ASSISTA O COMENTÁRIO DE HOJE:


sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Procurador da República pede ao STF retorno à prisão de Renato Duque, o diretor do PT na Petrobrás

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF parecer defendendo que Renato Duque,  ex-diretor de serviços da Petrobras, operador número l do PT na direção da Petrobrás, volte à prisão. Segundo Janot, as medidas de substituição à prisão, como apreensão de passaporte e proibição de viajar para fora do país, são insuficientes para evitar uma fuga de Duque, investigado na Operação Lava Jato. Ele diz que Duque "possui inúmeras possibilidades de se evadir por inúmeros meios e sem mínimo controle seguro, especialmente se consideradas as continentais e incontroladas fronteiras brasileiras"

Aécio denuncia destruição da Petrobrás e quer imediata CPI

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, agora de visual novo, com barba e bigode, ao estilo petista, afirmou nesta sexta-feira que a Petrobras foi destruída e defendeu a criação imediata de uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias de corrupção contra a estatal.
"Do ponto de vista das denúncias sucessivas, das denúncias que não cessam de irregularidades de corrupção no governo, devemos centrar fileiras para já, imediatamente, nesta semana colhermos as assinaturas necessárias à recriação da CPMI da Petrobras, além de outras que estão sendo também cogitadas".
Mais cedo, o líder do PSDB na Câmara, deputado Antonio Imbassahy (BA), defendeu a criação de quatro CPIs em 2015. Além da Petrobras, o tucano ressaltou que é preciso investigar o setor elétrico – os apagões recentes e o aumento das tarifas – os bancos públicos e os fundos de pensões.
Questionado sobre os impactos que a investigação Lava Jato vem causando nos investimentos da petroleira, Aécio disse ser "uma vergonha". "Destruíram a nossa maior empresa e não tiveram sequer a capacidade de agora, reconhecendo os desvios, minimizar essas perdas. Hoje, a perda de grau de investimento feita pela Moody's é uma sinalização clara de como o mundo vê o Brasil e não é só a Petrobras".

O senador prosseguiu: "Infelizmente, o que o Brasil hoje está provando é o veneno, o fel de um governo que agiu irresponsavelmente ao longo de todos os últimos anos. Tudo que denunciamos durante a campanha eleitoral hoje aparece para a população brasileira de forma absolutamente cristalina (...). Portanto, cada vez mais vai ficando claro que quem venceu as eleições foi a mentira".

Indústria fecha dezembro com queda de 5,5% no consumo de energia

O consumo industrial de energia fechou dezembro do ano passado com retração de 5,5%, conforme dados da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgados nesta sexta-feira pela Empresa de Pesquisa Energética Nacional (EPE). De acordo com os números, é a pior demanda ao Sistema Interligado Nacional (SIN) desde junho.

A retração de dezembro de 2014, que superou até mesmo a expectativa da EPE, contribuiu decisivamente para que o setor encerrasse 2014 com queda acumulada de 3,6% entre janeiro e dezembro.

Também influenciou o comportamento global do setor energético que fechou o ano passado com um crescimento de apenas 2,2%, o menor resultado desde os -1,1% de 2009, quando da crise econômica global iniciada no final de 2008.

Policiais civis fazem "Marcha em Prol da Segurança Pública" em Porto Alegre

Está marcada para o dia 8 de fevereiro, a partir das 10h , a Marcha em Prol da Segurança Pública, convocada pela Comissão de Representantes dos 650 concursados da Polícia Civil que aguardam ser chamados pelo Governo do Estado.

Com apoio da UGEIRM Sindicato, o evento, que sairá da frente ao Monumento ao Expedicionário da Redenção e segue até a Usina do Gasômetro, busca reunir os policiais civis do Estado e demais interessados para defender a segurança pública.

PDT fecha com Luiz Henrique para presidir o Senado

O PDT decidiu nesta sexta-feira apoiar o senador Luiz Henrique (PMDB-SC) na disputa contra Renan Calheiros (PMDB-AL) pela presidência do Senado. O partido, que conta com seis senadores na Casa, recebeu o catarinense em sua sede, em Brasília, para selar o apoio.

Na reunião os seis senadores do PDT se dividiram: enquanto Zezé Perrela (MG) apoiava a candidatura de Calheiros, o líder Acir Gurgacz (RO) e o novato Telmário Mota (RR) se mantiveram reticentes. Já Cristovam Buarque (DF) e os também novatos Antônio Reguffe (DF) e Lasier Martins (RS) manifestaram preferência por Luiz Henrique.

