em cima dos resultados do segundo turno.

. Afinal de contas, este tipo de desrespeito com o distinto público não é nada aconselhável para quem vive de credibilidade junto a ele.

. É sobre isto que o editor faz seu comentário de hoje, intitulado Record e RBS só publicam as pesquisas eleitorais que bem entendem.

Governo biruta recua sobre aumento do imposto em compras via terrestre

A redução da cota de importação, sem incidência de impostos, por via terrestre, de 300 dólares para 150 dólares por pessoa, nem entrou em vigor e está suspensa pelo governo. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, e um novo texto deve ser publicado nesta quarta-feira no Diário Oficial da União. Por enquanto, tudo permanece como está.

. Segundo Barreto, a decisão será mantida até que as lojas francas, também conhecidas como free-shops, nas cidades que fazem fronteira com o Brasil, estejam funcionamento adequadamente.

Vá esta noite com seus amigos.
O melhor de Porto Alegre no gênero, segundo Veja.
Endereços, fones, cardápios, cartas de cerveja e chopes
artesanais:
www.biermarkt.com.br

Assembléia do Rio analisa cassação da deputada dá carona a advogada black bloc

Ao lado, a defensora dos golpistas e terroristas black bloc. Ela é deputada do PSOL.


Corregedoria e Conselho de Ética da Alerj analisam conduta de Janira Rocha (PSOL), que ajudou a advogada Eloisa Samy a fugir da polícia. Ela é membro do grupo armado black bloc que justiçou um cinegrafista da Band, cometeu atos de vandalismo e ameaçou promover depredações e violências físicas contra os agentes da ordem no Rio. Como há estado democrático de direito no Brasil, as ações destinadas a destruir o Estado são de caráter golpista e terrorista.

Em reportagem desta tarde, o repórter Daniel Haidar, Veja do Rio de Janeiro, informa que a carona oferecida pela deputada estadual Janira Rocha (PSOL-RJ) para uma advogada ligada a black blocs – e foragida da Justiça – poderá custar caro para a parlamentar. 

Leia tudo:

Usando um carro da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Janira transportou na noite desta segunda-feira a advogada Eloisa Samy, que tentava asilo no Consulado do Uruguai, em Botafogo, para evitar ser presa. Quando soube que o pedido fora negado pela representação uruguaia, Eloisa tramou uma fuga até um supermercado em São Conrado, na Zona Sul, escondida no carro da deputada do PSOL. De lá, a advogada desapareceu.

"Não tenho dúvida de que isso quebra o decoro parlamentar. Há possibilidade de suspensão e até perda de mandato. Vamos levar isso ao conselho ao fim do recesso", afirmou o presidente do Conselho de Ética da Alerj, deputado Janio Mendes (PDT). Segundo ele, a conduta de Janira será analisada pelo colegiado após o recesso parlamentar, em agosto. Se configurada quebra de decoro, a punição poderá ser a cassação do mandato.


. Nesta terça-feira, o deputado Comte Bittencourt (PPS), corregedor da Alerj, enviou ofício à deputada cobrando uma justificativa oficial para a carona.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

Governo federal autoriza em tempo recorde empenho e transferência de r$ 14 mi para municípios gaúchos atingidos pelas chuvas

A Famurs informou ontem ao editor que o governo federal prometeu e não liberou r$ 178 milhões que prometeu em ocasiões passadas aos municípios atingidos por catástrofes.


O governo Federal publicou nesta terça-feira  no Diário Oficial da União, a portaria n° 193, que autoriza empenho e transferência de recursos referentes aos R$ 14 milhões liberados para os municípios atingidos pelas chuvas no Rio Grande do Sul. A perspectiva do governo estadual, que foi quem liberou há pouco esta notícia, é de que o recurso seja disponibilizado ao Estado nos próximos dias, e em seguida liberado às 11 regionais da Defesa Civil, garantindo o investimento nas ações solicitadas pelos municípios. O recurso garantido pelo Governo Federal é de R$ 11.104.076,85 para ações de resposta e restabelecimento dos serviços nos municípios atingidos por enchentes e pelas chuvas que iniciaram no final de junho. O valor que completa o rec urso de R$ 14 milhões anunciado pelo Ministério da Integração Nacional, cerca de R$ 3 milhões, será destinado ao Aluguel Social, recurso assistencial que está garantindo moradia às famílias desabrigadas.


