Oi anuncia saida de Eurico Telles da presidêencia

Eurico Teles, que comandou a Oi no período da Recuperação Judicial - que agora teve um pedido de prorrogação ainda não definido pela Justiça por mais dois anos - deixará a presidência da operadora no dia 30 de janeiro de 2020. Segundo comunicado da Oi, encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários nesta terça-feira, 10/12, a renúncia de Eurico Teles foi homologada pelo Juízo da 7ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro (“Juízo da Recuperação Judicial”).

O comunicado da saída não tem qualquer relação com a operação deflgarada pela Polícia Federal também nesta terça-feira, na Oi por supostos repasses de dinheiro para a GameCorp, empresa do filho do ex-presidente Lula. O informe é um trâmite obrigatório do processo da recuperação judicial.

O MPF afirma que foi encontrado um e-mail encaminhado para o diretor e conselheiro do grupo Oi/Telemar. No documento consta uma planilha com a informação de “que um repasse, realizado em abril de 2009 para a Gamecorp, no valor de R$ 900 mil, fora deduzido da conta corporativa da Presidência do grupo e classificado como custo de “assessoria jurídica”.

Eurico Telles era diretor jurídico da Oi em 2009 e acumulou o cargo com o de presidente até outubro deste ano.

Conheça os crimes de que é acusado Lulinha. Leia a íntegra do pedido de prisão feito contra o filho de Lula, o líder do PT.

A Polícia Federal acha que família que rouba unida, permanece unida.

A Polícia Federal pediu a prisão de Lulinha, o filho de Lula, investigado, hoje, na mais recente operação da Lava Jato.

Caso a juíza Gabriela Hardt tivesse concordado com a prisão, Lulinha iria para a mesma cela que seu pai frequentou até poucos dias atrás.

Lulinha era considerado o "Ronaldinho dos negócios", segundo Lula.

É isto.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do pedido da PF e as acusações feitas contra Lulinha.

Dica do editor - Saiba o que deu certo em 2019


A Fundação Lemann lista o que deu certo em 2019 e relembra iniciativas que transformam.

CLIQUE AQUI para saber tudo.

Recomendado - Reserve para seu happy hour de final de ano. E vá conhecer, esta noite. Porto Alegre


Exclusivamente cervejas e chopes artesanais (36 torneiras).

RESERVE PARA SEU HAPPY HOUR DE FINAL DE ANO
Celular e WhatsApp ligado o tempo todo: (51) 9.9388-2401


Vá conhecer, hoje. São mais de cem rótulos de diversos Países.
Também petiscos inspirados na gastronomia alemã.

Segurança completa de verdade.

Bom estacionamento de rua, ar condicionado perfeito, também cozinha.

Biermarkt Vom Fass
Rua Barão de Santo Ângelo, 497
Moinhos de Vento
Porto Alegre, RS
Localização, dicas, serviços: www.biermarkt.com.br

CLIQUE AQUI para saber por que o caderno Destemperados, Zero Hora, recomenda o Bier Markt.

Efeito STF: STJ manda soltar até ex-governador do Rio, Luiz Pezão

O STJ mandou soltar o ex-governador do Rio, Luiz Pezão.

O STJ decidiu acatar mudança de jurisprudência do STF, que mandou soltar bandidos cujas condenações não transitaram totalmente em julgado, ainda que tenham sido sentenciados em 1o e 2o graus.

Tribunal de Justiça do RS confirma direito de informar deste blog e condena Tarso Genro ao pagamento das custas e do advogado do editor

O acórdão da Turma Recursal Criminal dos Juizados Especiais Criminais do RS é do dia 5 de agosto, mas só está sendo revelado agora.

O que acontece é que por maioria foi rejeitado o recurso de apelação apresentado por Tarso Genro contra a decisão da juíza da 1a. Vara Especial Criminal, que refutou a queixa-crime apresentada contra o editor. Tarso Genro insistiu em enfiar o editor na cadeia por meio ano, alegando crimes de difamação e injúria, na verdade crimes de imprensa. Os desembargadores Edson Jorge Cechet, presidente e relator, além do desembargador Luís Gustavo Zanella Piccinin votaram por não receber a queixa-crime, enquanto que o revisor Eugênio Couto Terra ficou ao lado do recorrente Tarso Genro. Aliás, o revisor chegou a pedir vistas do recurso, depois de sustentação oral feita pela advogada do ex-governador, Paola Alves dos Santos.