A reunião também fechou questão em torno das eleições a presidência da Câmara, decidindo pelo deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP).

Dólar sobe quase 3% e fecha janeiro em alta

O dólar fechou com a maior alta desde setembro de 2011 nesta sexta-feira, aproximando-se 2,70 reais e anulando completamente as perdas vistas em janeiro para encerrar o mês com avanço.

O dólar avançou 2,96 por cento, a 2,6894 reais na venda, após chegar a 2,6919 reais na máxima da sessão (+3,06 por cento). Em janeiro, a divisa acumulou alta de 1,15 por cento.

Petrobras despenca e derruba Bovespa em janeiro

A Petrobras voltou a catalisar as perdas da bolsa paulista nesta sexta-feira, após a estatal ter seus ratings rebaixados pela Moody's, contribuindo para que o Ibovespa ampliasse queda acumulada em janeiro.

A baixa do pregão não foi maior por conta da mineradora Vale e de ações de exportadoras, favorecidas pela alta dólar ante o real.

Segundo dados preliminares, o Ibovespa teve queda de 1,84 por cento, a 46.882 pontos. No mês, o índice perdeu 6,2 por cento. O giro financeiro do pregão foi de 7,87 bilhões de reais.

Ministro de Minas e Energia: "Não teremos apagões no próximo trimestre"

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, descartou o risco de apagão nos próximos três meses, mas disse que o governo prepara um programa de eficiência energética a ser lançado nesse prazo. A adoção das ações, que não foram detalhadas, coincidirão com o início do período seco no País, que vai de maio a outubro.

"Vamos lançar um programa de eficiência energética que com certeza vai ter um impacto muito positivo. Estamos trabalhando nisso e esperamos que nos próximos 60 a 90 dias tenhamos um conjunto de ações", disse na sede do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), onde se reúne neste momento com representantes da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para discutir as medidas.

Freeway ultrapassou 100% da capacidade nesta sexta-feira

O movimento rumo ao litoral do Rio Grande do Sul já é intenso no início da tarde desta sexta-feira. A Concepa, concessionária que administra a Freeway – trecho da BR-290 que liga a Região Metropolitana ao litoral norte -, informa que até as 13h30 cerca de 14,2 mil veículos já havia passado pela vida.

Ao todo, 114 mil veículos devem passar pela Freeway nesta sexta e sábado em direção às praias. O feriado de Navegantes, praticado em muitas cidades na próxima segunda-feira, deve atrair ainda mais veranistas. Para hoje, são esperados 60 mil veículos na via.

- Quem trocou o litoral pela serra gaúcha encontrou tempo bom com temperaturas muito baixas para essa época do ano. Em Gramado a temperatura foi de 14 graus de madrugada e inicio da manhã desta sexta-feira. Durante o dia as máximas chegam a 24 graus.

Chávez morreu meses antes do anúncio oficial, diz ex-agente venezuelano

O ex-presidente venezuelano Hugo Chávez teria morrido dois meses antes do anúncio oficial de seu falecimento, de acordo com uma denúncia feita por Leamsy Salazar, ex-responsável pela segurança do mandatário.

Segundo Salazar, familiares, irmãos e filhos de Chávez teriam colaborado para ocultar a data da morte do então presidente a fim de obter vantagens políticas.

A morte de Chávez foi anunciada em 5 de março de 2013. Ele morreu aos 58 anos de idade, após uma longa batalha contra um câncer na região pélvica e de uma infecção respiratória aguda. O ex-presidente chegou a receber tratamento em Cuba e ficou internado por meses.

- Agora se for confirmada essa informação resta saber se Lula, Dilma e Wagner não sabiam ou estavam fazendo teatro na foto.

PIB dos Estados Unidos cresceu 2,4% em 2014

A economia dos Estados Unidos cresceu 2,4% em 2014, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Departamento de Comércio do país. A expansão ficou acima da registrada em 2013, de 2,2%.

Os dados são prévios e ainda vão passar por revisão.

Dividido, PT não indica apoio a Renan

A bancada dos senadores do PT não decidiu, em reunião nesta sexta-feira, para qual candidato vai o voto do partido na eleição para a presidência do Senado, neste domingo, 1º de fevereiro.

O Palácio do Planalto faz pressão para que eles apoiem a reeleição de Renan Calheiros (PMDB-AL).

Nos bastidores, parlamentares, a exemplo de Jorge Viana (PT-AC), já manifestaram simpatia pela candidatura de Luiz Henrique (PMDB-SC).

