quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Cpers usa dinheiro do sindicato para pedir votos para Tarso e Dilma

O Cpers, sindicato dos professores estaduais gaúchos, está usando dinheiro grosso da entidade sindical para fazer campanha aberta por Tarso Genro e Dilma Roussef.

. Milhares de malas diretas são enviadas para todos os professores, pedindo votos para os candidatos do PT.

. A prática é flagrantemente ilegal, imoral, aética, eleitoreira e fere a competição limpa.

. É caso para o Ministério Público Eleitoral e objeto necessário de busca e apreensão.

. Até a semana passada, o Cpers vinha mantendo fingida posição de neutralidade, mas esta semana abriu o jogo e passou a gastar dinheiro para eleger seus candidatos.

CLIQUE AQUI para examinar o material do Cpers, com postagem paga.

Aécio e FHC pedem povo nas ruas contra a podridão do PT

Aécio quer reeditar as jornadas de junho, conclamando o povo para voltar às ruas, varrendo a devassidão moral e a incompetência do governo Dilma. 

As lideranças do PSDB tentam neste final de campanha realizar atos em diversas capitais para tentar resgatar o espírito das "jornadas de junho".

. A poucos dias do segundo turno, convocação promete radicalizar os ânimos do País. Eis a conclamação de FHC:

- Sou neto de nordestino, tenho orgulho disso. Nós aqui de São Paulo precisamos estar juntos com vocês todos, nós todos juntos em indignação contra essa podridão que está havendo no Brasil.

. Num dos videos, FHC disse estar mobilizado pela mudança.

. Com o País dividido entre os bandidos e os mocinhos, os tucanos vão à guerra declarada por Lula, Dilma e o PT, que prometem não deixar "pena sobre pena de tucano sobre o solo brasileiro", conforme a presidente anunciou em Minas.

STJ declara ilegal a greve da Polícia Federal

O STJ decidiu hoje que é ilegal as greve da Polícia Federal.

Ibope fará nova boca de urna para a RBS

 A RBS vai pagar R$ 130.300,00 ao Ibope para que ele faça nova pesquisa boca de urna no RS, domingo.

. No primeiro turno, o Ibope errou até boca de urna.

Doleiro Youssef desmente denúncia contra Sérgio Guerra e PSDB. "É tudo armação do PT", avisou.

A defesa de Alberto Youssef afirma que dono do Labogen, Leonardo Meirelles, está mentindo ao dizer que ele ‘trabalhou’ para tucanos,s egundo informaram esta tarde os repórteres do Estadão, Ricardo Brandt e Fausto Macedo.

. Antes, de manhã, Hermes Magnus, o empresário que denunciou o doleiro Youssef e seu comparsa, o deputado Janene, mandou e-mail ao editor avisando que a fala de Meirelles parece ter sido combinada para servir aos interesses do PT contra a candidatura de Aécio.

. O caso serviu de mote para Dilma, que surpreendeu Aécio no debate do SBT.

. O uso da informação foi combinado para ajudar Dilma no debate.

. Leia mais:

A defesa de Alberto Youssef informou que vai apresentar ainda nesta quarta feira, 22, à Justiça Federal em Curitiba (PR) um pedido de impugnação do depoimento de Leonardo Meirelles – suposto testa de ferro do doleiro nas indústrias farmacêuticas Labogen. Em depoimento na segunda feira, 20, Meirelles afirmou que ele mantinha negócios com o PSDB e com ex-presidente nacional do partido senador Sérgio Guerra (PE), morto em março.

O criminalista Antônio Figueiredo Basto, que defende Youssef, disse que pedirá ainda uma acareação entre os dois – o doleiro e Meirelles são réus em um dos processos da Operação Lava Jato, sobre superfaturamento nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.


“Meu cliente afirma peremptoriamente que nunca falou com Sérgio Guerra, nunca teve negócio com ele e nunca trabalhou para o PSDB”, afirmou o criminalista Antônio Figueiredo Basto. “Estamos pedindo uma impugnação do depoimento do Leonardo e uma acareação entre eles.”

CLIQUE AQUI para saber tudo.

. A seguir, o editor conta de que modo foi montada a farsa para comprometer o ex-senador Sérgio Guerra (eles escolheram um morto, que não pode mais se defender, pasra impor suas mentiras) e também o PSDB, visando favorecer Dilma no debate com Aécio. O título do comentário é: Entenda como a canalha mentiu para comprometer o PSDB no caso Petrolão.