O editor foi defendido pelos advogados Nilton Carvalho, Nathalia de Borba Vernet e Rodrigo Alves (juridico@carvalhovernet.com.br e www.carvalhovernet.com.br

CLIQUE AQUI para ler as 19 páginas do acórdão.
CLIQUE AQUI para ler a apelação.
CLIQUE AQUI para ler as contrarrazões do editor.

Nas contrarrazões à apelação de Tarso Genro, o editor avisou, citando Ayres Britto: "Ou a liberdade de imprensa é completa ou é um arremedo de liberdade"

Somaram consistentes 23 páginas, as contrarrazões que os advogados Nilton Carvalho, Nathalia Vernet de Borba Carvalho e Rodrigo Mateus Cardoso Alves construíram para fulminar o recurso de apelação do ex-governador petista Tarso Genro, tudo no caso da queixa-crime que moveu contra o editor. Inconformado com a rejeição dos pedidos destinados a prender o jornalista Polibio Braga por meio ano e indenizá-lo em R$ 9.540,00, Tarso bateu às portas do Tribunal de Justiça do RS. Nas contrarrazões, os advogados lembraram aos desembargadores que "a Constituição não diz "é livre", diz "é plena a liberdade de informação jornalística", constituindo-se num sobredireito.

As contrarrazões foram protocoladas no dia 16 de abril, 15 dias depois da apelação.

A juiza do 1o Juizado Especial Criminal mandou Tarso Genro pagar as custas judiciais e os honorários do escritório Carvalho Vernet Advogados.

Ao se dirigir à Turma Recursal Criminal, os advogados replicaram este aviso do ex-ministro do
STF, Ayres Britto:

- Ou a liberdade de imprensa é completa ou é um arremedo de liberdade.

Carvalho Vernet Advogados usou Thomas Fleiner para informar que "para cumprir sua função de informar, é necessário que a imprensa possa confrontar as diversas opiniões existentes, porque uma corrente única de opinião, na verdade fabrica a opinião pública, tornando o conteúdo vazio". O mesmo dizia Rui Barbosa, lembraram os advogados: "A imprensa é a vista da nação".

CLIQUE AQUI para ler tudo.
CLIQUE AQUI para ler o recurso de apelação de Tarso.

Artigo, Astor Wartchow - O inimigo público número 1

- O autor é advogado no RS.

O conflito poder x corrupção x ética é um tema permanente em todos os níveis da sociedade e nas organizações públicas e privadas. Logo, não se trata de um problema de exclusividade do setor público.
                
Além da comprometedora imagem negativa, a corrupção nas empresas tem determinado aumento nos custos dos produtos e se constituído em fator de  perda de competitividade no conjunto das relações comerciais, notadamente internacionais.
                
Aliás, não à toa, ultimamente, o combate a corrupção tem sido objeto de legislações extraordinárias, especiais e repressivas em vários países, com graves repercussões nos atuais e futuros tratados e acordos comerciais.
               
CLIQUE AQUI para ler tudo.

Bibo Nunes pede cassação de Luciano Bivar, acusando-o de falta de decoro

O deputado federal gaúcho Bibo Nunes acaba de protocolar na Comissão de Ética da Câmara o pedido de impeachment do presidente nacional do seu Partido, o PSL.

Luciano Bivar é acusado de falta de decoro parlamentar.

Bibo Nunes acostou provas ao seu pedido.

E avisa que o problema de Bivar é falta de decoro e não apenas de decoro parlamentar.

Dica do editor - Saiba como escapar de perfis de internet dos quais você gosta ou desgosta

Aqui vão recomendações simples e práticas para quem quer deixar de seguir perfis nas redes sociais. Tudo sem preocupação ou culpa.

CLIQUE AQUI para saber tudo.

Aumentaram 23% as viagens com bikes de aluguel em Porto Alegre

Porto Alegre conta com 41 estações, localizadas em pontos diversos, com 410 bicicletas disponibilizadas para a população. 