Aécio reaparece com "cara" de petista

A foto ao lado foi postada pelo deputado federal presidente do PSDB de Pernambuco, Bruno Araújo, na sua página no Facebook, na noite desta quinta-feira ao lado do seguinte texto:
Agora em Brasília. Nosso Senador Aécio de visual “provisório”. Faremos nessa sexta nossa primeira reunião com a nova Bancada de Deputados Federais na preparação à oposição a esse governo que está desmantelando o Brasil.

O “visual provisório” depois de um mês de férias é composto de barba e o cabelo bem mais cheio do que na campanha presidencial.

Em outros tempos, barba era sinônimo – quase um símbolo – dos “companheiros” do PT, principalmente por conta da imagem construída pelo ex-presidente Lula a partir do movimento sindical no ABC paulista no final dos anos 1970.

- Nesta sexta-feira, Aécio Neves decidiu que vai apoiar a candidatura do catarinense Luiz Henrique da Silveira (PMDB), que deve disputar a vaga de presidente do Senado com Renan Calheiros (PMDB-AL).

Petista Marisa Formolo pede desculpas mas não devolve medalhas da famiglia

A deputada do PT Marisa Formolo (na foto com o irmão) emitiu uma nota, nesta sexta-feira, a respeito das em medalhas que deu a seus familiares em cerimônia na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Ele pediu desculpas à sociedade gaúcha, a seus eleitores e ao Legislativo gaúcho em razão do ocorrido. 

"Em nenhum momento, quis que minha atitude fosse vista como um ato de vaidade para enaltecer meus parentes", diz o texto. "Ao homenagear outras pessoas da minha família, num total de nove Medalhas da 53ª Legislatura, queria fazer um reconhecimento da importância da família como base da sociedade", justifica. 

A deputada, contudo, não se manifestou sobre uma possível devolução das medalhas, sugerida pela comissão executiva do Diretório Estadual do PT/RS na semana passada.

Consumidor começa o ano pessimista com inflação e desemprego

O brasileiro inicia 2015 mais pessimista com o desenrolar da economia do que começou 2014. A maioria da população está com mais medo de ver a inflação disparar e o desemprego aumentar. O sentimento foi mapeado pelo Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), divulgado nesta sexta-feira, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O indicador caiu 4,6% em janeiro na comparação com dezembro e está 8,5% menor que no primeiro mês de 2014. "Foi a terceira queda consecutiva do indicador, que está 6,1% abaixo da média histórica, que é de 111,1 pontos", disse a CNI.

Dólar chega a subir 3% e encosta em R$ 2,69; Bolsa cai quase 2%

O dólar chegou a subir 3% na tarde desta sexta-feira, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, caía. Por volta das 14h45, a Bolsa tinha queda de 1,9%, a 46.854 pontos.

No mesmo momento, o dólar comercial avançava 2,83%, a R$ 2,686 na venda. Investidores analisavam o resultado do PIB (Produto Interno Bruto) dos Estados Unidos do quarto trimestre, divulgado nesta manhã.

No contexto brasileiro, o Banco Central deu continuidade às intervenções diárias no mercado de câmbio, vendendo 2.000 contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda futura de dólares) com vencimento em 1º de setembro deste ano.

Deputado Vanderlan Vasconcelos denuncia trenzinho da alegria no apagar das luzes da gestão de Gilmar Sossela

O deputado estadual Vanderlan Vasconselos (PSB) formalizou junto à Procuradoria Geral de Justiça denúncia de inconstitucionalidade na Lei Estadual que cria o Plano de Cargos e Salários da Assemblpéia do RS. Sartori não quis promulgar e o presidente Gilmar Sossela fez isto hoje. O documento foi entregue a Ivory Coelho Neto, procurador-geral de Justiça em exercício. Ele sugere que o órgão proponha uma ação de inconstitucionalidade com relação ao art. 29 da Lei 14.688/2014.
Vanderlan questiona a legalidade do PL que institui o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos e reorganizou o Quadro de Pessoal Efetivo da Assembleia.
“No entanto, no apagar das luzes, o artigo 29, criou 46 cargos em comissão, ligados à Presidência, destinados a CCs que ingressaram na Assembleia antes de 1998”, afirma.
 “Essa criação de cargos comissionados contrapõe-se frontalmente com o princípio insculpido no art. 20, da Constituição Estadual, que consagra a prévia aprovação em concurso público como condição de acesso aos cargos públicos, facultada a livre nomeação apenas para funções relevantes, de direção e assessoramento, cujo exercício reclame uma relação de confiança entre nomeante e nomeado.
Há evidente burla ao princípio do prévio concurso, sem falar na afronta aos princípios da moralidade, da impessoalidade e da eficiência, quando a legislação impugnada patrocinou o alargamento do leque dos cargos em comissão, subtraindo a possibilidade de acesso aos cargos públicos pela via convencional e legítima do concurso público”, completa o deputado.

