quinta-feira, 26 de maio de 2016

Deputado do PT quer mudar delação premiada e prisão ao final da segunda instância

O deputado Wadih Damous, PT do Rio, ex-presidente da OAB, protocolou projeto na Câmara para mudar as leis penais atuais em relação à delação premiada e à prisão imediata de réus com penas confirmadas em segunda instância.

O petista, ligadíssimo a Lula, quer:

Delação premiada - Só terá valor quando o investigado ou réu estiver em liberdade.
Condenação - A lei deixará claríssimo que réu com sentença confirmada em segunda instância não poderá ser preso até que todo o processo transite em julgado.

O PT possui aliado em quase todos os Partidos para aprovar as mudanças.

As conversações de Sérgio Machado continuam sendo conversas de comadres

O editor já tinha manifestado nesta quinta-feira a opinião de que as conversações pautadas para o ex-senador Sérgio Machado, não passaram até agora de conversa de comadres - de lavadeiras. Esta noite, o Jornal Nacional dedicou meia hora para destacar os trechos mais "picantes" das inconfidências de Renan Calheiros e José Sarney, mas apesar de todo o esforço do grampeador, nada além de opiniões, xingamentos e intenções saem dos diálogos. Os diálogos não revelam coisa nenhuma.

O fato é que sobrou xingamento para todo mundo, mas principalmente para o procurador Rodrigo Janot, chamado de "merda" por Machado e de "filho da puta" por Renan.

As teorias conspiratórias sobre acordão geral para levar Lula para a Casa Civil ou de tirar Dilma via impeachment, em ambos os casos para melar a Lava Jato, são ilações que podem ser feitas a partir dos diálogos, mas apenas isto, ilações, já que não há materialidade alguma nas inconfidências, bem diferente dos outros dois grampos a seguir:

Delcídio - O uso de dinheiro sonante e do plano completo de fuga programado por Lula, via Delcídio, para Nestor Cerveró não falar nada na Lava Jato, portanto em obstrução direta da ação do Judiciário.
Lula e Dilma - A nomeação de Lula para a Casa Civil, visando blindá-lo de Moro, portanto em obstrução direta da ação do Judiciário.

É claro que virá mais coisa pela frente, mas elas precisarão mais do que aquilo que surgiu até agora.

Os depoimentos de Sérgio Machado poderão materializar crimes contra muitos figurões da República, inclusive daqueles que ele grampeou.

Mas isto é coisa que virá mais adiante.

A ver.





TIM revolta empregados ao cortar o pagamento da segunda parcela de Participação nos Resultados

Os  12 mil empregados da TIM estão revoltados com a decisão da operadora de não pagar a segunda parcela do PPR (Programa de Participação nos Resultados) 2016. A TIM disse que as metas financeiras do ano passado não foram atingidas e pode solicitar a devolução do adiantamento de 1,5 salário pago antecipadamente no final de 2015. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações (Sinttel), Marcelo Beltrão, diz que o caso pode parar em greve dos funcionários. “Não aceitamos esta 'pegadinha' e se houver qualquer desconto nos salários dos trabalhadores iremos convocar uma greve imediatamente, além das medidas judiciais cabíveis”, afirmou. Segundo o Sinttel, o que mais deixa os empregados revoltados é a "falta de responsabilidade" da empresa em comunicar com um grande atraso o não pagamento da remuneração. O sindicato não acredita na versão da TIM de que os resultados não foram alcançados e pede um estudo mais criterioso.

 "Se os números de 2015 tivessem sido tão ruins, nenhum dirigente da TIM e nem de empresa alguma teria concordado em antecipar 1,5 salários em dezembro. [...] A empresa está querendo que todos os trabalhadores paguem pelos erros de seus executivos. Mentiram o tempo todo para o mercado? Enganaram os acionistas? E agora nós vamos pagar?"

Por meio de nota,  TIM voltou atrás e disse que não exigirá o ressarcimento da parcela paga em dezembro por parte dos seus funcionários, mas que realmente a meta necessária para o pagamento não foi atingida. 

Assassino em série de taxistas foi flagrado depois de serrar as grades da Pasc, Charqueadas, RS

As 5h10min de hoje os agentes da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas, Pasc, frustrearam a tentativa de fuga de Luan Barcelos da Silkva,m preso ali desde 2013. Ele foi flagrado pelas câmasras de segurança, após serrar as grades da sua cela e rumar para uma das garagens.

Luan foi prfeso e concenado depois de confessar o assassínio de seis taxistas de Porto Alegre.

Foram assassinatos em série.

