RS ganhará bastante com o novo Programa Brasil Maior

O deputado gaúcho Renato Molling, PP, conversou nesta terça-feira a tarde com o editor, que o procurou em Brasília.

. O deputado gaúcho foi relator da MP 540, que criou no ano passado o Programa Brasil Maior, e agora ele teve papel relevante na aprovação da MP 563, que melhorou a versão anterior, ampliando de 4 para 11 o número de ramos industriais beneficiados com os incentivos. Entre os ramos contemplados estão vários de interesse do RS, como calçados,couros, confecções e móveis.
 
LEIA entrevista completa de Molling, logo abaixo. 

Deputados gaúchos do PT amarelam e dispensam CPI das Águas

A bancada do PT na Assembleia amarelou em relação à convocação da CPI da Água.

Argentina continua abrindo a fronteira para a entrada de produtos brasileiros

Continua abrindo a conta gotas a fronteira com a Argentina para os produtos brasileiros.

. Inclusive calçados do RS.

Congresso aprova nova LDO e entra em recesso. Eleição vai pegar fogo.

A Comissão Mista de Orçamento aprovou na tarde desta terça-feira (17) o texto-base da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2013, que estabelece as metas e prioridades da administração federal para o próximo ano. Os parlamentares precisam ainda votar 352 destaques (sugestões de mudanças que podem alterar o teor do texto principal aprovado). 

A previsão é de que o projeto da LDO seria votado pelo plenário do Congresso ainda na  terça-feira.

- Entre os grandes números da LDO, ressaltam as previsões sobre o PIB de 2014 (5,5% de crescimento) e o novo salário mínimo (R$ 667,75). O recesso parlamentar de Câmara e Senado dependia da aprovação da LDO. A partir de agora, as eleições pegarão fogo. 

Entrevista, deputado Renato Molling - Entenda melhor o que foi aprovado no Programa Brasil Maior

Renato Molling, deputado Federal, PP do RS

A Câmara aprovou a MP 563, que trata do Programa Brasil Maior, de incentivo a setores industriais deprimidos.
Sim, foi nesta segunda-feira. Agora será a vez do Senado. No início de agosto estará tudo aprovado.

Quais são os eixos principais do que foi aprovado agora?
Na MP 540, do ano passado, o Programa beneficiou quatro ramos industriais: calçados, couros, TI e confecções, mas agora este número passou para 11.

Mas, e os eixos?
Um deles é a redução da carga previdenciária, sendo que os 20% patronal sobre salários transforma-se em 1% da receita bruta.

E na área de impostos?
IPI, PIS e Cofins diminuem muito para esses setores.

Qual o objetivo do Programa?
Reduzir o custo das indústrias, para que elas fiquem mais competitivas diante dos concorrentes estrangeiros, interna e externamente.

RS fica com a presidência do BRDE

Foi nesta terça a tarde a posse do novo presidente do BRDE, o gaúcho Carlos Horn. Seu vice será o paranaense Jorge Gomes Rosa.

. Os demais diretores: Nivaldo Pagliari, Paraná, diretor de Recuperação de Crédito; José Hermeto Hoffmann, RS, diretor Administrativo; Renato Melo Viana, SC, diretor de Planejamento; Neudo de Conto, SC, diretor de Operações.

- Nenhum governador atendeu os convites enviados por Tarso Genro, que resolveu empossar Horn com pompa e circunstância. 


Bier Markt Vom Fass
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012). 

Conheça os possíveis candidatos gaúchos às eleições para o Senado

Nas eleições de 2014, cada Estado disporá de apenas uma das três vagas de senador para a disputa. No RS, esta vaga pertence atualmente a Pedro Simon. Os senadores Ana Amélia e Paim foram eleitos em 2010.

. Os Partidos começam a pensar não apenas nos seus candidatos a governador, mas também para o Senado. No RS, estes são os nomes mais em evidência interna:
PMDB – Pedro Simon, José Fogaça, Germano Rigotto, Osmar Terra e Eliseu Padilha.
PDT – Prefeito de São Borja, Mariovane Weiss.
PSB – Deputado Beto Albuquerque
PT – Ex-governador Olívio Dutra e ministra Maria do Rosário.
PSDB – Ex-governadora Yeda Crusius.

. Partidos como PP e PTB, que também são considerados de grande expressão no RS, trabalham com hipóteses de candidaturas para outros cargos em alianças majoritárias.

Salazar é candidato a vereador do PSDB em Porto Alegre. Ele continua desafiando o PT.

Ex-tesoureiro da DS, a fração neotrotskista do PT do RS, e também ex-assessor dos deputados Raul Pont e Elvino Bohn Gass, Paulo Salazar é candidato a vereador pelo PSDB de Porto Alegre.