No documento entregue ao procurador-geral de Justiça, Vanderlan sustenta ainda que “a proposta contempla situações particulares, especialmente a de CCs mais antigos na Casa, ferindo de morte o princípio da impessoalidade. O projeto em questão não apresenta uma exposição de motivos para justificar a criação de tais cargos”

Secretários assumem por um dia, suplentes vão para casa, ajuda de custo de R$ 20 mil vai para o deputado por um dia

Em jogada surpreendente e inesperada, articulada pelo próprio presidente da Assembléia, Gilmar Sossela, PDT, todos os deputados estaduais que viraram secretários estaduais reassumiram seus mandatos por um dia, nesta sexta-feira. Alguns deles, como Giovani Feltes (Fazenda) e Márcio Biolchi (Casa Civil) nem esperarão pela posse dos membros da nova legislatura, agendada para amanhã, sábado, já que no domingo estarão em Brasília para suas próprias posse na Câmara dos Deputados. O novo governo só não ficou acéfalo por muito pouco, porque também saíram secretários como Pedro Westphalen, Ernane Polo, Lucas Redecker,  Miki Breier e Burmann. O que acontece é que todos terão direito a uma ajuda de custo de R$ 20 mil, dinheiro que é pago para os deputados ou os suplentes que estiverem no exercício do mandato no último mês da legislatura de 4 anos. Resolução da Mesa da Assembléia, já garantiu salário (R$ 20 mil) e ajuda de custo (R$ 20 mil) em dezembro, uma espécie de 13o. Em fevereiro, primeiro mês da nova legislatura, de acordo com a mesma Resolução da Mesa, todos terão direito a R$ 25 mil de salário do mês e mais R$ 25 mil de ajuda de custo. São R$ 40 mil em dezembro, R$ 40 mil em janeiro e R$ 50 mil em de fevereiro. Westphalen, Polo, Redecker, Breier e Burmann assumirão novo mandato neste sábado, coisa que fará também Fábio Branco, eleito em outubro para a Assembléia e que é o atual secretário do Desenvolvimento.

Secretário não aceita nomes do PMDB, insiste com PP e impasse deixa EGR sem presidente

O Conselho de Administração da EGR, a estatal criada pelo governo Tarso para cuidar dos pólos rodoviários pedagiados, não conseguiu eleger a nova diretoria na reunião de hoje. Houve impasse. O PMDB indicou dois nomes para presidente, mas o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, não aceitou nenhum deles. Diante do impasse, Ney Michelucci, PP, aprovado para diretor Financeiro, responderá interinamente pela presidência.O PP quer que ele seja nomeado em definitivo para a presidência. O cargo de diretor Técnico foi para Milton Cypel, que não foi bem absorvido pelo Piratini em função de problemas que ele enfrenta por ocasião da sua tumultuada passagem pelo Daer (governo Tarso) mas Beto Albuquerque insistiu e levou.

Ministra da Agricultura, Kátia, se licencia para assumir Senado e se casar.,Dilma e Kassab, dois solteirões, serão os padrinhos do casal de noivos.

Elas perderam o pudor -  A ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), se licencia do cargo neste sábado, 31, para tomar posse como senadora reeleita no domingo, 1º de fevereiro. Após a solenidade, prevista para se iniciar às 10 horas da manhã, Kátia se prepara para subir ao altar e se casar com o engenheiro agrônomo Moisés Gomes Pinto. O evento será no início da noite, na Catedral de Brasília, sendo que entre os padrinhos estão a presidente Dilma Rousseff e o ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), ambos solteiros há mais tempo do que se imagina e aparentemente pouco dispostos a buscar em casamento formal alguém para dizer que é seu.