Será na semana que vem o início das mudanças dos órgãos federais no RS

A partir da semana que vem o novo governo começará a nomear os novos diretores das estatais e órgãos federais do RS.

Grupos como Conceição, Trensurb e CGTEE, mudarão todos os diretores, mesmo os que anteriormente foram indicados por Partidos que formam a nova base aliada.

Nem diretores técnicos ficarão nos cargos.

Artigo, Freancisco Ferraz - Não é o Brasil quem está em crise, é o PT

A crise ou as crises são do PT – como governo, partido, lideranças e militantes –, que por sua posição estratégica na Presidência contaminou o País com seu relativismo moral, sua ideologia mal digerida, sua inexperiência arrogante, seu envolvimento na corrupção e sua incapacidade de se decidir entre um reformismo não assumido e uma mal resolvida e confusa noção de revolução.

O Brasil que o PT recebeu em 2003 não estava em crise. O Brasil que Dilma deixou para Temer em 2016 está afundado na mais grave crise da sua História. De 2003 a 2016 o Brasil foi governado pelo PT, que, desfrutando as melhores condições econômicas e políticas, as desperdiçou por incompetência, ambição e corrupção.

É inaceitável e dispensa contestação a tentativa de transferir culpas alegando crise internacional, boicotes da oposição e da imprensa. Quem manteve no bolso, por 13 anos consecutivos, a caneta das nomeações e a chave do cofre não tem direito de transferir responsabilidades quando lhe convém.
O que liga a crise do PT à crise nacional é o conceito de contaminação.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Valor investido em publicidade no RS caiu mais de 10% no ano passado

Os R$ 4,3 bilhões de compra de publicidade por parte dos anunciantes gaúchos no ano passado, representa uma queda real de mais de 10% sobre o ano anterior.

Os dados são do Kantar Ibope.

Servidores do Executivo receberão salários de maio em sete parcelas

O governo Sartori informou hoje para a editoria de Política da RBS que pagará R$ 3 mil aos servidores do Executivo e o restante do salário de maio depositará nas contas em seis suaves prestações.

O secretário da Fazenda, Giovani Feltes, e o governador, não sabem quando o tormento dos servidores vai acabar.

Ontem, na Federasul, o secretário da Segurança foi mais explícito ao falar sobre a incapacidade financeira do governo do RS:

- Tudo melhorará quando ocorrer o ajuste fiscal.

Que ninguém sabe como será feito e nem quando terminará.

Guerra do tráfico mata três e fere três na Vila Bom Jesus, Porto Alegre

A inoperância do governo Sartori na área da segurança pública é alarmante. 

O tiroteio ocorreu esta madrugada nas proximidades do Centro Administrativo da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), na avenida Joaquim Porto Villanova. No local, os policiais encontraram o corpo de um homem. Ele foi morto com vários disparos, inclusive na cabeça. 
Em seguida, a guarnição foi informada que cinco pessoas, em um Gol, se dirigiram até um posto de saúde no bairro em busca de atendimento médico. Dois dos tripulantes do carro morreram antes de receberem atendimento. O corpo de um deles ficou dentro do  veículo que estava crivado de tiros de pistola calibre 9mm. Já o outro estava na maca. Ambos apresentavam inúmeras perfurações de balas.

Os outros três feridos receberam os primeiros atendimentos antes de serem transferidos ao Hospital Cristo Redentor. Os policiais militares souberam depois que um sexto homem baleado apareceu buscou atendimento médico e foi encaminhado ao Hospital São Lucas, da PUC. 

A guerra do tráfico em Porto Alegre assume proporções alarmantes e cresceu depois que a polícia sumiu das ruas do RS. 

Conversações comprovam que houve tentativa de golpe contra Dilma, tramado por Lula

O juiz liberou os grampos sobre Lula e evitou o golpe bolivariano de Lula.


Na medida em que estão sendo reveladas e interpretadas as gravações divulgadas pela Folha, na manhã desta quarta, nas quais são personagens o presidente do Senado da República Renan Calheiros e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado se tem uma certeza: 

- Estava, si, sendo articulado um ‘GOLPE’ contra a presidente afastada Dilma Rousseff. 

Acontece que o personagem central da “armação” chama-se Luis Inácio Lula da Silva. 

Era em seu favor que Renan e políticos de menor calibre articulavam. Essas revelações enfraquecem o discurso dos petistas menos informados e desmoralizam os “escalados” para sustentar a mentira.

Não existe nenhuma dúvida, depois da divulgação das gravações, que a “idéia” de nomear o ex-presidente Lula para chefiar a Casa Civil, não passava de um “embuste” para afastar Dilma do Poder. Ninguém, neste momento, tem autoridade para afirmar que o episódio das “pedaladas’ não tenha sido um “factóide”, urdido nas “cloacas” da capital federal para gerar uma crise fictícia e entregar “de bandeja” o governo brasileiro para Lula.

