Marcopolo pode construir fábrica para produzir vagões de passageiros

A decisão do governo federal de construir linhas ferroviárias para operar o VLT entre Caxias do Sul e Bento Gonçalves, além de outros VLTs previstos pelo PAC Mobilidade Urbana, convenceram a Marcopolo, Caxias, que investirá numa fábrica de vagões para passageiros.

. A demanda por vagões de carga está sendo suprida por outra empresa caxiense, a Randon, que atende 2/3 das necessidades do mercado interno.

5 comentários:

Anônimo disse...

Culpa do Tarso também?

Anônimo disse...

Mobilidade urbana? Com tantos veículos sendo vendidos com IPI reduzido? Vamos parar com essa hipocrisia e criar linhas férreas para escoar a produção de grãos do RS. Assim acabaríamos com essa quantidade absurda de caminhões pesados trafegando em nossas estradas. Nos Estados Unidos, há a Amtrack, de Chicago a Califórnia, talvez uns 2.000 Km. Mobilidade urbanda para os cidadãos é poder ir de trem do RS ao Ceará.

Luiz Vargas disse...

A dúvida que fica sempre é a seguinte: será que estas fábricas não produzirão antes quadrilheiro$ PeTralha$ com bolsos recheados para depois produzir vagões?
Bem sabemos como as coi$$$a$$$ funcionam neste paí$.

Anônimo disse...

A Marcopolo só tem sugado. Vendeu todo o estoque de ônibus para o governo, já que membro do conselho de administração da empresa, é intimo de Dilma.

Anônimo disse...

o crescimento da Marcopolo só pode ser culpa desse incomPTente do Tarso.