Dono de quase 5 milhões de votos no Rio, Romário grava para programa de Aécio

Dono de quase 5 milhões de votos para o Senado no Rio de Janeiro o ex-jogador Romário gravou nesta quarta-feira, em Brasília, um depoimento que será exibido amanhã à noite, no programa de TV de Aécio Neves.

. Romário é considerado grande trunfo para campanha de Aécio na busca de votos nestes últimos dias no terceiro maior colégio eleitoral do Brasil.

. Nos últimos dias várias personalidades da música, cultura, esportes tem aderido a campanha tucana. Na noite de ontem que apareceu foi o consagrado ator Lima Duarte, considerado por muitos do mesmo quilate de Chico Buarque, que apareceu na campanha de Dilma. Por sinal a qualidade de personalidades que aparecem nas duas campanhas mostra bem o diferencial de propostas das duas candidaturas.

Confira abaixo algumas personalidades (ou não) que apoiam Aécio e Dilma:

- Aécio -

Vôlei: Bernardinho, Ana Paula, Geovani.
Futebol: Romário, Ronaldo, Zico, Dadá Maravilha.
Musica: Chitãozinho, Leonardo, Zezé de Camargo, Bruno, Cesar Menotti e Fabiano, vete Sangalo, Rogério Flausino (Jota Quest).
Ator: Lima Duarte, Milton Gonçalves, Ary Fontoura, Rosamaria Murtinho, Mauro Mendonça, Marcos Palmeira, Maite Proença e Luana Piovani.
Apresentadores: Luciano Huck, Danilo Gentilli.

- Dilma -

Xico Sá, Serjão Lorosa, Chico Buarque, José de Abreu, Paulo Beti, Carlinhos Brown, Camila Pitanga, Emicida, Ziraldo, Gregorio Duvivier (Porta dos Fundos) e Zelia Duncan.

Luciana Genro abre o voto para o pai no RS

A ex-deputada Luciana Genro, candidata derrotada do PSOL à Presidência, vai votar no pai, Tarso Genro (PT),  no segundo turno da eleição para governador do Rio Grande do Sul. O favorito na disputa é José Ivo Sartori (PMDB).

Assim Luciana acaba de se pronunciar ao blog: “Um voto de filha para pai. E porque o PMDB não é nem será uma alternativa para melhorar a vida do povo''.

. Agora a família está unida, porque Luciana deverá levar junto os votos do ex-marido, do marido atual e do filho. 

. Isto quer dizer que a líder do PSOL acha que o PT é uma alternativa para melhorar a vida do povo. 

- No seu círculo mais íntimo, Tarso só não conseguiu virar o voto do seu vice, Beto Grill, que abriu voto em José Sartori e Aécio. 

Tesoureiro do PT teria cobrado propina também em Itaipu

Segundo denúncia de um dos operadores do mensalão, João Vaccari teria pedido até 12% de "comissão" para abastecer campanhas do partido

O site da revista Istoé de hoje informa que o  tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, acusado de arrecadar propina no esquema de corrupção da Petrobras que teria beneficiado a campanha de Dilma Rousseff em 2010, também estaria envolvido em operações irregulares dentro da Itaipu Binacional e do fundo de pensão da empresa, o Fibra, segundo reportagem do jornal “O Globo” desta quarta-feira .

. Vaccari Neto é membro do Conselho de Administração de Itaipu.

. Um dos seus colegas no Conselho é o ex-governador gaúcho Alceu Collares.

. De acordo com a publicação, a denúncia contra Vaccari foi feita pelo operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro, identificado como um dos operadores do esquema do mensalão.

. Em pelo menos duas ocasiões, segundo o “Globo”, Funaro acusou Vaccari de cobrar propina em operações com fundos de pensão – na CPI dos Correios, em 2006, e na das ONGS, em 2010. Questionado pelo Ministério Público Federal, o operador disse que o tesoureiro do PT chegava a cobrar 12% de “comissão”. O dinheiro serviria para alimentar o caixa dois das campanhas políticas do Partido dos Trabalhadores.