Mas a variável incontrolável mais uma vez se fez presente. As escutas, só as escutas divulgadas pelo Juiz Sérgio Moro salvaram o Brasil do golpe. Nelas, tidas como ilegais, se “ouve ,” com clareza”, a indicação de que a nomeação de Lula para chefiar a Casa Civil, nada mais era do que um “salvo conduto” e um cheque em branco para a tomada definitiva do poder pelos bolivarianos do PT.
Portanto não vivemos um estado de golpe. Tentaram aplicar um golpe político no Brasil, só esqueceram de combinar com os russos e avisar o Juiz Sérgio Moro.


Dica de Livro - Minha Vida, Mikhail Gorbachev

Ele foi Homem do Ano da Time e levou também o Prêmio Nobel. Gorbachev, que perdeu a mulher há dez anos, continua vivo, ativo, e mora em Moscou.


O último czar da URSS, condutor das políticas de glasnost e perestroika, que conduziu ao fim do comunismo, Mikhail Gorvbachev conta neste livro de 527 páginas, Amarilys, a epopéia que o levou à glória e ao ostracismo. O livro também conta a história pungente do amor deste poderoso homem pela sua mulher, Raíssa.

O editor está lendo e recomenda vivamente. R$ 69,10.

O Prêmio Nobel da Paz que ajudou a sepultar a Guerra Fria revê sua trajetória à luz de uma grande perda. Mikhail Gorbachev conheceu sua esposa Raíssa quando os dois estudavam na universidade de Moscou. Viveram juntos mais de cinquenta anos. Os dois tinham não apenas um grande amor um pelo outro, mas também uma profícua parceria intelectual. A morte de Raíssa, vítima do câncer, abalou fortemente o ex-líder da União Soviética. Ao relembrar sua relação com a amada, Gorbachev analisa em retrospecto as etapas mais marcantes de sua vida. Assim, ele trata de sua relação com a família, sua carreira política e suas propostas para a perestroika e para a glasnot. Uma discussão madura a respeito de sua vida e obra, feita com surpreendente sinceridade e emoção.

Estadão diz que bala .50 de Odebrecht acabará com Dilma Roussef

O pior para Dilma Roussef não foi sequer saber pela via das gravações de Sérgio Machado com enan Calheiros que o próprio Lula tramava afastá-la. É que o pior que está por vir é a delação premiada de Marcelo Odebrecht, que segundo Sarney ao mesmo Machado será alguma coisa como bala de metralhadora ponto 50.

Eis o que diz hoje Alberto Bombig, no Estadão:


- Líderes do PT e ex-ministros da petista afirmam que Marcelo Odebrecht, preso desde o ano passado em Curitiba, deve dar detalhes e fornecer provas sobre as contribuições do conglomerado de empresas às campanhas de Dilma Rousseff em 2010 e em 2014 capazes de enfraquecer a tese de que ela foi vítima de um 'golpe', hoje a principal e quase única estratégia de defesa de Dilma e do partido.

Será o fim de carreira para Dilma Roussef. 

Governo Temer só manterá petistas "sinceramente arrependidos"

Governo Temer demitirá Collares da Itaipu Binacional.


O governo Michel Temer já decidiu que petista sinceramente arrependido não será mandado embora, é o que se diz. Petista infiltrado, mais dia menos dia, será descoberto e demitido.

É o que diz hoje o jornalista Ricardo Noblat.

Também hoje, o ministro Eliseu Padilha anunciou que os membros dos Conselhos de Administração, Deliberativo e Fiscal das estatais serão demitidos.

É caso de conflito de interesses.

A lista dos expurgos incluirá o ex-governador gaúcho Alceu Collares, que está na Folha da Itaipu, na qual recebe R$ 20,8 mil por mês. O valor não fará falta ao líder trabalhista, que também recebe pensões como ex-governador, ex-deputado e ex-funcionário dos Correios.

Sérgio Machado é mesmo um delator, cretino, bandido da mais alta periculosidade, como diz Cunha Lima

Ao examinar os áudios das gravações feitas traiçoeiramente por Sérgio Machado, eis o que disse ontem o líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima:

- É um delator, cretino, bandido da mais alta periculosidade.