. Segundo o secretário de Estado do Gabinete dos Prefeitos e Relações Federativas, Jorge Branco, diferente das outras vezes, quando os municípios recorriam diretamente ao Governo Federal, o Governo do Estado interveio e assumiu a coordenação do processo. "Este valor empenhado hoje é a soma do que cada município comprovou ser necessário para restabelecer os serviços essenciais. Este é o valor que foi pedido oficialmente ao Governo Federal e foi liberado em tempo recorde", disse.

Entrevista, Fábio Irigoite, Lindóia Shopping - Liquidação e Dia dos Pais poderão recuperar perdas com a Copa

ENTREVISTA
Fábio Irigoite, diretor Lindóia Shopping

As vendas do varejo durante a Copa foram muito ruins, mas o que fazer para recuperar o tempo perdido ?
Foi ruim mesmo. Agora, de imediato, temos liquidação, que irá até o dia 26, mas prejudicada por um veranico inesperado. Fim de semana virá frio e isto ajudará as vendas. Em agosto, teremos pais.

Dia dos País ?
Sim. É a quarta data mais importante do ano para o varejo: Natal, Mães, Namorados e Pais.

Alguma área do shopping ganhou com a Copa ?
A Praça da Alimentação, mas ainda assim separada em antes e depois das vitórias do Brasil.

Como foi isto ?
Até a derrota, tivemos 100% de ocupação, mas depois dela, tudo caiu para 25%.

Dá para medir o tamanho da queda ?

A CDL listou números assustadores e verdadeiros, mas ainda tabulamos tudo, porque a Copa pegou metade de junho e metade de julho, atrapalhando a avaliação dos dois meses.

Vá esta noite com seus amigos.
O melhor de Porto Alegre no gênero, segundo Veja.
Endereços, fones, cardápios, cartas de cerveja e chopes
artesanais:
www.biermarkt.com.br

Deputado da bancada petista da bola quadruplica bens em apenas quatro anos

O jornalista Lauro Jardim revela na sua coluna Radar, hoje, site www.veja.com.br, que o último quadriênio foi incrível para o deputado petista Vicente Cândido, um dos representantes da bancada da bola, como são conhecidas as excelências da Câmara ligadas à alta cartolagem. Leia tudo:

. Em 2010, Cândido declarou à Justiça Eleitoral bens que somavam 522 987 reais. Agora candidato à reeleição, Cândido informou ao TSE um patrimônio quatro vezes maior: 2,1 milhões de reais.

. Os negócios de Vicente Cândido, que é sócio do futuro presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, num escritório de advocacia, viveram tempos de prosperidade no período.

. De acordo com o próprio, seu enriquecimento é resultado dos lucros de suas empresas e da valorização de um apartamento, que valia cerca 120 000 reais e hoje estaria cotado a 520 000 reais.

Vá esta noite com seus amigos.
O melhor de Porto Alegre no gênero, segundo Veja.
Endereços, fones, cardápios, cartas de cerveja e chopes
artesanais:
www.biermarkt.com.br

Ariano Suassuna está à beira da morte no Recife

Outro escritor brasileiro, mas neste caso o também dramaturgo Ariano Suassuna, 87 anos, poderá morrer a qualquer momento. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neurológica do Real Hospital Português, no Recife. Suassuna  foi submetido a uma cirurgia de urgência na noite desta segunda-feira, após sofrer um AVC hemorrágico. O quadro clínico do escritor é considerado grave, mas estável. Em 2013, ele já havia sido internado em duas ocasiões, por causa de um infarto e de um aneurisma cerebral

Campanha de Tarso será esta tarde em Gravataí, cidade comandada pelo PMDB

O governador Tarso Genro fará campanha esta tarde em Gravataí, Porto Alegre, cidade administrada pelo prefeito do PMDB, Marco Alba, um dos coordenadores da campanha de José Ivo Sartori.

. Alba derrotou o deputado Bordignon, que manteve Gravataí sob domínio petista durante 14 anos.

. Tarso concederá coletiva à imprensa as 17h no Hotel Radar, e depois fará uma caminhada com a militância no comércio local.


. À noite, no salão da Igreja Matriz, no centro, ele comandará plenária da campanha. 