Com rating reduzido pela Moody's, cotações das ações da Petrobrás desabam na Bolsa

Ações da estatal abriram em forte queda nesta sexta-feira 30 depois de a empresa ter tido todos os ratings rebaixados pela agência Moody's: às 13h45min, o papel PETR4 caía 6,17%, enquanto o PETR3, 5,55%. A Petrobras caiu ontem pelo segundo dia seguido, depois da divulgação do balanço sem as baixas contábeis pelos desvios identificados na Lava Jato e da teleconferência feita em seguida. Na quarta-feira, os papéis fecharam em baixa de 11%. A Fitch, apesar de dizer que o balanço não tem impacto imediato na nota da Petrobras, ressaltou que, com ele, a petroleira amplia as incertezas. Pressionada por PIB dos EUA e Petrobras, Bolsa cai 1,33% no início da tarde. As pressões pela imediata demissão de Graça Foster são cada vez maiores. O amadorismo político por parte da presidente Dilma e de Graça Foster, decorrente da produção de "um número gigantesco e fantasioso" no relatório da Petrobras, R$ 88 bilhões, continua sendo motivo de escândalo e estupor, porque a própria estatal reconhece a cifra como "imprestável" e "assustadora".

CANCELAMENTO DAS REFINARIAS PREMIUM QUEBRA EXPECTATIVA DA INDÚSTRIA BRASILEIRA E DEVE AGRAVAR CRISE NO SETOR DE ÓLEO E GÁS

Ao lado, o sonho do Pólo Naval do Jacuí, que virou fumaça por causa do Petrolão - Nesta reportagem do boletim de Web, Petronotícias,  Daniel Fraiha (daniel@petronoticias.com.br), existem informações muito relevantes para a cadeia produtiva que de alguma forma está ligada ás obras e serviços da Petrobrás. A perda do contrato de US$ 700 milhões pela Iesa, Charqueadas, RS, é apenas uma das pontas do iceberg. Nem se sabe ainda o que haverá com o Pólo Naval de Rio Grande. O editor recomenda a leitura atenta do material, que vai na íntegra.  A maré negativa está deixando os empresários do setor de óleo e gás brasileiros sem novos horizontes. São tantas notícias ruins, que fica difícil para os executivos e para as empresas se planejarem, num momento em que não só a economia nacional passa por agruras, como o principal motor da indústria de petróleo nacional, a Petrobrás, está no meio da maior crise de sua história. Agora, com a decisão da estatal de cancelar os projetos das refinarias Premium I, no Maranhão, e Premium II, no Ceará, assim como com a suspensão do segundo trem de refino da Rnest, o mercado perde as poucas esperanças que ainda tinha em novas obras no setor, restando pouquíssimos grandes empreendimentos em desenvolvimento no Brasil, quase todos focados no segmento offshore. A novidade é quase que um complemento, no mau sentido, da decisão da Petrobrás pela contratação de empresas estrangeiras para a construção dos módulos para os FPSOs replicantes, que antes estavam sendo feitos pela IESA. A consequência direta e indireta é o que pode haver de mais agravante para o futuro do Brasil: um esvaziamento contínuo da nossa engenharia, como já aconteceu no passado e deixou marcas profundas no País. O Petronotícias foi ouvir membros da indústria brasileira de petróleo e gás para saber como a notícia foi recebida e quais os impactos que ela deve gerar, na visão deles. Alguns executivos divergem um pouco da forma de encarar o assunto – com a lembrança de que a origem das refinarias Premium não partiu da área técnica da Petrobrás, mas sim de uma decisão política do Governo -, mas um sinal claro de como a informação foi recebida é que as palavras “péssima” e “ruim” estão entre as mais ouvidas nas respostas sobre o que acharam da decisão de cancelar os projetos. Veja a seguir as opiniões de Antônio Müller, Presidente da Abemi, Cesar Prata, Presidente do Conselho de Óleo e Gás da Abimaq,Marcelo Bonilha, Diretor Superintendente da EBSE, José Adolfo Siqueira, Diretor Executivo da Abitam, Guilherme Cruz, Presidente da EBCI, Sergio Salomão, Presidente da IMC Saste, e Márcio Cancellara, Presidente da Projectus Consultoria.
CLIQUE AQUI para ler todas as opiniões.


Bancada federal gaúcha rachou: Cunha,15 votos e Chinaglia, 14 votos cada um; Júlio Delgado, 4.