Jamais, antes, na história deste País, um ex-senador da República, ex-presidente de uma das estatais mais poderosas, a Transpetro, na qual esteve durante 8 anos de Lula e 3 de Dilma, saubmeteu-se de modo tão vil e traiçoeiro, sistemática e duradouramente, cumprindo ordens e pautado pelos procuradores da Procuradoria Geral da República, tudo para incriminar interlocutores definidos a dedo - amigos seus de décadas e décadas, dos quais aproximou-se usando esta circunstância de confiança.

Sérgio Machado não usou gravador de celular. Ele levou microfone minúsculo sob a camisa e de longe, numa van, agentes da PF monitoraram e gravaram tudo. 

E não se pense que as gravações ficaram nos casos de Romero Jucá, Renan e Sarney, porque há muito mais. O que corre em Brasília é que gravações com Temer, Dilma e até com Lula, formam o cardápio final da refeição que é servida friamente pelo jornal Folha de S. Paulo. 

São gravações imprestáveis, caso tenham sido feitas sem autorização judicial, mas é mais do que provável que o ministro Teori Zavascki tenha assinado embaixo, porque a PGR não cometeria o desatino de cometer deslize de tão grande monta.

Para quem apontar para o caso dos grampos de Lula, vale a pena lembrar que eles foram autorizados pelo juiz Sérgio Moro. 

Saiba quanto o governo Dilma pagava por mês para estes jornalistas defenderem o PT

A TV Brasil, traço de audiência, criada pelo governo Lula, custa R$ 1 bilhão por ano. Ao lado, Aderbal e Marieta Severo, ex mulher de Chico Buarque. A dupla ataca ferozmente o governo Temer e defende ferozmente Lula, Dilma e o PT, por razões que vão abaixo explicitadas. A EBC está com um rombo de R$ 60 milhões. 

Eis alguns dos jornalistas e intelectuais contratados a peso de ouro, o que explica o modo furioso como eles defendem a organização criminosa lulopetistas nos seus sites e espaços que ocupam nas redes sociais e na mídia tradicional:

Aderbal Freire Filho, “A Arte do Artista”, uma vez por semana, recebe R$ 68 mil mensais. Aderbal é casado com Marieta Severo, ex-mulher de Chico Buarque e que ataca o governo Temer num dia e no outro também.

Luis Nassif, com um programa também semanal chamado “Brasilianas.org”. R$ 63 mil por mês. Ou R$ 15.750 por programa. Lúcia Mendonça, diretora do seu programa, tem um contrato de R$ 289 mil/ano.

Paulo Moreira Leite,“Espaço Público”. Tem um contrato anual de R$ 279 mil. 

Emir Sader, comentarista, R$ 227 mil por ano. 

Tereza Cruvinel, comentarista, contrato anual de 182 mil.

Foram suspensos todos os contratos por 180 dias.

CLIQUE AQUI para ver Vera Magalhães falar sobre a farra dos jornalistas com o dinheiro público. É de Veja.

Padilha diz que Dilma Roussef será cassada pelo Senado

Aviso que o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, passa para todas as viúvas do PT:

- Dilma só voltará se acontecer algum acidente grave de percurso.

É o que é.

Sartori passa o cargo para Cairolli e descansará até domingo

O governador Ivo Sartori aproveitou o feriadão de Porto Alegre para descansar fora do Estado. No Piratini, o vice-governador José Cairolli assumiu o comando - até domingo.

Minisério Público do Trabalho quer que Intecnial pague 127 trabalhadores que demitiu

O Ministério Público do Trabalho ajuizou, na terça-feira, ação civil pública, com pedido de tutela antecipada, em caráter antecedente, contra a Intecnial, Erechim. A empresa despediu coletivamente 127 trabalhadores sem o pagamento das verbas rescisórias. Os valores foram incluídos em processo de recuperação judicial, para pagamento futuro - e incerto -, caso a recuperação seja bem sucedida. O procurador do Trabalho Roger Ballejo Villarinho, do MPT em Passo Fundo (unidade com abrangência sobre Erechim), requereu "suspender a despedida coletiva, mantendo-se o vínculo das pessoas, até que haja negociação com os sindicatos profissionais dos metalúrgicos (99 despedidos) e da construção civil.

A juíza Nelsilene Leão de Carvalho Dupin, da 3ª Vara do Trabalho de Erechim, ainda não apreciou o pedido de liminar.

As despedidas coletivas aconteceram entre 13 e 16 de maio. Com a distribuição do pedido de recuperação judicial, a Intecnial viu-se“desobrigada” de realizar de imediato o pagamento das verbas rescisórias aos trabalhadores demitidos, alçando-as ao plano de recuperação. 

Servidores do Executivo só receberão entre R$ 2 mil e R$ 3 mil por cabeça no final de maio

O governo Sartori só informará na segunda-feira, um dia antes do prazo fatal, qual o valor que os servidores do Executivo receberão no final deste mês.