. Em 2010, Funaro sugeriu à CPI dos ONGS que Vaccari - nomeado para o conselho de administração de Itaipu por Dilma em 2003, quando ela era ministra de Minas e Energia – fosse investigado por seus negócios dentro da empresa e de seu fundo de pensão. Na ocasião, segundo o jornal, o operador disse que o tesoureiro do PT tinha um relacionamento “umbilical” com o grupo Schahin, que tem contratos bilionários com a Petrobras e com Itaipu Binacional.

. A empresa de Foz do Iguaçu cedeu terrenos e projetos para a construção da Universidade Latino Americana, a cargo do consórcio Mendes Junior/Schahin, ao custo de R$ 241 milhões, com aditivos posteriores de R$ 13,9 milhões. A obra foi paralisada pelo consórcio sob o argumento de “desequilíbrio financeiro”. O TCU conclui que a falha estava no projeto feito por Itaipu.

Dica de livro, Ana Serres - TI - Entenda seu cliente

Com  quase três décadas de experiência no setor da Tecnologia da Informação (TI) , a gaúcha Ana Serres lançará dia 8 de novembro, 15 horas, na 60ª Feira do Livro de Porto Alegre, seu primeiro livro com o título “TI-Entenda seu Cliente”. 

. 104 páginas 
. Imprensa Livre

. A autora apresenta um sistema inédito para o profissional-usuário economizar tempo e recursos financeiros, permitindo ao cliente antecipar uma série de cuidados para informatizar com mais segurança suas atividades empresariais.  O livro -que é o primeiro de uma série de três obras- oferece um método original para que o próprio profissional-usuário torne-se protagonista e autor do processo. Para o Mestre em Informática pela PUCRS, Henry Muratore de Oliveira, “a originalidade da obra consiste na proposição de uma nova etapa dentro do chamado ‘Ciclo de Vida’ de um sistema (seja ele um projeto, serviço, software ou produto)”. Segundo Ana Serres, a aplicação do método permite uma redução em até 80% nos trabalhos de TI.  O objetivo final é liberar as pessoas de tarefas rotineiras, passíveis de automação, permitindo que os indivíduos troquem informações de forma transparente, possibilitando melhor grau de confiabilidade no processo como um todo.
- Ana Serres, natural de Santiago,  é especialista em Sistemas de Informação, Análise de Sistemas e licenciada em Matemática pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atuou por vários anos como programadora e analista em diferentes empresas gaúchas, tornando-se Consultora em Tecnologia da Informação (TI).


Contatos pelo email: anaserres10@gmail.com 

Artigo, Astor Wartchow - O triunfo da mediocridade

O acirramento das relações pessoais e a discórdia social que estamos vivenciando e colhendo são frutos semeados e plantados sob a retórica do messianismo, da demagogia e da manipulação estatística. Era previsível. Afinal, a história é farta em ensinamentos. Nestas circunstâncias, rotineiramente demonstra como tudo começa, como se desenvolve e como terminará. Faz alguns meses, eu dizia: “Mais algum tempo e mais alguns fatos da mesma natureza, e estaremos todos nos perguntando quando tudo isso começou realmente? E, no mesmo parágrafo, concluía: “...tudo indica que vivenciaremos um deprimente, populista e despolitizante processo eleitoral.” E aqui estamos, a quatro dias da eleição presidencial, compelidos a tomar uma dramática decisão.O processo eleitoral tem demonstrado e confirmado denúncias, intrigas e difamações pessoais produzidas em escala industrial, cínica e eufemisticamente chamadas de “desconstrução do adversário”.Não à toa, o empobrecimento dos debates, das idéias e o desgaste das relações institucionais têm-se revelado expressivo e lastimável.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Tribunal de Contas quer saber por que razão CEEE não quer reajustar suas tarifas antes das eleições

Acaba de chegar na CEEE um ofício do presidente do Tribunal de Contas ,atendendo pedido do procurador Geraldo da Camina, solicitando , em um prazo de 5 dias úteis, justificativa do porquê da CEEE ter solicitado o adiamento do aumento da tarifa de energia.

A CEEE pressionou a Aneel com enorme vigor para impedir o aumento das atuais tarifas de energia elétrica, cujos valores estão defasados, adiando tudo para o próximo governo, isto com o objetivo de poupar o governador Tarso Genro de más notícias às vésperas das eleições de domingo.

. A medida eleitoreira foi aceita ontem pela agência federal.

. O aumento pedido pela CEEE foi de 34,7%.