O sistema de bicicletas de aluguel, o BikePOA, bateu mais um recorde de usos no mês, emplacando  91.931 viagens com as laranjinhas pelas ruas de Porto Alegre em novembro. Comparado ao mesmo período de 2018, com 75 mil viagens, o aumento é de 23%. Os dados são da Tembici, operadora do sistema – que conta com apoio do Itaú Unibanco.

Outubro também registrou incremento, com 75 mil viagens, 11% a mais do que no mesmo período do ano passado. 

A aprovação da prisão em 2a. instância é vitória do povo brasileiro

Dica do editor - Será dia 12, 18h, lançamento do livro "Narcotráfico", de Enor Almeida. No Joe & Leo's, Bourbon Country, Porto Alegre.

Consultor, escritor e especialista na área de Segurança Pública e Privada, Enor Almeida lançará seu novo livro, intitulado "Narcotráfico, a praga do século", no dia 12 de dezembro, a partir das 19 horas, no Joe & Leo´s (Shopping Bourbon Country/ 2º piso), Porto Alegre. Esta é a terceira obra assinada pelo gaúcho Enor, depois de "Segurança Privada - Riscos e Desafios" e "Insegurança Pública", todos pela editora Imprensa Livre.

Sanderson, PSL do RS, propõe fim das mordomias dos ex-presidentes do Brasil

O deputado federal gaúcho Ubiratan Sanderson mandou dizer ao editor que acaba de protocolar projeto que acaba com as mordomias dos ex-presidentes.

Sanderson disse que os contribuintes gastam R$ 4,2 milhões por ano com Dilma Rousseff, Lula, Fernando Collor, Fernando Henrique e José Sarney.

Os ex-presidentes não contam com pensões especiais.

O que temem os deputados esquerdopatas que não querem votar o projeto das homeschooling no RS

São muito estranhas as repetidas ausências da deputada Juliana Brizola das reuniões da CCJ da Assembleia do RS, justo quando seria votado seu relatório contrário ao projeto que autoriza o ensino em casa.

A deputada integra um movimento orquestrado de de quatro dos 12 deputados da CCJ, todos realizando manobras regimentais para não votar o projeto do deputado Fábio Ostermann (leia nota a seguir). Os deputados esquerdopatas querem monopólio estatal sobre o ensino e detestam liberdade de pensamento no ofício do magistério.

A CCJ não cumpre o dever democrático de votar.

Juliana Brizola é obrigada a justificar a ausência, mas a Assembleia tem leitura elástica sobre este tipo de manobra.

Juliana Brizola foge de novo e CCJ não vota pela sétima vez

Inimigos do ensino em casa impedem votação e projeto só irá a voto no ano que vem. Juliana Brizola, a relatora, fugiu pela segunda vez da votação.

Pela sétima vez seguida os deputados do PT e do PDT fogem da votação do projeto que autoriza o funcionamento do ensino em casa (homeschooling) no RS, utilizando-se de manobras regimentais escandalosas, tudo no âmbito da Comissão e Constituição e Justiça da Assembleia. Foi esta manhã.

Desta vez, não compareceu de novo a deputada Juliana Brizola, PDT, que não quer levar a voto seu relatório contrário ao projeto do deputado Fábio Ostermann, do Novo.

A CCJ tem 12 membros: Edson Brum e Gabriel Souza, MDB; Pepe Vargas e Luiz Fernando Mainardi, PT; Frederico Antunes e Sérgio Turra, PP; Elizandro Sabino, PTB; Luiz Viana, PSDB; Juliana Brizola, PDT; Zucco, PSL; Elton Weber, PSB e Fran Somensi, Republicano.

Além de Juliana Brizola, estes deputados apelaram para vistas e com isto atrasam a votação: Luiz Mainardi, PT; Sabino, PTB;Weber, PSB, e Fran Somensi, Republicano.

Dica do editor - Acompanhe no Twitter o novo presidente da Argentina

O novo presidente argentino Alberto Fernández, como Bolsonaro, gosta de usar intensivamente o Twitter para se comunicar.

CLIQUE AQUI para acompanhar.

CPMI das Fake News ouve, esta tarde, o suplente do senador Flávio Bolsonaro


A CPMI que investiga notícias falsas e assédio nas redes sociais agendou para hoje à tarde o depoimento do empresário Paulo Marinho, primeiro-suplente do senador Flávio Bolsonaro.