A bancada gaúcha de deputados federais está bastante dividida para as eleições de domingo na Câmara. Eduardo Cunha e Arlindo Chinaglia estão quase empatados. Segundo pesquisa do editor, o resultado, hoje, seria o seguinte: Eduardo Cunha, PMDB, 15 votos; Arlindo Chinaglia, PT, 14 votos; Júlio Delgado, PSB, 4 votos. No segundo turno, os quatro votos de Delgado migrarão para Eduardo Cunha. A posição de Chinaglia melhorou muito nas últimas horas. O deputado Luiz Carlos Busatto, que o editor localizou em meio a um rodeio em Lagoa Vermelha, disse esta tarde que os ministros de Dilma passaram a trabalhar muito por Chinaglia. Ele mesmo foi chamado a Brasília no meio da semana, recebendo apelo do ministro Armando Monteiro. Veja quem vota em quem:

EDUARDO CUNHA
Luiz Carlos Heinze,PP
Danrlei de Deus, PSD
Alceu Moreira, PMDB
Giovani Feltes, PMDB
Onyx Lorenzoni, DEM
Afonso Hamm, PP
Osmar Terra, PMDB
Márcio Biolchi, PMDB
Jerônimo Goergen, PP
Sérgio Moraes, PTB
Covatti Filho, PP
Perondi, PT
Renato Molling, PP
Zé Otávio, PP
Perondi, PMDB

JULIO DELGADO
Nelson Marchezan Junior, PSDB
Heitor Schuch,PSB
Jose Stedile, PSB

ARLINDO CHINAGRLIA
Paulo Pimenta, PT
Marco Maia,PT
Busato, PTB
Henrique Fontana, PT
Maria do Rosário, PT
Marcon, PT
Giovani Cherini, PDT
Pepe Vargas, PT
João Derly, PCdoB
Bohn Gas, PT
Carlos Gomes, PRB
Pompeo de Mattos, PDT
Fernando Marroni, PT
Afonso Motta, PDT

Gasolina fica mais cara a partir de domingo

Apesar de a presidente da República negar, o Banco Central confirmou que haverá um tarifaço em 2015. Na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada ontem, o BC estimou que os preços administrados terão alta de 9,3% no ano, ante uma previsão de 6%.

As projeções contidas no documento apontam que a energia elétrica encarecerá 27,6%, a gasolina, 8% – sobretudo pela volta da incidência da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), a partir de domingo, e de PIS/Cofins –, o butijão de gás, 3% e as tarifas de telefonia fixa, 0,6%.

Paulão, o mais novo membro do governo Sartori, desfiliou-se do PCdoB para assumir diretoria na secretaria do Turismo

Manuela, ao lado,  atraiu Paulão - Quando foi advertido por companheiros do PMDB de que acabara de convidar um membro ativo do PCdoB para a importante diretoria de Esportes da secretaria de Turismo, o secretário Juvir Costella tratou de chamar o jogador Paulão, Paulo André Jukoski da Silva, que imediatamente se dispôs a promover sua desfiliação do Partido da deputada Manuela D'Ávila. O editor pesquisou os registros de filiação do PCdoB e constatou que Paulão filiou-se ao PCdoB em 2009 e pediu desfiliação depois de convidado pelo governo Sartori, dia 13 de janeiro, o que o habilitou a assumir o cargo. Na época da filiação, 9 de outubro de 2009, foi desta forma que o jornal Vermelho saudou a filiação de Paulão: "O PCdoB do Rio Grande do Sul realizou a sua 15ª Conferência neste final de semana, em Porto Alegre. O encontro, etapa estadual do 12º Congresso, debateu a proposta de um Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento para o Brasil. Mas também enfatizou o enfrentamento da crise vivida pelo estado desde a chegada da tucana Yeda Crusius ao governo. Os comunistas gaúchos defenderam a formação de um bloco que apresente um projeto de desenvolvimento capaz de "recuperar a auto-estima do estado". O destaque do ato de abertura, ocorrido no sábado, foi a filiação do campeão olímpico e mundial de vôlei Paulo André Jukoski da Silva: Paulão". O PCdoB não quis falar sobre a desfiliação de Paulão. CLIQUE AQUI para examinar o jornal e examinar as fotos defiliação do jogador. 

Biolchi sai da Casa Civil para assumir na Câmara. Seu substituto, Janir Branco, irá dia 9 para o comando do Porto de Rio Grande.

Márcio Biolchi, que como o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, era deputado estadual, deixará hoje a Casa Civil e viajará em seguida para Brasília, onde assumirá a posição de deputado Federal. Seu substituto na Casa Civil é Janir Branco, ex-prefeito de Rio Grande, seu adjunto, que no dia 9 assumirá a superintendência do Porto de Rio Grande.