. O reajuste impediria prejuízos milionários para a companhia, inclusive porque as outras distribuidoras – AES e RGE – já cobram as novas tarifas.

. Além de Gerson Carrion, o presidente, esteve em Brasília, ontem, para pressionar a Aneel, também o secretário de Infraestrutura e Logística, João Vitor, que admitidu:

- Ao não reajustar, o caixa da CEEE será afetado.

. Ele não está nem aí para o fato de que a estatal poderia quebrar. Eis sua inocente explicação para assumir os prejuízos:

- É (a CEEE) uma companhia pública, evidente que ela tem que visar o lucro para garantir a sua capacidade de investimento, mas também tem que garantir que a economia do Estgado se desenvolva.

. O secretário negou que a medida fosse eleitoreira.

. O presidente da CEEE, Gerson Carrion, até já sabe como enfrentará a perda de receitas:

- Vamos reduzir custos e vender bens.

. A CEEE jamais conseguiu reduzir custos, mas poderá vender bens, como se sabe, até mesmo o carro que serve ao presidente.

. O que se sabe é que a sua incompetente diretoria e o governo ineficaz atual gaúcho jamais teriam condições de administrar de modo competente a maior companhia gaúcha de energia elétrica.


- Jamais qualquer governo conseguiu governar o enorme elefante branco em que se transformou a CEEE. 

"Multidão" foi caminhar em Porto Alegre com Tarso e o chefe do Mensalão.

As fotos ao lado foram obtidas pelo editor no seu iPhone, 13h30min de hoje, no momento em que falava Lula. Elas registram a movimentação de ativistas do PT no Largo Glênio Peres, defronte à prefeitura.

. Os flagrantes são da “multidão” que foi prestigiar a passagem do chefe do Mensalão, Lula da Silva, e seu fiel escudeiro, o governador Tarso Genro, que com a prestigiosa presença do
seu líder encerrou a campanha de rua pelo Piratini.

. Lula perdeu as duas últimas eleições presidenciais no RS, uma para Alckmin e outra para Serra.

. Dilma está perdendo também esta eleição, conforme Ibope de hoje.

- Após o evento com o chefe do mensalão uma procissão de CC´s tomou conta da Av. Borges de Medeiros em direção ao Centro Administrativo e ao Palácio Piratini.

. Tarso não permaneceu até o final do comício, porque teve que participar de debate na Rádio Guaíba, o mais agressivo até agora. Num determinado momento, ambos travaram esta dura discussão:

Tarso acusou Sartori de, pela primeira vez, "atacar com termos pessoais". Ele se referia às novas propagandas do peemedebista, que, segundo Tarso, o tratam como "mentiroso e alucinado". O ex-prefeito caxiense respondeu dizendo que quem começou foi seu adversário:

– Não precisa se fazer de vítima. Quem disse pela primeira vez que eu não sou uma pessoa séria foi o senhor, mas talvez o senhor não veja o próprio programa. O que dissemos e vamos continuar dizendo é que o senhor promete, promete, promete e não cumpre.

BB fecha agências em Porto Alegre para seu pessoal participar da caminhada do chefe do Mensalão e Tarso


As agências do Banco do Brasil da “Borges de Medeiros” (ao lado da antiga CRT) e da “Jeronimo Coelho” (em frente a CEEE) estavam abertas até as 10h30 para saques caixas eletrônicos. Após as 11h foram fechadas com aviso de “SEM ENERGIA ELETRICA”.

. Ninguém lembrou de apagar as lâmpadas internas das agências. 

. Foram todos instruídos a comparecer à caminhada puxada por Tarso e pelo chefe do Mensalão, o ex-presidente Lula, que veio a Porto Alegre para apoiar os candidatos do PT ao Piratini. 

. O Banco do Brasil foi aparelhado pelo PT. Um dos seus diretores, Henrique Pizzolato, condenado como ladrão no julgamento do Mensalão, fugiu e foi capturado na Itália, onde está preso até hoje. Ele desviou R$ 44 milhões do BB para corromper políticos e eleitores, mas também a si mesmo. .
 
. Clientes do BB tiveram que encontrar caixas 24h para realizar saques, pagando taxas altíssimas de juros.

- As fotos são do editor no seu iPhone.

