Só reunião e discurso não resolverão a situação da segurança pública em Porto Alegre

O prefeito José Fortunati e o vice, Sebastião Melo, irão nesta sexta-feiras ao gabinete do secretário da Seguranças, Wantuir Jacini, para cobrar mais policiamento na capital.

O editor conversou cm Sebastião Melo esta manhã. Ele disse que a reunião terá pauta aberta, para examinar de que modo os governos federal, estadual e municipal podem alavancar medidas para garantir mais segurança para a população. "A pauta da segurança tem se imposto até sobre pautas locais nas reuniões que temos com a comunidade", disse o vice-prefeito ao editor.

A ida ao secretário para apelar por mais segurança em Porto Alegre vai funcionar mais como gesto político do que como caminho para soluções, porque o governo estadual já anunciou claramente contingenciamentos ferozes nas verbas para todos os setores, inclusive segurança, e vai apertar mais. O governo trabalha com déficit de R$ 5,4 bilhões para este ano, prepara medidas de ajustes pesadíssimas, e portanto não fará nada melhor do que já faz.

Isto tudo significa que a prefeitura de Porto Alegre e as prefeituras que como ela estiverem em situação financeira melhor, terão que ajudar.

Uma das formas de ajudar é garantir combustível para os carros da Brigada saírem das garagens e efetuarem o policiamento ostensivo com mais intensidade.

A prefeitura também pode encorpar e botar a guarda municipal na rua, mobilizando além disto a população e as entidades representativas da sociedade para ajudar.

5 comentários:

Anônimo disse...

Como gostam de reunião essa gente?!

Anônimo disse...

A Segurança Pública até pode se manter nos mesmos níveis do governo Tarso, do PT, basta que o tiririca dos pampas comece a pagar novamente horas-extras, chame os pessoal que passou nos concursos da Brigada e da Policia Civil, pare de ameaçar que o salário vai atrasar, pare de ameaçar que não vai pagar os reajustes aprovado pela Assembleia Legislativa (com votos do PMDB e PP) e, finalmente libere gasolina para as viaturas policiar a cidadãs. ISSO TUDO SERVE PARA O INTERIOR do Estado.

Anônimo disse...

Se for para encher as ruas de policia para ela brincar de "pega ladrão" não vai adiantar nada.
O que resolve é pegar o ladrão, prender, e deixar preso.

Anônimo disse...

bobagem e perda de tempo...basta me autorizarem o uso de um AK 47 (ops!!! arma de comunista não pode, né?!?!?), digo, um AR 15, que resolve-se tudo!!

abs

Anônimo disse...



ENGRAÇADO, OS DOIS ERAM BADERNEIROS NA ÉPOCA ESTUDANTIL, AGORA QUEREM PREGAR MORAL DE CUECAS?
O CUMPRIDÃO, NA ÉPOCA DO P.SIMON, EM FRENTE AO PALÁCIO SAIU NOS BRAÇOS DOS BRIGADIANOS, E AINDA DIZIA: O DIA EM Q EU FOR DEPUTADO, VOU MOSTRAR O CONTRA-CHEQUE, PRA VER O QUANTO ELES GANHAM.
O OUTRO ERA AGITADOR DE GOIÂNIA, NO MEIO ESTUDANTIL.

MAIS, NOMEAR SIM, MAS SOMENTE AQUELES Q PASSARAM E SE CLASSIFICARAM DENTRO DAS VAGAS, CASO CONTRÁRIO É IMORALIDADE, E MUITOS DELES ESTÃO AGITANDO COMO MASSA DE MANOBRA DO SINDICATO PETISTA/PC.
NO EDITAL DE CONCURSO CONSTA A REGRA DO PREENCHIMENTO DE VAGAS.