Senado peita o Supremo e CCJ aprova projeto que prevê prisão em segunda instância

O projeto é do senador Lasier Martins.

CLIQUE AQUI para ler o texto do projeto.

No dia em que a Lava Jato foi para cima das patifarias cometidas pelo filho de Lula, o Lulinha, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado peitou o STF e aprovou o projeto de lei que altera o Código de Processo Penal (CPP) para permitir a prisão após condenação em segunda instância. O texto foi aprovado por 22 votos a 1. O senador Rogério Carvalho (PT-SE) foi o único a votar contra a proposta.

Por se tratar de um substitutivo, o projeto de lei ainda precisa passar por turno suplementar na próxima sessão deliberativa do colegiado, que será nesta quarta-feira pela manhã. 

O texto tem caráter terminativo, ou seja, poderia seguir direto para a Câmara dos Deputados. Porém, o PT já anunciou que apresentará requerimento para o texto ser votado no plenário do Senado. O prazo para fazer o requerimento é de cinco dias.

O projeto altera dois artigos do código, o 283 e o 637, e inclui um novo artigo, o 617-A. Na versão apresentada no colegiado, a prisão poderia acontecer “em decorrência de condenação criminal exarada por órgão colegiado”. Na prática, isso garante a prisão após condenação em segunda instância. Pelo texto, ao determinar a condenação, o tribunal determinará a execução provisória das penas. Recursos extraordinários e especiais não terão efeito suspensivo, isto é, não anulam a prisão.

Dica do editor - Nesta quarta, deputados de 7 Partidos falarão na Federasul, Porto Alegre

Deputados do DEM, MDB, Novo, PL, PP, PSB, PSDB e Cidadania falarão amanhã, quarta ao meio dia, na Federasul. O PTB, Partido do presidente da Assembleia, não foi convidado. O tema é "Protagonismo do Parlamento Gaúcho". Dificilmente os parlamentares terão o que falar sobre isto.

Governadores querem R$ 5,3 bilhões do pré-sal para pagar o 13o

O governador Eduardo Leite está hoje em Brasília.

A agenda mais importante do governador está relacionada com a demanda dos governadores estaduais, que querem a antecipação dos R$ 5,3 bilhões a que terão direito pelo chamado bônus  de assinatura pelo megaleilão do pré-sal, realizado no início de novembro.

O dinheiro das empresas que venceram o leilão, pagarão tudo, R$ 69,9 bilhões, no dia 27 de dezembro, ao governo federal.

Dica do editor - Conheça as 10 maneiras mais práticas de evitar os efeitos do jet lag

Quem viaja para o exterior com frequência, aproveitando as ofertas de voos internacionais baratos, já deve estar habituado ao “Jet Lag”, mesmo sem saber o que isso significa. O sentido mais próximo da palavra, em português, é “descompensação horária” ou, em termos médicos, dissincronose. Na prática, o termo representa todo o mal estar causado pela troca de fuso horário.

CLIQUE AQUI para saber mais.

Brasil terá, este ano, maior safra da história. É o que diz o IBGE.

A safra brasileira de grãos será de cravadas 240,9 milhões de toneladas em 2020, superando o atual recorde deste ano por 33,6 mil toneladas.

Os dados foram divulgados hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

As safras 2019 e 2020 serão as maiores da série histórica iniciada em 1975. 

O LSPA (Levantamento Sistemático da Produção Agrícola) estima que 3 produtos tenham um aumento na produção em 2020: soja (6,7%), algodão (2,0%) e arroz (1,0%). Já o milho de 1ª e 2ª safra devem apresentar recuos(-0,8% e -9,8%), bem como o feijão de 1ª safra (-0,3%).

CLIQUE AQUI para acompanhar a previsão do IBGE. O texto é recheado de ilustrações e é de fácil e rápida leitura.

Ao vivo, CCJ da Câmara vota projeto de Lasier que autoriza prisão em segunda instância

O projeto é do senador Lasier Martins. É texto bem enxuto. CLIQUE AQUI para examinar o projeto e sua justificativa.

 

Ao vivo, Lava Jato de Curitiba conta como pegou Lulinha, o filho do ex-presidiário Lula da Silva

Bolsa abre o dia em queda. O dólar sobe.

