STF nega novo habeas corpus pedido pelo petista Renato Duque, ex-diretor da Petrobrás

Obediente à lei da máfia, o petista não abre a boca.


Por unanimidade, os ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal seguiram voto do relator, ministro Teori Zavascki, e negaram habeas corpus impetrado pela defesa do ex-diretor da Petrobras.

Renato Duque está preso há 11 meses no Complexo Médico Penal, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

O dia não anda bem para o PT.

4 comentários:

Anônimo disse...

Este Duque era braço direito de lula e Dilma...pouca vergonha

Anônimo disse...

Bem feito, esses ladrões que não têm foro privilegiado estão só se f...

Anônimo disse...

Embora seja um direito o pedido de HC, o que se vê está mais para o jargão do ius esperniendi, (direito de espernear).

Todos estes ladrões do dinheiro publico, e a Petrobrás é pública, estão com medo, não da cadeia, mas com medo do que vai acontecer depois de estarem trancados na prisão, e pelo prejuízo causado, desviando dinheiro, da educação, segurança, e principalmente da saúde, podem virar prostitutas na cadeia, para ficarem vivos, ressalvando ainda que não vão se aposentar, e nem ficar com os milhões roubados.

Anônimo disse...

Concordo com o anônimo das 18:51. Vai espernear até cansar. Quem mandou não contar toda a verdade quando teve a oportunidade.
Agora o jeito é encarar uma cana brava!