Entenda por que Eduardo Cunha é o melhor candidato à presidência da Câmara dos Deputados

A votação da presidência da Câmara dos Deputados e da Mesa Diretora ocorrerá no dia 1º de fevereiro, neste domingo, dia de posse dos deputados eleitos nas eleições do ano passado.  A votação será em forma secreta e os membros da Mesa Diretora, incluindo o presidente, deverá conquistar os postos com maioria simples dos membros da Câmara dos Deputados. O número de deputados é de 513, sendo necessário 257 votos para evitar o segundo turno das eleições. O cargo de presidente da Câmara dos Deputados, ganha importância porque a ele compete organizar a pauta de discussão e de votação dos projetos no plenário daquela Casa Legislativa. Além da função de presidir a Câmara dos Deputados, o presidente da Casa é segundo na linha de sucessão da presidência da República, figurando como sucessor na falta do presidente e do vice-presidente da República, interinamente. 
Eduardo Cunha, PMDB/RJ, é o único entre os candidatos que poderá colocar na pauta o "impeachment da Dilma". O futuro presidente da Câmara é desafeto político da Dilma de longa. Só esta condição já é mais que suficiente para defender seu nome como candidato favorito.

Artigo de David Coimbra, Zero Hora: vou sair de Cerveró no Carnaval

Meu filho aproveitou a tempestade para fazer um boneco de neve na sacada. Os olhos e o nariz ele montou com três toquinhos de cenoura. Um olho ficou bem mais baixo do que o outro, aí é claro que o boneco foi batizado de Cerveró. Agora trabalho com o Cerveró me encarando com seu olho esquerdo. O direito, não. O direito fita, triste, a parede nua.

Juro que foi só depois de chamarmos o boneco de Cerveró que o Cerveró de carne e osso, não o de neve e cenoura, anunciou que vai processar quem fizer máscaras de Cerveró no Carnaval. Será que o nosso boneco de neve rende processo? Levei medo. Tenho vontade de pedir para o meu filho chutá-lo sacada abaixo, mas o guri se afeiçoou a ele.

Eu mesmo, confesso, simpatizei com Cerverozinho. Gostei tanto da pequena criação do meu filho, que acho que ela é bonita. Tem um olho sempre a boiar e outro que agita; tem um olho que não está, meus olhares evita, e outro olho a me arregalar sua pepita.


Mas nem toda a poesia do Chico Buarque haverá de consolar o Cerveró humano. Ele está decidido a levar quem gozar dele para as barras dos tribunais.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Feltes assume na Câmara sem cumprir promessa de fazer full disclosure sobre herança maldita do governo Tarso

Saiu nesta sexta-feira cargo, o secretário gaúcho da Fazenda, Giovani Feltes, que viajará as 14h para Brasília, porque assumirá como deputado Federal e domingo votará em Eduardo Cunha para presidente da Câmara.  Ele permanecerá em Brasília até quinta-feira, quando se licenciará, voltando para a secretaria. Seu substituto é Luiz Alberto Bins. Giovani Feltes viaja sem cumprir a promessa de reunir a imprensa e mostrar a radiografia (full disclosure) das esgualepadas finanças públicas. Ele alega que seu pessoal não conseguiu reunir todas as informações e dados. O que ele sabe com certeza é que os cofres públicos estão raspados, que não tem dinheiro suficiente e nem perspectivas de obtê-lo, mas que além disto possui contas deixadas pelo governo anterior e despesas sem cobertura, que crescem a cada dia. O governo prevê receita de R$ 47,9 bilhões para este ano, mas as despesas são calculadas por baixo em R$ 5,4 bilhões a mais do que este total. Somente os aumentos concedidos por Tarso e deixados para Sartori pagar, responderão por 11,9% do crescimento do total das despesas deste ano. 

"Custo Petrobras", por Carlos Alberto Sardenberg, O Globo

Na sua coluna de hoje do jornal O Globo, Carlos Alberto Sardenberg conta que há menos de seis anos, em 17 de setembro de 2009, o então presidente Lula apresentou-se triunfante em uma entrevista ao jornal “Valor Econômico". Entre outras coisas, contou, sem meias palavras, que a Petrobras não queria construir refinarias e ainda apresentara um plano pífio de investimentos em 2008. Leia mais sobre as paranóias de Lula na época e as perfídias que praticou contra a Petrobrás: “Convoquei o conselho da empresa", contou Lula. Resultado: não uma, mas quatro refinarias no plano de investimentos, além de previsões fantásticas para a produção de óleo.
Duas seriam refinarias Premium, uma no Maranhão, com previsão de refino de 600 mil barris/dia, a maior do país, e outra no Ceará, para 300 mil barris/dia.