A Bolsa abriu em queda nesta terça-feira, enquanto que o dólar sobe.

As 10h40min

Bolsa, -0,39%, 110.539 pontos.
Dólar comercial, +0,34%, R$ 4,1450 para venda.

Lava Jato pegou Lulinha. Só de uma tele, ele levou R$ 132 milhões.

A Lava Jato pegou Lulinha, o milionário filho do ex-presidiário Lula da Silva.

O jornal Valor fala em repasses de até R$ 132 milhões da Oi para a Gamecorp, valores que saíram dos cofres da tele durante administrações anteriores e durante os governos Lula e Dilma, PT.

Estilac Xavier já é o novo presidente do TCE do RS

Como antecipou este blog na semana passada, a presidência do TCE do RS passou para o ex-deputado petista Estilac Xavier.

Xavier assumiu ontem a tarde.

A alta cúpula petista foi à posse, inclusive Fernando Haddad e Tarso Genro.

BRDE abre licitação para escolher nova agência de publicidade

O BRDE abriu licitação para escolher sua nova agência de publicidade.

A primeira sessão pública ocorrerá no dia 20 de janeiro em Porto Alegre.

Taxa básica de juros poderá cair para 4,5%. Decisão será tomada hoje pelo Copom.

O Copom poderá anunciar, hoje, a redução dos juros básicos da economia, a taxa Selic, que cairia de 5% para 4,5% ao ano, a mais baixa da história do Brasil.

Polícia Federal devassa agência de propaganda Propeg

A Lava Jato devassa a sede da agência de propaganda Propeg, no Rio.

Lava Jato está atrás de Lulinha, o filho milionário do ex-presidiário de Lula da Silva

Os 200 policiais federais que estão desde o início da manhã nas ruas, seguem os rastros de Lulinha, o filho milionário do ex-presidiário de Lula e que comandou a Gamecorp.

A Lava Jato quebrou os sigilos fiscal, bancário, elefônico e de e-mails dele e dos seus sócios Jonas Suassuna e Kalil Bittar.

As famílias Suassuna e Bittar surgem também no caso do sítio de Atibaia.

Num dos e-mails vazados esta manhã, fica claro que, entre outros valores ilícitos recebidos, a Gamecorp chegou a faturar R$ 900 mil por conta de "assessoria jurídica" prestada a uma das empresas de tele.

Dica do editor - ANJ anuncia: "Nada assusta mais os corruptos do que os olhos da imprensa"

Senado poderá aprovar, daqui a pouco, projeto que autoriza prisões em segunda instância

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado poderá votar nesta terça-feira o projeto do senador Lasier Martins que muda o texto do artigo 283 do Código do Processo Penal, permitindo a prisão após a condenação em segunda instância.

A proposta é o primeiro item da pauta da CCJ, e a reunião está prevista para este momento, 10h. 

Se aprovado, o texto poderá seguir diretamente para a Câmara dos Deputados por ter caráter terminativo.

O plenário do Senado só analisará o tema se houver recurso por parte de senadores, e parlamentares contrários ao projeto já avaliam apresentá-lo.

Saiba por que Dallagnol chamou Gilmar Mendes para o banco dos réus

13 milhões de brasileiros pobres recebem 13o Bolsa Família, hoje, pela primeira vez

13 milhões de brasileiros pobres começam a receber, hoje, pela primeira vez, um 13o Bolsa Família.

Somados 13o e benefício do mês, os contribuintes brasileiros entregarão R$ 5,3 bilhões para toda essa gente.

R$ 5,3 bilhões é o equivalente a um mês e meio de arrecadação de um Estado como o RS.

Dica do editor - Saiba o que as empresas brasileiras esperam e o que pretendem fazer em 2020

No link a seguir, o editor publica a extensa pesquisa feita pela Deloitte junto a empresas que representam 50% de todo o faturamento de tudo que é gerado de riquezas no Brasil. Não é pouco. Trata-se de um material enxutíssimo e que pode ser consultado em apenas alguns minutos. 71% dos pesquisados enxergam de modo positivo o ano de 2020. A pesquisa foi enviada para clientes e mailing próprio da Deloitte. Dada a relevância, o editor publica tudo. A pesquisa mostra expectativas sobre o estado da economia, as ações que se espera do governo e o que as próprias empresas querem fazer no ano que vem.