Escândalo de líderes do PT do RS com Pronaf já produziu pelo menos um suicídio em Santa Cruz

O editor soube esta tarde que um dos 6 mil agricultores lesados nos casos dos empréstimos falsos obtidos por líderes petistas gaúchos junto ao Pronaf acabou se suicidando em Santa Cruz do Sul.

. O caso é investigado pela Polícia Federal, foi objeto de extensa reportagem da Folha, hoje (leia abaixo) e envolve o PT do RS.

. Escutas telefônicas vazadas hoje em São Paulo dão conta de conversas que citam o deputado Gohn Gass e o ex-ministro do MDA, Pepe Vargas. 

Dinheiro sujo do Pronaf, governo Dilma, foi usado para campanhas eleitorais do PT no RS

No dia 2 de outubro o editor postou a informação a seguir em primeira mão. Já se passaram 20 dias e até agora os mandatos de busca e apreensão expedidos pela Justiça não foram cumpridos, tudo para não fazer marola nas eleições de Dilma e Tarso Genro, o que tem causado enorme desconforto na Polícia Federal. O coitus interruptus saiu pelas mãos do Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, o Engavetador da República de Dilma e Tarso.

. Dilma e Tarso, que passam o tempo todo acusando FHC por ter seu Engavetador Geral da República, agora possuem o seu próprio modelito.

. O dinheiro do Pronaf foi desviado sob as barbas do ministro do MDA, o gaúcho Pepe Vargas, que aparentemente agiu em conjugação com o deptado Bohn Gass e outros líderes do PT, tudo para financiar campanhas eleitorais no RS.

. Leia a notícia do dia 2, que chegou a causar estupor:

Pelo menos 60 agentes da Polícia Federal deslocaram-se para Santa Cruz nessa segunda-feira, 29, e acabaram tendo que retornar a Porto Alegre sem cumprir mandatos de busca e apreensão envolvendo interesses do MST.
Trata-se de um inquérito que envolve parlamentares com foro privilegiado, como é o caso do deputado Elvino Bohn Gass, PT do RS. O inquérito tem a ver com verbas federais do Pronaf. O recuo obedeceu ordens expressas vindas de Brasília, do governo Dilma Roussef, do PT. A operação foi desativada depois de tensas negociações.

Aécio avisa que no domingo o Brasil vai se livrar da infâmia e da mentira cavalgadas por Lula, Dilma e o PT

Durante entrevista coletiva em Goiânia, presidenciável do PSDB, Aécio Neves, convocou eleitorado “a libertar o Brasil do período da corrupção, do desgoverno, da irresponsabilidade, da infâmia e da mentira”

. Segundo ele, a campanha vai passar para a história como a de mais baixo nível pela ação do governo.

. Aécio informou que, das últimas 22 inserções do PT no rádio e na televisão, 19 tinham como objetivo desqualificá-lo e atacá-lo.

. Sobre as últimas infâmias de Lula em SP, Belo Horizonte e Recife, disse Aécio:

- Lula transformou-se em chefe de uma facção criminosa, da qual muitos membros estão presos na Papuda. A partir de domingo, todos serão varridos para a lata de lixo da história. 

Pizza Hut abre outro restaurante em Porto Alegre, desta vez na Praça Libanesa

A Pizza Hut, maior rede de pizzarias do mundo, está investindo cada vez mais no mercado brasileiro para conquistar novos consumidores. Na segunda quinzena de outubro, a cidade de Porto Alegre receberá mais uma unidade da rede, que estará localizada no bairro Jardim Lindóia, em frente à Praça Libanesa.

. O novo restaurante completará a grade de restaurantes da rede na cidade de Porto Alegre, que já possui outras cinco unidades.

PF e MPF investigam Bohn Gass, Pepe Vargas e o PT no desvio de dinheiro do Pronaf

A Folha de S. Paulo de hoje foi atrás do assunto, que no RS vem sendo mantido em absoluto silêncio, já que a chamada grande mídia não quer desagradar o PT e o governador Tarso Genro e nada publica. As notícias que surgiram, só apareceram uma semana depois que o editor revelou que a PF suspendeu uma operação que já tinha iniciado em Santa Cruz. Era uma busca e apreensão. Abortada, houve tempo para que todos escondessem provas. A PF do RS continua amordaçada por decisão do ministro Teori Zavascki, a pedido do MPF, tudo para não criar marola eleitoral capaz de prejudicar Tarso e o PT. Leia a reportagem da Folha, que implica os deputados Bohn Gass e Pepe Vargas, como também as campanhas do PT no Estado. 