. Salazar criou um problemão para o PT, DS, Pont e Bohn Gass, ao denunciar e processar todos eles por confisco de salários, uso de caixa 2, lavagem de dinheiro e dupla jornada de trabalho. Ele quer ressuscitar o debate sobre as denúncias, jamais investigadas pela Assembleia.

DataFolha também aciona pesquisa sobre eleições em Porto Alegre.

Entre quinta e sexta-feiras, os entrevistadores do Datafolha estarão nas ruas de Porto Alegre para abordar 800 pessoas. Eles farão a primeira pesquisa encomendada pela Folha de São Paulo e RBS, após o início da campanha eleitoral.

. Logo, a pesquisa deve sair na edição dominical de ZH.

. Em seis fichas diferentes, o eleitor optará pelo seu candidato a prefeito, mas também terá que dizer qual é a sua religião, o Partido preferido e os principais problemas que enxerga na vida de Porto Alegre.

CLIQUE AQUI para examinar as seis fichas completas da pesquisa que será feita. 

Pais e filhos apostarão em presentes conservadores para o Dia dos Pais em Porto Alegre

Ainda são bem conservadores os pais que querem presentes e os filhos que querem presenteá-los em Porto Alegre, segundo pesquisa da CDL e do Sindilojas sobre as vendas para o Dia dos Pais.

. 95,5% dos entrevistados pela Rohde&Carvalho, admitem que comprarão dois itens para os pais: 
1) camisas, calças, jaquetas ou blusões (52,9%). 
2) calçados (12,4%).

. O presidente da CDL, Gustavo Schiffino, disse ao editor que o Dia dos Pais e mais as liquidações de final de ewstação, farão as vendas crescerem 7,3% sobre a mesma data do ano passado, fazendo girar R$ 53,9 milhões em Porto Alegre.

- A pesquisa completa está no site WWW.cdlpoa.com.br/pesquisas

Artigo, Willen Mantelli - Porto Alegre precisa ser alegre e ter um porto de verdade

O artigo a seguir demonstra simplesmente , o primitivismo das concepções hoje existentes sobre lazer, turismo e logística de produção em Porto Alegre. Ao terminar de lê-lo, tem-se a nítida impressão de que vivemos no último lugar do mundo , no quinto dos infernos. Existe total falta de civilidade  na discussão dos assuntos, falta de planejamento em tudo, e existe completa ignorância sobre o que se passa no mundo. Mas é bem assim: o Rio Grande do Sul está há muito tempo deslocado de tudo o que ocorre no mundo, preocupado somente com seu próprio e lamentável umbigo e com as necessidades imediatas do que se põe sob ele. Nada sabe do que acontece nas capitais do mundo... isolado de tudo. O artigo é de Willen Mantelli, presidente da ABTP.

A cidade e o Estado optaram, acertadamente, em destinar extensa faixa do antigo porto para um empreendimento que embelezará a capital dos gaúchos, criando um novo espaço para lazer, diversão e negócios. Porto Alegre, com a dimensão e a qualidade do projeto de revitalização do antigo cais Mauá, seguiu o caminho de Barcelona, Buenos Aires e outras grandes metrópoles que fizeram de seus antigos portos locais de atração de investimentos turísticos e de lazer para a população.

Toda a estrutura portuária de movimentação de cargas foi deslocada para o cais Navegantes, numa extensão de cerca de oito quilômetros que vai da frente da Rodoviária até próximo à ponte, nos clubes náuticos. Por que os administradores públicos não incluíram esta parte num grande projeto, contemplando esta outra finalidade, junto com a transformação do cais Mauá?
(...)

Certamente, se um modelo semelhante ao que atraiu investidores ao antigo cais Mauá fosse adotado para o porto de Porto Alegre, haveria interessados em fazer do local um importante centro logístico. Não há planos de utilização do trecho após a ponte, onde se localizam perto de uma dúzia de areeiros e concreteiras. O governo estadual quer de volta a área, mas não tem destinação clara para ela. Abrir mão de planejamento, significa o risco de autorizar empreendimentos isolados.
(...)

. Toda movimentação anual de cargas no porto de Porto Alegre,  cerca de 800 mil toneladas, cabe atualmente em dois grandes navios.
(...)

Os programas de governo de atração de investimentos colocaram em segundo plano os portos interiores, não só o da Capital. Os gaúchos pouco aproveitam do privilégio de ter uma via navegável de baixo custo de manutenção que liga diretamente ao porto marítimo.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo.

CLIQUE na foto acima para ver melhor. O cenário é do cais Navegantes, Porto Alegre.

Fortunati receberá representante das teles de celulares esta tarde. Venda e troca de novos serviços para celulares continuam suspensos em Porto Alegre.

