Vai cair substituição tributária de vinhos e espumantes no RS.

A secretaria gaúcha da Fazenda poderá anunciar esta semana os termos da eliminação do sistema de substituição tributária existente sobre vinhos e espumantes.

O governador avisou, semana passada, que fará isto.

A substituição tributária foi implementada em 2009, mas sempre desagradou o setor, que enfrenta duríssima concorrência de produtos estrangeiros.

5 comentários:

Anônimo disse...

Sugiro a correção gramatical de algumas chamadas do blog, pois há erros de português.

Anônimo disse...

Mais uma cagada da Yeda Detran Crusius. A antiga musa do editor, que agora prefere Olavo de Carvalho como muso.

Anônimo disse...

opaaa!!!!

que aconteça logo também com o calçado

Anônimo disse...

Precisamos trabalhar e é necessário desenvolver esses setores. Ótima notícia.

Anônimo disse...

Calçados não são tributados pelo regime de substituição tributária do icms. Por incrível que pareça esse regime de tributação embora envolva um desenbolso antecipado de valores de icms relativo as operacoes posteriores ele protegia o produto nacional ao exigir um pagamento antecipado dos produtos importados.