Inflação do IPCA-15 recua para 0,17% em julho

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial, subiu 0,17%, sobre avanço de 0,47% no mês anterior, informou o IBGE. A principal influência para o recuo foi o preço dos alimentos.

CLIQUE AQUI para ler "Um nariz de Pinóquio no índice da inflação", Rolf Kuntz.
CLIQUE AQUI para ler, também, "Tolerância à inflação", Maílson da Nóbrega, Veja desta semana. 

Banrisul estuda ter seguradora com Icatu, sua velha aliada e colaboradora do cursinho pré-vestibular de Luciana Genro

Reportagem de Veja, ao lado, também fala sobre a ajuda da Icatu Seguros à Luciana. A Icatu tem o monopólio da venda de seguros no Banrisul, banco subordinado às ordens de Tarso Genro, o pai de Luciana. 



A atual diretoria do Banrisul desistiu de ter sua própria seguradora e sua própria corretora de seguros, já que os projetos que as criavam não andou na Assembléia. O objetivo declarado da parceria é consolidar o banco com uma posição de destaque na comercialização de seguros na região sul, mas a Icatu já opera há muito tempo com o banco, mesmo nunca tendo disputado qualquer licitação. A Icatu integra a lista dos doadores da filha do governador Tarso Genro, Luciana Genro, de quem recebeu fartas quantias de dinheiro para implantar seu cursinho pré-vestibular gratuito, inicialmente montado dentro do Colégio Júlio de Castilhos, subordinado ao governo do próprio pai. Só depois de denunciada, ela mudou o endereço para as instalações da Fundação Escola Superior do Ministério Público, onde recebeu salas e apoio logístico sem pagar nada. Colégio e Fundação nunca falaram nada. 

. Leia a notícia sobre Banrisul e Icatu (A Icatu Seguros faz todos os seguros que o Banrisul vende para seu distinto público, desde 1995).

O Banrisul firmou memorando de entendimento com a Icatu Seguros para iniciar estudos com vistas à participação societária em uma seguradora, a qual terá a exclusividade, pelo período de 20 anos, para comercialização de seguros de vida e previdência nos canais de distribuição do banco, sem, contudo, limitar-se somente a estes. O objetivo dessa parceria é consolidar o Banrisul com uma posição de destaque na comercialização de seguros no Estado do Rio Grande do Sul e na região sul, diversificando e aumentando suas fontes de receita. A Icatu é uma das principais seguradoras independentes no Brasil e líder de mercado de Seguro de Vida no Rio Grande do Sul, com 27,9% de participação de mercado.

O Banrisul deterá metade do capital total da nova seguradora, sendo 49,99% das ações ordinárias e 50,01% de ações preferenciais. A Icatu, por sua vez, deverá ter 50,01% das ações ordinárias e 49,99% das ações preferenciais. A efetivação da operação está sujeita à realização de estudos técnicos, jurídicos e financeiros, à negociação satisfatória dos documentos definitivos e ao cumprimento das formalidades legais e regulatórias aplicáveis.

CLIQUE AQUI para examinar reportagem sobre a colaboração entre a Icatu e a filha do governador.

Padilha abre frente pró Temer-Dilma no RS e chama de dissidente quem apóia Campos

O deputado Eliseu Padilha quer inaugurar no dia 15 de agosto, em Porto Alegre, o comitê de apoio à candidatura à reeleição do vice-presidente Michel Temer (PMDB), fazendo por tabela a campanha de Dilma Roussef.

.  A decisão v ai contra a decisão estadual da legenda e do candidato ao governo, José Sartori,  aliados do PSB no Rio Grande do Sul.

. O PMDB gaúcho, que disputará o Palácio Piratini com José Ivo Sartori, irá ceder o palanque presidencial ao candidato Eduardo Campos (PSB).

. Padilha acha que quem apóia Campos faz dissidência:

-  Dissidência é de quem apoia Eduardo Campos, porque está sendo discordante da decisão nacional do partido, que tem Michel Temer como candidato a vice.

Terroristas dos black blocs do Rio são refugados pelo governo do Uruguai

O consulado do Uruguai no Rio de Janeiro negou a solicitação de refúgio da advogada Eloisa Samy (foto ao lado) e de dois outros ativistas, considerados foragidos pela Operação Firewall.

. Eles fugiram das instalações uruguaias assim que souberam da recusa. Agora são considerados futitivos e se forem preso seguirão para a cadeia, onde ficarão com bandidos comuns.