CLIQUE AQUI para ler tudo. CLIQUE AQUI para ler, também, coluna Mônica Bérgamo de hoje, Folha de S. Paulo: "Camargol Correia acerta delação premiada no Petrolão".

Conjugue com Dilma: Eu menti, vocês mintam...

Na sua coluna de hoje no jornal O Globo, Ricardo Noblat faz uma pergunta inquietante, ao mesmo tempo em que concede a resposta: "Sabe por que a presidente Dilma Rousseff não concede entrevistas desde as vésperas do Natal do ano passado? Porque se sentiria obrigada a mentir. Como mentiu para se reeleger". Leia todo o artigo a seguir. 

Deve achar que para se reeleger valeu a pena mentir. Mas que para continuar mentindo e justificar as mentiras passadas, o preço a pagar seria mais alto.

O silêncio dela, pois, não trai nenhum arrependimento por ter mentido à farta durante a campanha eleitoral. Trata-se apenas de pura e legítima defesa.

Dilma pode ser tudo, menos boba. Não se conhece aqui ou lá fora um bobo que tenha chegado ao poder. E ali se mantido por um tempo razoável.


Uma parte dos erros que Dilma cometeu na condução econômica do seu primeiro governo se deveu de fato à sua incompetência. De ótima gestora, como foi vendida por Lula, não tinha nada.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

SP e Mato Grosso promulgam lei que manda dar prazo de 15 dias antes de inscrição no SPC

Desde o começo do mês os paulistas ganharam alguns direitos antes de serem incluídos nos cadastros de devedores, como Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) e Serasa.Uma das mudanças é que o consumidor seja informado, via correspondência com aviso de recebimento, da existência da dívida. Além disso, antes da negativação, deve ser dado prazo de 15 dias para que ele quite o débito. As novidades foram publicadas no último dia 9 com a Lei 15.659/2015.

O editor conversou por e-mail com advogada do escritório paulista Andrade Maia, Carolina Motta, e ela conta que até então o Superior Tribunal de Justiça (STJ) tinha o entendimento de que o consumidor precisava ser comunicado, mas de que não havia necessidade de apresentação do aviso de recebimento.

Ela destaca que também o Mato Grosso, na terça-feira, dia 20, publicou legislação (Lei 10.260) que prevê a obrigatoriedade do aviso de recebimento para inserir o nome do devedor nos cadastros. Apesar de as duas leis terem sido publicadas quase simultaneamente, não existe qualquer relação entre elas.

O editor soube também nesta sexta-feira que a supervisora de assuntos financeiros do Procon-SP, Renata Reis, tem posição de  que a comunicação do consumidor já estava prevista no Código de Defesa do Consumidor (CDC). "Mas não tinha esse acréscimo, dizendo que teria que ser por escrito, com aviso de recebimento", lembrou ela. 

Segundo Renata, especialmente na situação de endividamento, os consumidores não têm ideia de seus direitos. Não informar a natureza da dívida e o meio que a gerou, por exemplo, seria uma violação.

Outra lei paulista, a 14.953 de 2013, prevê que o consumidor precisa ser informado do valor originário da dívida, assim como dos adicionais referentes a juros, multas, taxas, custas, honorários ou outros. Se a informação for dada por telefone, deve ser gravada e ficar disponível para consulta.



De acordo com especialistas gaúchos consultados pelo editor, a inscrição do nome do consumidor nos cadastros de devedores é talvez o maior recurso à disposição das empresas para a cobrança de dívidas. Isso porque ir à Justiça, principalmente para cobrar pequenas dívidas, sai muito caro e inviabilizaria a atividade comercial diante da impunidade dos caloteiros.

Fim tumultuado de festa do governo do PT faz TCE antecipar exames das contas do governo Tarso

O Tribunal de Contas do Estado resolveu antecipar o exame das contas do governo Tarso Genro, tudo diante das denúncias de irregularidades de fim de festa.

TVE fica mais 30 anos na antiga TV Piratini

TVE e EBC selaram ontem acordo para que a emissora estatal estadual do RS permaneça mais 30 anos no prédio que ocupa no Morro Santa Tereza. O prédio era da antiga TV Piratini, do grupo Associados, Assis Chateaubriand.

Governo Dilma arrecada no RS o dobro do que arrecada Sartori

O governo federal arrecadou R$ 5,5 bilhões em dezembro no RS. Este valor é o dobro do que arrecada mensalmente o próprio governo do RS com o ICMS e que mantém o Estado em grave crise financeira.