CLIQUE AQUI para examinar, arquivar para consultas e usar.

Nhonho nomeia Paulo Pimenta para representar a Câmara na posse de Fernández

O presidente da Câmara, Rodrigo Nhonho Maia, indicou o deputado lulopetista gaúcho Paulo Pimenta para representá-lo na posse do novo presidente argentino Alberto Fernández, hoje.

É isto.

Nhonho recrudesceu e está fora de controle.

Saiba por que Valter Nagelstein não sairá, agora, do MDB

Setores do próprio MDB ainda tentam manter o vereador no Partido, que ajudaria a manter a atual bancada de 5 parlamentares na Câmara.

A decisão da direção do MDB de liberar o vereador Valter Nagelstein para que saia do Partido e busque sua candidatura a prefeito pelo PSD, está longe de encerrar o caso.

1) Nagelstein não decidiu se sai ou não, até porque não tem garantias do PSD de que poderá ser seu candidato em 2020.
2) A liberação do MDB não significa que seu suplente, Delegado Cleiton, PDT, deixe de ir a juízo para cassá-lo e garantir a vaga.

Isto significa que Nagelstein só sairá, se sair, na janela de abril, período durante o qual parlamentares, prefeitos e vices poderão sair dos seus Partidos sem risco de perda de mandato.

Assembleia do RS faz homenagem extraordinária a Fernando Haddad, líder do PT

A foto ao lado demonstra o "enorme contentamento" das principais lideranças lulopetistas do RS que foram ontem à Assembleia.

A entrega da maior comenda jamais criada antes pela Assembleia do RS, a Medalha do Mérito Farroupilha, foi entregue ontem ao homem que o ex-presidiário Lula da Silva escolheu como seu poste para as eleições presidenciais do ano passado, o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad.

A homenagem partiu do deputado Luiz Mainardi, PT.

Cada deputado pode homenagear quem bem entender e a indicação não é objeto de decisão do conjunto do Legislativo.


TJRS rejeita agravo ao pedido da OAB contra o novo IPTU


O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul rejeitou agravo interno interposto pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) contra a decisão que havia indeferido a liminar na ação direta de inconstitucionalidade (ADI) proposta pela entidade contra a lei complementar 859/19, que atualiza a planta genérica de valores do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Porto Alegre. A decisão foi unânime e tomada ontem a tarde em sessão do Órgão Especial do TJ-RS. 

O relator do caso, desembargador Rui Portanova, manteve a decisão anterior do desembargador Luiz Felipe Brasil Santos, que havia apreciado o pedido de antecipação de tutela.

Governo Bolsonaro diz que imposto sindical morreu e não voltará

O governo Bolsonaro desmentiu, ontem, a possibilidade do retorno do imposto sindical, especialmente pelas suas mãos.

O aviso foi do secretário da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho.

"É fake news", disse o secretário, referindo-se a nota do blog O Antagonista.

Sob pressão, vereadores poderão acabar com função de cobrador de ônibus em Porto Alegre

Apesar das pressões dos rodoviários, que ameaçam parar Porto Alegre (eles fizeram paralisações pontuais nesta segunda-feira) a Câmara de Vereadores poderá aprovar, amanhã, o projeto que extinguirá gradativamente a função de cobrador de ônibus na Capital.

A base aliada precisa de 19 votos e apesar da defecção de parte dos vereadores do PP, 21 votos estão garantidos. O projeto tramita em regime de urgência e a partir de amanhã trancará a pauta. Sem que seja votado, nada mais será votado na Casa. Os vereadores sofrem pressão direta dos rodoviários, tudo dentro da própria Câmara.

A proposta está em linha com os avanços tecnológicos na área, já que a função de cobrador de ônibus há muito tempo deixou de ser necessária e apenas impõe custo adicional irracional, impactando sobre os preços das passagens.

Terça-feira será dia de sol forte e muito calor no RS

Porto Alegre, 8h30min, 24 graus


Esta terça-feira será novamente de dia quente Rio Grande do Sul.

O céu é azul e o sol é claro em Porto Alegre. Na capital e no interior o sol predominará ao longo do dia.  À tarde, nuvens esparsas podem tornar o dia encoberto.