O prefeito José Fortunati receberá esta tarde o representasnte do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular, com o qual discutirá a reativação das vendas de chips em Porto Alegre, suspensa nesta segunda-feira por ordem do Procon.

. Além do prefeito, estarão presentes os secretários da área e os vereadores que integram a Comissão do Meio Ambiente da Câmara, vereador Beto Moesh.

. O Procon desconsiderou que a responsabilidade pelos maus serviços em Porto Alegre decorre da legislação restritiva municipal, que é de 10 anos atrás e não corresponde às novas tecnologias do tipo 3G, 4G e até internet de banda larga. Além de impedir a venda de novos serviços, a decisão burra do Procon impede até mesmo a troca de chips, a chamada portabilidade, assegurada por lei federal.

Câmara aprova amplo leque de isenções, regimes fiscais diferenciados e desoneração da Folha de alguns setores. Pacote do Bem quer reanimar economia.

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem a Medida Provisória 563/12, que faz parte do Plano Brasil Maior de estímulo à economia e concede isenção tributária a produtos, estabelece regimes fiscais diferenciados e desonera a folha de pagamentos de alguns setores. A proposta segue agora para votação no Senado.

. Para o deputado federal Renato Molling (PP), presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Setores Coureiro-Calçadista e Moveleiro – setores beneficiados pela MP -, a desoneração da folha é um grande benefício para os setores intensivos em mão de obra. “O Brasil passa por um processo de desindustrialização e precisa de medidas urgentes de incentivo à produção, à exportação e à geração de empregos. São setores intensivos em mão de obra, fundamentais para a economia do País, que precisam de incentivo para continuar competindo”, alertou o deputado. Molling foi o relator da MP 540, que originou a primeira etapa do Plano Brasil Maior, em dezembro de 2011. Entre as medidas mais importantes, estava a desoneração da folha dos setores coureiro-calçadista e moveleiro: em vez de pagarem 20% sobre a folha para o INSS, a título de cota patronal, elas passaram a pagar 1,5% sobre a sua receita bruta. Na MP 563/2012, o percentual foi reduzido para 1%.

MP 564/2012
- Hoje o plenário da Câmara deve votar a MP 564/12, que injeta R$ 45 bilhões da União no BNDES para ampliar sua capacidade de fornecer crédito de longo prazo. O texto também eleva o limite de financiamentos do BNDES com subvenção da União de R$ 209 bilhões para R$ 227 bilhões, desde que os recursos se destinem à modernização do parque industrial, envolvam inovação tecnológica e agreguem valor às cadeias produtivas.


Bier Markt Vom Fass
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012). 

Governo gaúcho do PT faz represália aos escoteiros e despeja Grupo Harmonia do CETE

O governo gaúcho do PT deu ordem de despejo para o grupo de escoteiros Harmonia, que foi fundado há 27 anos e há 17 anos ocupa o galpão 28 do Centro Estadual de Treinamento Esportivo, no bairro Menino Deus, Porto Alegre.

. O PT detesta escoteiros. Nos Países comunistas, todos eles faróis do PT, como é o caso de Cuba, movimento semelhante foi criado com o nome de Pioneiros, mas os princípios e valores são comunistas.A alegação mentirosa para o despejo é de que os escoteiros não promovem práticas esportivas. Os escoteiros gostam de lembrar que seu pessoal só tem uma palavra e que sua honra vale mais do que a própria vida. São princípios e valores que não combinam com os princípios e valores comunistas.

. A mãe de um dos lobinhos do Grupo Harmonia, Giselle Simões, foi para o Facebook reclamar do despejo. Ela convidou as pessoas para conhecerem o grupo, sábado, 10h. Eis o que escreve Giselle:
Só existem dois grupos escoteiros com nome “Harmonia” no mundo. Enquanto o
irmão uruguaio festeja cinco décadas, o daqui -brasileiro e gaúcho com orgulho- tem os dias contados por uma ordem de despejo.O movimento escoteiro se orgulha em ser apartidário, sem vínculo com qualquer religião ou segmento social
.

. O escotismo valoriza o civismo, o respeito ao próximo e tem como especialidades 30 modalidades esportivas.

CLIQUE AQUI para ler a mensagem na íntegra.
CLIQUE AQUI para conhecer o Grupo Harmonia.
CLIQUE AQUI para saber o que é o movimento escoteiro mundial.

FOTO acima: a logomarca ao lado é dos Pioneiros da URSS. A imagem é de Lênin. A outra foto é de Baden Powell, considerado pai do escotismo internacional.