.  Segundo a cônsul Myrian Chala, o governo uruguaio tem um tratado com o governo brasileiro, respeita o estado democrático de direito e não vê razão para um asilo político.

Morreu o jornalista Mário Pereira, ex-RBS

Morreu ontem em Florianópolis o jornalista Mário Pereira, ex-editor-chefe de Zero Hora e ex-editor de opinião do jornal Diário Catarinense, ambos da RBS. Mário completou 73 anos no dia em que morreu. 

Limite de compras no exterior caiu de US$ 300 para US$ 150

Caiu de US$ 300 para US% 150 o limite de compras no exterior, mas só para quem usa vias terrestres. A decisão vale desde ontem. Trata-se da Portaria 307 da Receita Federal. As cidades gaúchas de fronteira são as mais penalizadas. 

Zero Hora diz que lugar de terrorista e golpista é na cadeia

No Brasil, como em qualquer outro País, lugar de terrorista é na cadeia. Na foto, no Peru, o líder terrorista do Sendero Luminoso. 



Neste editorial, "A prisão dos manifestantes", o jornal Zero Hora sai de cima do muro e deixa bem claro que as prisões dos terroristas cariocas é uma resposta do Estado e da sociedade aos excessos praticados por manifestantes. O jornal poderia ir direto ao ponto, esclarecendo que em regimes democráticos como o brasileiro, ações que empregam a violência e o terror como forma de alcançar resultados políticos são tipificadas pela legislação como crimes comuns, portanto alcançáveis pelos Códigos Penal e de Processo Penal, cabendo também ações cíveis para reparação de danos e perdas. Caso os bandidos celerados que estão presos sejam tratados com os rigores da Lei de Segurança Nacional, o que deveria acontecer sem a menor sombra de dúvidas, todos receberiam as justas acusações de meros golpistas e criminosos terroristas. Estados democráticos de direito não permitem que bandidos políticos usem a liberdade para acabar com a liberdade. É assim com os black blocs cariocas, como foi assim com os líderes do PT que cumprem pena na Papuda. São irmãos siameses da mesma causa: a violação despudorada do estado democrático de direito. 

Leia:

Causa perplexidade o empenho de parlamentares e lideranças partidárias para desqualificar o trabalho da polícia, do Ministério Público e da Justiça do Rio de Janeiro, que culminou na ordem de prisão para 23 manifestantes envolvidos em protestos violentos no país. Não se trata de intimidação a movimentos sociais, como alegam os defensores dos ativistas, mas sim de uma resposta do Estado a delinquentes, compatível com o Estado Democrático de Direito e com o clamor da sociedade por punição a pessoas que agridem, depredam e se organizam para praticar crimes.

Foi, sem dúvida, uma atitude preventiva da Justiça a prisão _ na véspera da decisão da Copa do Mundo _ de suspeitos de envolvimento em atos de vandalismo, especialmente de lideranças que planejavam novas ações violentas, conforme revelam as conversas telefônicas gravadas com autorização judicial.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

PIB mensal de maio trabalhou em ritmo de recessão, informa Serasa Experian

O Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal) recuou 0,3% em maio de 2014 em relação a abril/14, já efetuados os devidos ajustes sazonais. 

. Em relação ao mesmo mês do ano passado (maio/13), o recuo da atividade econômica foi de 0,1%. 

. No acumulado do ano, a atividade econômica desacelerou de uma alta de 1,4% em abril/14 para 1,1% em maio/14.

CLIQUE AQUI para examinar toda a série histórica.

Taline Oppitz diz que Ford foi o momento mais tenso do debate entre Lasier e Olívio

Na época, cartazes como este registraram a decisão de Olívio Dutra. A campanha continua nas redes sociais. O material ao lado está disponibilizado no Google. 