Interceptações telefônicas feitas pela Polícia Federal com ordem judicial levantaram indícios de que dinheiro desviado do Pronaf, o programa de incentivo à agricultura familiar, foi usado em campanhas eleitorais do PT no Rio Grande do Sul.

. A investigação, denominada Operação Colono, resultou em inquérito que passou a tramitar no Supremo Tribunal Federal por ter indícios do suposto envolvimento do deputado federal reeleito em 2014 Elvino Bohn Gass (PT-RS), que tem foro privilegiado.

. O inquérito revela que dinheiro liberado na forma de empréstimos do Pronaf contraídos no Banco do Brasil em nome de produtores rurais entrou nas contas de uma associação de Santa Cruz do Sul (RS), a Aspac, e de lá seguiu para contas pessoais de dirigentes e ex-dirigentes da entidade. Em seguida houve saques em espécie e transferências para outras contas. A PF quebrou o sigilo de 107 contas bancárias e concluiu que a associação recebeu em créditos, repassados por 26 mil depósitos, um total de R$ 104 milhões de 2006 a 2012. Desse volume, R$ 85 milhões vieram do Pronaf.

. Laudos da PF mostram que dirigentes e familiares recebiam recursos da associação em suas contas bancárias pessoais. O vereador Wilson Rabuske (PT-RS), segundo o laudo, recebeu R$ 700 mil, e sua mulher, R$ 324 mil. Outro ex-candidato a vereador pelo PT recebeu R$ 126 mil. Conforme informações da Receita à PF, o casal Rabuske anotou uma diferença de R$ 2,15 milhões entre o que foi declarado ao fisco como renda entre 2007 e 2011 e o valor que entrou em suas contas.A PF interceptou 13 aparelhos telefônicos, incluindo os de Rabuske. Numa das conversas, um homem que a PF identifica como sendo representante da Aspac disse a um produtor rural que a entidade tinha dificuldades para cobrir dívidas que atingiam R$ 1 milhão. Mas que políticos estavam ajudando na arrecadação de dinheiro.

. Segundo a interceptação, havia um motivo para esse esforço. "Muito dinheiro foi pra campanha do Wilson [Rabuske] e pra campanha do Bohn Gass. [...] E essa dívida que existe está muito ligada a isso", disse ele. Na mesma conversa, o homem da Aspac disse como Bohn Gass agiria para quitar dívidas com o BB. "Vai ser uma espécie de caixa dois, mas [Gass] é o cara que vai ajudar a resolver isso."

. Em outra gravação, Bohn Gass teve uma conversa interceptada, ao telefonar para Rabuske. Ele contou que atuava junto ao então ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas (PT), para conseguir decretos que permitissem renegociação de dívidas de produtores. Ele agradeceu a Rabuske "pela parceria".

. Em 2007, o ministério havia repassado R$ 642 mil à mesma associação para "palestras" e "visitas técnicas". Ao enviar o caso ao STF, a juíza Karine da Silva Cordeiro disse que o relatório indicava de forma clara e consistente suposto envolvimento de Bohn Gass com

Mediador do debate na Radio Guaiba segue a linha de colegas da RBS

A Rádio Guaíba realiza nesta quarta-feira o último debate entre os candidatos ao governo do Estado. Tarso Genro, do PT, e José Ivo Sartori, do PMDB poderão discurtir pautas e apresentar propostas a partir das 13h30min, com a mediação dos jornalistas Taline Oppitz e Juremir Machado da Silva.

. De acordo com o regulamento aprovado previamente pelos representantes dos dois candidatos, o debate será dividido em três blocos que preveem enfrentamento direto entre os postulantes ao Palácio Piratini. Não haverá sorteio de temas definidos para as perguntas entre os candidatos.

. Confira acima o twiter nada isento do jornalista Juremir Machado, um dos mediadores do debate. Ele já tem posição firmada sobre os dois candidatos, sobre o governo e a oposição e mesmo assim o grupo Record o escalou para ser mediador.

. As duas colegas de Juremir, mais importantes colunistas da política da RBS, Carolina Bahia e Rosane Oliveira, tiraram notas tímidas para avisar que suas imagens e áudios de laudação ao governo Tarso Genro não foram cedidas por elas.

