Assembléia do RS mantém omissão diante de ameaças de morte contra deputado Jardel

É uma temeridade a decisão da Assembléia de não examinar o caso do deputado Mário Jardel, o Jardel, que avisou publicamente que está sob depressão e com a vida ameaçada.


5 comentários:

Anônimo disse...

FALANDO EM MORTE > O CASO CAVALCANTE ?????????????????????????????????

Luiz Vargas disse...

Isto é algo normal por que "quase" se "omitiram" no caso do deputado vendedor de convites a 2500 paus.

Anônimo disse...

O correto é a AL e o MP investigarem as denúncias em conjunto

Anônimo disse...

Estranho a AL não tomar providencias....

Ameaça de morte é algo sério !!

cade a policia ? o MP ?

Anônimo disse...

REALMENTE É UMA TEMERIDADE.

MAS TODAS A LINHAS ACABAM SE CRUZANDO, QUANDO UM FIO É PUXADO OUTROS AOS POUCOS VÃO APARECENDO.

DENTRO EM BREVE TEREMOS NOVIDADES.