Pelo quarto mês seguido, a Folha sairá em parcelas.

A linha de corte será de R$ 2 mil a R$ 3 milpor cabeça - é o que se estima. O restante do valor de cada um, será parcelado em várias tranches.

Nem mesmo o novo calote sobre a prestação mensal da dívida com a União - R$ 280 milhões - garantirá salários em dia.

Feriado de Corpos Christi não vale para todas as cidades

Esta é uma quinta-feira de feriado em Porto Alegre, mas como ele tem caráter municipal, cada cidade respeita o dia de Corpus Christi ao seu modo.

Em cidades como Gramado, capital do turismo no RS, não há feriado, mas os turistas do feriadão começaram a desembarcar ontem mesmo.

Tempo será de céu azul, algumas nuvens e temperatura baixa no RS

A temperatura neste feriado de Corpus Christi em Porto Alegre, irá da mínima de 9 graus até a máxima de 21 graus. 

O sol aparecerá em boa parte do Rio Grande do Sul nesta quinta-feira, mas a nebulosidade deve aumentar ao longo do dia. 
O dia abriu com muito frio, porém não tão intenso como nos últimos dias. A tarde será amena no Estado, mas as nuvens irão impedir um aquecimento maior ao longo do di

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Renan conta como Dilma Roussef pressionou pessoalmente O Globo e a Folha de S. Paulo

Frias e João Roberto Marinho.


Os trechos a seguir da gravação da entrevista feita por Sérgio Machado com o senador Renan Calheiros, revelam a intimidade das relações que existiam entre a ex-presidente Dilma Roussef e os donos dos jornalões. Na conversação, Machado e Renan contam detalhes de dois encontros dramáticos mantidos no primeiro trimestre do ano entre Dilma e João Roberto Marinho, primeiro, e depois entre Dilma e Frias. Ela pressionou-os para mexer na redação e aliviar a pressão sobre o governo. Os dois resistiram e avisaram obliquamente que seu governo estava no fim.

Leia:

Em determinado momento da conversa, Sérgio Machado reclama da Globo, referindo-se à cobertura da Lava Jato, e, na conversa, Renan cita o nome de João Roberto Marinho, presidente do Conselho Editorial do Grupo Globo:

Machado - Agora, a Globo passou de qualquer limite, Renan”, afirmou Machado.
Renan - Eu marquei para segunda-feira uma conversa inicial com [inaudível] para marcar… Ela me disse que a conversa dela com João Roberto [Marinho] foi desastrosa. Ele disse para ela… Ela reclamou. Ele disse para ela que não tinha como influir. Ela disse que tinha como influir, porque ele influiu em situações semelhantes, o que é verdade. E ele disse que está acontecendo um efeito manada no Brasil contra o governo”, respondeu Renan. “Tá mesmo. Ela acabou. 
Machado - Inaudível.]
Renan - João [provável referência a João Roberto Marinho] com aquela conversa de sempre, que não manda. […] Ela [Dilma] disse a ele ‘João, vocês tratam diferentemente de casos iguais. Nós temos vários indicativos’.”

Ainda na conversa, Renan relata a Sergio Machado um encontro entre Dilma e Otavio Frias Filho, sócio e diretor de redação do jornal Folha de S.Paulo:

Renan - Sexta-feira. Conversa muito ruim, a conversa com a menina da Folha… Otavinho [a conversa] foi muito melhor. Otavinho reconheceu que tem exageros, eles próprios têm cometido exageros.

Temer nomeia Occhi para CEF e Caffareli pára BB

O presidente Michel Temer nomeou os novos presidentes da Caixa e do BB

Caixa, Gilberto Occhi, ex-ministro de Integração Nacional de Dilma
BB, Paulo Caffareli, ex-CSN

Nizan intervém na Escala, que pela primeira vez em 35 anos fica sem conta do governo

O diretor Alfredo Fedrizzi tem aproveitado os encontros que mantém dentro e fora do mercado publicitário para revelar que desde a gestão Amaral de Souza, fim dos anos 70, a agência teve contas de governo e que agora, pela primeira vez, fica fora de tudo. Como não admite o fracasso na licitação realizada pelo governo do Estado, fustiga as seis agências vencedoras.

O mercado acha que o futuro da agência é incerto, porque acaba de sofrer uma intervenção. João Miragem foi indicado diretor Gera (foto).

Os cinco sócios gaúchos minoritários, foram afastados da gestão principal, assumida por um profissional escolhido pelo sócio majoritário, Nizan Guanaes.