Noblat diz: "Depois de Lula e Dilma, podem roubar à vontade no Brasil.

Dilma guardou silêncio por mais de mês sobre o escândalo de corrupção que reduziu à metade o valor da Petrobras.

O escândalo tem a ver com o desvio de recursos para enriquecer políticos que apoiam o governo e financiar campanhas. A de Dilma, inclusive.

Por que na semana passada, finalmente, Dilma avisou a jornalistas que a entrevistavam: “Houve desvio, sim!”?

Primeiro: o desgaste de continuar fingindo que desconhecia o escândalo estava pegando mal junto a formadores de opinião.

No artigo a seguir, o jornalista Ricardo Noblat diz que depois de Lula e Dilma pelo governo, ou seja, depois dos governos do PT, cujos principais líderes estão na cadeia e outros ainda soltos, quem quiser roubar poderá fazê-lo sem constrangimento no Brasil. Leia:

Segundo: Dilma se sentiu confortável para reconhecer o escândalo ao saber que políticos do PSDB também meteram a mão na grana da Petrobras.

Ora, se todos roubam por que não podemos roubar? Se todos são uns pilantras por que não podemos ser?

E daí?

Daí, nada.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Nos túneis repaginados da antiga Brahma, shopping Total, Porto Alegre.
Ao meio dia, almoço expresso e à la carte. Também jantar.
Vá hoje ao meio dia. 
www.famigliafacin.com.br

Artigo, Luís Milmann - Os totalitários da participação popular

Neste artigo para este site, Luis Milmann, professor de Filosofia e jornalista, explica que há uma lógica perversa e contínua na prática comunista desde o seu surgimento no século XIX. 

Leia tudo:

O Manifesto Comunista de 1848, as atas dos atuais Foro de São Paulo e Forum Social Mundial, assim como a decretocracia da Venezuela e. agora, do Brasil, com a edição do Decreto dos Conselhos Populares, reproduzem o modelo de captura das relações humanas, em todos os níveis, pelo estado. No Manifesto, Marx e Engels partiam da noção de classe, logicamente opaca para seus próprios autores. Registro que a análise sine ira do marxismo, calcada na lógica elementar, muitas vezes instiga mugidos de altercação em hordas de ruminantes intelectuais, mas não se deixa abater pela algaravia. Distantes do discernimento, imunizados contra o debate de ideias por um sistema de crenças espesso, por um crosta ideológica, aqueles que entoam loas à salvação proletária, não são capazes sequer de entender que o que se predica de um membro de uma classe não pode ser predicado da classe. Por exemplo, a classe das mulheres vesgas não é vesga. A classe das colheres tortas não é torta e a classe dos operários oprimidos não é oprimida.Classes são constructos lógicos e qualquer tipo de realismo metafísico que apliquemos a elas esboroa-se, juntamente com paradoxos, para os quais o genial Marx não atentou, a uma porque não entedia de lógica e, a duas, porque a lógica de sua época ainda não chegara aos níveis de complexidade da nossa. Marx, que se deteve tanto na crítica da economia de seu tempo, faz parte da pré-história em termos de lógica de primeira ordem. Isto é fato. Somente indivíduos como Paul Singer, Marco Aurélio Garcia, Ideli Salvatti, Leonardo Boff e Tarso Genro insistem em permanecer como herdeiros daquele troço abstruso de Hegel, a dialética, com a qual fazia ginásticas mentais o austero Caio Prado Júnior, um de seus grandes cultuadores brasileiros .

. Os irrefreáveis perdigotos que chegaram até mim, certamente não resultaram de minha crítica à metástase comunista per se, mas da salivação de militantes que ainda mantêm sob guarda severa os segredos do enlace, no Partido dos Trabalhadores, entre o cristianismo e o marxismo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Nos túneis repaginados da antiga Brahma, shopping Total, Porto Alegre.
Ao meio dia, almoço expresso e à la carte. Também jantar.
Vá hoje ao meio dia. 
www.famigliafacin.com.br

Banca privada farta-se com greve selvagem no Banrisul

A cada dia que passa a banca privada mais agradece aos bancários que paralisam há quase um mês as operações do Banrisul.

Nos túneis repaginados da antiga Brahma, shopping Total, Porto Alegre.
Ao meio dia, almoço expresso e à la carte. Também jantar.
Vá hoje ao meio dia. 
www.famigliafacin.com.br