A MetSul Meteorologia diz que há chance de chuva, especialmente na metade Norte do Estado. 

Em Porto Alegre, a temperatura mínima foi de18°C, e a máxima chegará aos 36°C.

Governo não acredita em greve geral dos caminhoneiros. Paralisação aconteceria no dia 16.

O editor vem recebendo áudios e vídeos com convocatórias alarmantes para uma possível greve dos caminhoneiros no dia 16.

O governo federal acha que é tudo factoide e que negocia diretamente com os líderes do movimento.


Na semana passada, representantes do governo, empresários, sindicatos e federações de caminhoneiros voltaram a se reunir em Brasília para tratar de temas como o custo do frete. Foi a 35ª reunião do Fórum Permanente para o Transporte Rodoviário de Cargas (Fórum TRC). O Fórum TRC representa 2,6 milhões de caminhoneiros, 37.386 empresas, 1.584 sindicatos e 75 federações.

Cpers e mais 29 sindicatos de servidores estaduais prometem protesto gigante para hoje. Será diante do Piratini.

Policiais civis decidirão, esta tarde, se acompanharão os professores na greve contra o pacote. Os professores estão parados há um mês.

30 sindicatos que representam as corporações dos servidores públicos estaduais gaúchos querem mobilizar pelo menos 20 mil dos seus membros para o que chamam de assembleia geral unificada, tudo sob a liderança do Cpers, o sindicato de corte lulopetista dos professores estaduais. O protesto ocorrerá diante do Piratini e ao lado da Assembleia e tem por objetivo exigir a retirada do pacote que trata das mudanças nos planos de carreira e na previdência dos servidores.

O governador, que hoje estará em Brasília, apresentou o pacote para reduzir o déficit fiscal e ajudar a equilibrar as contas públicas, esgualepadas principalmente pela Folha. O pacote, caso seja aprovado, permitirá economia de R$ 25,4 bilhões ao longo de 10 anos.

Ontem a tarde, o governo recebeu apoio público de duas poderosas entidades empresariais, a Fiergs e o Sinduscon, que avisaram que o Estado é de todos e não apenas do funcionalismo.

Deputado Eric Lins vai ao TJRS contra decreto legislativo sobre honorários de sucumbência

A proposta de decreto legislativo foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia e poderá ser aprovado na sessão de hoje da Assembleia.

O deputado Eric Lins, DEM do RS, que é procurador da PGE, ajuizou mandado de segurança junto ao Tribunal de Justiça, tudo com o objetivo de sustar a promulgação de decreto legislativo proibindo o pagamento de honorários de sucumbência para os procuradores do Estado. Em nota ao editor, o deputado Sebastião Melo, criticou a judicialização do tema. O autor da proposta é Edson Brum, MDB.

O pagamento já vem sendo feito desde junho por decisão da própria PGE.

Honorários de sucumbência são valores pagos por partes derrotadas em processos judiciais nos quais são litigantes com o Estado.

200 homens da PF da Lava Jato vão para cima de empresas de tele, web e TV por assinatura

A operação de hoje é desdobramento da Operação Alathéia, aquela que resultou na condução coercitiva de Lula para depor nos casos do triples, Instituto Lula e sítio de Atibaia, que lhe renderam três processos e duas condenações transitadas em 1a. e 2a. instância.

Os 200 policiais federais que estão nas ruas desde o início da manhã, buscam dar desdobramento ao que aconteceu na 24a, etapa da Lava Jato, a operação Alatheia, que pegou o ex-presidiário Lula da Silva como ladrão, 2016. Agora, na fase 69, são apurados crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de influência envolvendo contratos de operadoras de telefonia, internet e TV por assinatura que atuam no Brasil e no exterior.

Segundo a PF, os repasses para uma das empresas teriam chegado a R$ 193 milhões de reais entre 2005 e 2016.

A Operação Mapa da Mina ocorre simultaneamente em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e no Distrito Federal.


Lava Jato está de novo nas ruas

Mais forte depois que resultaram desmoralizados os mais novos ataques que sofreu por parte do site sujo The Intercept e do STF, a Lava Jato voltou a botar suas tropas nas ruas.

A Polícia Federal abriu esta terça-feira com gente atrás de bandidos do colarinho branco.