Tarso pensa em avenidão para romper congestionamento crônico na BR-116

- Desde a semana passada, o editor tinha a informação de que o governador Tarso Genro alimenta a idéia de transformar a Rodovia do Progresso (Porto Alegre-Sapiranga) num avenidão. O secretário de Tarso, o deputado Beto Albuquerque, até já comprou a idéia de adotar o projeto de PPP montado pela Odebrecht no final do governo Yeda Crusius, mas os setores fundamentalistas e xiitas guascas que cercam o governador, não podem nem ouvir falar em capital privado e preferem ficar sem rodovia do que trabalhar com projetos do gênero. A nota a seguir é do Jornal VS, São Leopoldo. A proposta já é levada a sério na região do Vale do Sinos. A Rodovia do Progresso foi uma reação de Yeda ao congestionamento crônico da BR-116 e ao projeto maluco da Rodovia do Parque, obra em execução, mas que liga apenas Porto Alegre a Sapucaia.

Porto Alegre  - O projeto da RS-010, a Rodovia do Progresso, segue em estudo dentro do governo gaúcho. Além do projeto desenvolvido pela Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal), feito pela empresa Odebrecht, que já foi apresentado ao executivo do Estado, já se pensa em outras alternativas para a via que ligará a região metropolitana de Porto Alegre e poderá ser uma saída para os engarrafamentos na BR-116.

A nova ideia é a de transformar a RS-010 em uma avenida intermunicipal. Para isso, seria feita a desapropriação das terras ao longo dos municípios por onde a rodovia passará e essas terras serviriam como moeda para a iniciativa privada, com a instalação de zonas habitacionais e zonas industriais. Assim, seriam eliminados os postos de pedágio que constam no projeto da Granpal. “Não posso dar nenhuma informação, porque o grupo técnico vai se reunir e vai examinar o projeto. É uma alternativa que vai ser estudada também, mas por enquanto não dá para falar”, comentou o governador Tarso Genro.

LEIA MAIS: www.jornalvs.com.br

Tarso convoca e faz anúncio com dinheiro público para evento no qual ele é o conferencista principal

O anúncio a cores de duas colunas que o governo estadual publica nos jornais desta terça-feira, assinado pela agência de publicidade Centro, ataca frontalmente os princípios da impessoalidade e da publicidade, exatamente nos termos em que ela é descrita no artigo 37, caput, da Constituição Federal.

. É que se trata da chamada para o evento “Direitos Humanos, Desenvolvimento e Criminalidade Global”, que foi agendado para as 18h no auditório do Ministério Público, sob o patrocínio do Palácio Piratini, que pagou até mesmo as passagens, a comida e a hospedagem para seu convidado especial, o juiz em disponibilidade Baltazar Garzón, afastado das funções na Espanha porque andou grampeando presos e advogados que não devia e não podia.

. O anúncio destaca como atração do evento o próprio governador Tarso Genro. Aliás, somente ele, que é quem paga a conta e os anúncios, funcionará como conferencista, ao lado de Garzón. Entre os nomes do segundo time, os palestrantes, estão também outros companheiros do governador, inclusive do PT, como Maria do Rosário.

- O evento é marcadamente de esquerda e não produz contraditório de espécie alguma, o que até poderia acontecer, desde que o evento não fosse pago com recursos públicos. 

Fortunati vence Manuela na pesquisa espontânea do Correio do Povo

A pesquisa espontânea (sem mostrar nomes aos eleitores) divulgada nesta terça-feira pelo jornal Correio do Povo, demonstra que o primeiro nome que o eleitor pensa como seu candidato a prefeito de Porto Alegre é o do prefeito José Fortunati, que tem 13,1% das intenções de votos.

. Logo em seguida surge a comunista Manuela D'Ávila, com 11,6%.

. Anão ser por Adão Villaverde, PT, com 1,6%, todos os demais candidatos não conseguem sequer 1%.

- A pesquisa é do Instituto Methodus.

Correio do Povo divulga pesquisa e mostra que a comunista Manuela D'Ávila venceria segundo turno com 46,7%

De acordo com a pesquisa estimulada (apresentação dos nomes ao eleitor), a candidata comunista Manuela D'Ávila venceria as eleições em Porto Alegre, obtendo 46,7% dos votos, contra 39,.3% do prefeito José Fortunati.

. Este seria o resultado do segundo turno, com 14% de brancos e indecisos, portanto referente a eleitores que ainda não estão com nenhum dos dois e podem ser conquistados.

. No primeiro turno, Manuela venceria por menor margem: 38,6% contra 33,5% de José Fortunati.

. Os demais colocados: Adão Villaverde, PT, 7,54%; Roberto Robaiana, Psol, 1,8%; Wambert Di Lorenzo, PSDB, 1%; Érico Corrêa, PSTU, 0,9%; Jocelin Azambuja, PSL, 0,4%.

. Os candidatos com maiores índices de rejeição são José Fortunati, 17,3%; Adão Villaverde, 16,6%; Manuela D'Ávila, 16,4%.