Eis como a mediadora do debate de ontem na Rádio Guaíba, Taline Oppitz, analisou o que viu e ouviu durante duas horas, observando e registrando o desempenho dos candidatos ao Senado pelo RS:

O primeiro debate entre os candidatos ao Senado, na Rádio Guaíba, evidenciou que não são águas passadas as diferenças e a tensão entre Lasier Martins, do PDT, e Olívio Dutra, do PT, que vêm de longa data, desde as críticas do trabalhista ainda como jornalista, em relação à gestão do petista no Piratini. Os dois, cujo cenário indica que poderão polarizar a disputa, protagonizaram um dos momentos mais quentes do debate. Na primeira oportunidade que teve para fazer pergunta a Olívio, Lasier evitou o confronto direto e escolheu a candidata do PP, Simone Leite, como alvo de seu questionamento. Olívio, no entanto, não perdeu a oportunidade e assim que pôde, ainda no primeiro bloco, questionou Lasier sobre as reformas e a necessidade de alinhamento com seu partido. No segundo bloco, quando surgiu a possibilidade de questionar Olívio, Lasier partiu para o ataque, perguntando ao petista sobre um dos temas mais criticados por ele durante o governo do PT: a saída da Ford do Rio Grande do Sul, tema que deve permanecer em pauta durante toda a campanha. O ex-governador disse que não se arrepende e que tomaria a mesma iniciativa de novo, mencionando a decisão judicial que determina o ressarcimento do Estado pela empresa.

Legenda de foto do editor:
Ao lado, a Ford na Bahia.
Ela poderia estar operando em Guaíba e
propiciaria a criação de um cluster
formidável da indústria automotiva. 


A seguir, mais notas de Taline sobre o debate:

Críticas

Candidato do PSB, Beto Albuquerque, que tem o desafio de tentar quebrar a polarização que se desenha entre Olívio e Lasier, pelos sorteios do debate, não teve nenhuma oportunidade de fazer perguntas aos dois principais adversários. Diversas vezes, no entanto, indiretamente, Beto aproveitou para realizar críticas a ambos.

Imigrantes: governo federal transformou Caxias e o Brasil na casa da mãe Joana

O governo Dilma Roussef anunciou nesta segunda-feira em Caxias do Sul que todo e qualquer imigrante que pisar em solo brasileiro e alegar condição de refugiado terá direito a ficar aqui e receberá carteiras de trabalho e documentos para obter emprego e permanecer no Brasil.

. Em regime de força-tarefa, a Polícia Federal processará ainda hoje os pedidos de refúgio dos ganeses que estão no País, a maioria dos quais preferiu Caxias do Sul.

. O governo gaúcho revelou em Caxias que há emprego para todo mundo.


. O pedido de refúgio dos ganeses é falso. Eles entraram no País como turistas. Em Caxias estão 380 africanos. O governo sequer investigou a folha corrida de qualquer deles junto ao governo democrático de Gana. 

. Também refugiados como o assassino italiano Cesare Battisti entrou com documentos e alegações falsas no Brasil, obtendo abrigo, segundo decisão tomada na época pelo então ministro da Justiça, Tarso Genro.

- O governo federal da presidente Dilma não é sensível sequer ao estabelecimento de uma nova política imigratória que imponha salvaguardas e proteções para os interesses do Brasil. 

Dilma e Tarso são os que têm mais tempo de propaganda na TV

A partir do dia 19, os principais candidatos a presidente e a governador do RS terão os seguintes tempos de TV para fazer sua propaganda eleitoral:

Presidente
Dilma, 11min58s
Aécio, 4min31s
Eduardo Campos, PSB, 1min49s
Pastor Everaldo,PSC, 1min8s
Eduardo Jorge, PV, 1min15s
Luciana Genro, PSOL, 47s
Todos os demais possuem menos de meio minuto

Governador
Tarso Genro, PT, 5min18s
José Ivo Sartori, PMDB, 4min7s
Ana Amélia, PP, 3 min48s
Vieira da Cunha, PDT, 1min33s
Roberto Robaiana, PSOL, 54s
Todos os demais possuem menos de meio minuto


segunda-feira, 21 de julho de 2014

Simon ignora os outros candidatos, deixa de lado até o filho e pede votos para Ibsen Pinheiro

Vá entender !



O senador Pedro Simon foi o convidado especial para o jantar de sexta-feira, no CTG Manotaço, quando o PMDB de Gramado apresentou a sua lista de concorrentes preferenciais à Assembleia Legislativa e à Câmara de Deputados. O jornalista Miron Neto, que edita uma newsletter e um blog focado em assuntos de Gramado, acompanhou tudo:

Uma noite fria e com auditório lotado, os candidatos apresentaram os seus pedidos de apoio. Faltava apenas Pedro Simon discursar, momento mais aguardado. Pouco antes, sua esposa, Ivete, aproximou-se da mesa principal e lembrou-lhe que era tarde, e que estavam todos com fome. Pedro Simon levantou-se e fez um único pedido: o voto para deputado estadual para Ibsen Pinheiro, na frente de sete outros candidatos, inclusive seu filho, Thiago Simon, que concorre à Assembleia Legislativa.

Análise, Roque Callage Neto - Constituinte é tese bolivariana do PT

Roque Callage Neto 
Doutor em Ciências Sociais pela UNB 

O Brasil tem que parar de querer mudar completamente sua Constituição a cada período de 30 anos.Trata-se do País mais analfabeto e despreparado do mundo neste assunto. Tenho alertado seguidamente nas redes sociais e também me manifestado com sociólogo, antropólogo e cientista político, em correspondências públicas e acadêmicas, porque este é um País de vira-latas. 
Veja-se por que razão, através da periodicidade de novas constituições que tivemos:

1824-1891-1934-1946-1967-1988

Isto não existe em País nenhum do mundo .Nossos próprios vizinhos demonstram como somos atrasados. A Argentina teve sua Constituição em 1853 e depois uma pequena reforma em 1994. O Uruguai em 1830 e depois somente foi mexer com outra em 1918 e uma reforma pontual após a ditadura em 1997. As reformas constitucionais da América do Sul, incluindo Colômbia e Paraguai, acompanharam o que o grande cientista político Samuel Huntington chamou de "terceira onda das democracias" desde o final dos anos 80, e que começaram a se constituir em meados dos anos 70 com a liberalização do sul da Europa - Portugal, Espanha e depois numa sequência que iria atingir outros países mediterrâneos como a Grécia e replicar na América do Sul.Era o fim dos regimes pretorianos.

. O Brasil precisa de reformas pontuais sobre questões urgentes da sociedade civil e  política, incluindo  um novo referendo sobre sistema de governo Presidencialista/ Parlamentar com voto distrital, e regulamentações de outras questões deixadas pelos Constituintes.

. E nada mais é necessário


. Constituinte é tese  bolivariana do PT.

Dilma e Tarso prometem, prometem, e não repassam aos municípios. Governo já retém R$ 178 milhões devidos aos prefeitos do RS.

Pesquisa da Famurs revela que o governo federal está em dívida com 109 cidades atingidas por intempéries, sendo que 28 delas nunca receberam nenhum centavo.

O governo federal prometeu, mas não repassou R$ 178 milhões para municípios gaúchos que decretaram situação de emergência desde 2009. O valor é próximo aos R$ 200 milhões de auxílio solicitados pela Famurs ao governo federal como socorro para os municípios atingidos pelas fortes chuvas no Estado este mês e no final de junho. O presidente da Famurs, Seger Menegaz, desabafou em mensagem ao editor:

“- Estamos cansados de receber promessas e não recursos. Pedimos uma ajuda em forma de medida provisória para corrigir o passivo dos últimos anos. Sempre que temos uma situação de emergência ou calamidade nos municípios, os governos estadual e federal acenam com o envio urgente de recursos que demoram a chegar nos municípios e seus cidadãos.

.  Conforme levantamento da equipe técnica da Famurs, de 2009 até junho de 2014, a União anunciou o envio de R$ 703 milhões de recursos para as prefeituras gaúchas, mas 25,3% deste valor não foi pago.
Os números foram obtidos em consulta ao orçamento da União, realizado pelo Sistema de Integrado de Administração Financeira (Siafi). Dos 497 municípios gaúchos, 153 não registraram nenhuma operação junto aos programas federais de reparo às calamidades. Entre os 344 que passaram por algum tipo de intempérie (estiagem, vendavais, granizo ou cheias), 229 (66,5%) receberam o valor total prometido pela União, mas 109 (31,7%) ainda têm valores a receber, sendo que 28 municípios nunca receberam nenhum centavo. “O grande problema é que a União garante, mas nem sempre as verbas chegam até a população”, cobra Menegaz.

. Entre os que mais têm a receber estão Canoas (R$ 53,8 milhões), Porto Alegre (R$ 51,9 milhões), São Leopoldo (R$ 6,6 milhões), Rio Pardo (R$ 4 milhões) e Esteio (R$ 3,9 milhões). Contudo, não são apenas com grandes e médias cidades que a União está em dívida.