Israelenses da Frutarom pagam R$ 100 milhões por 51% da gaúcha Bremil

O grupo israelense Frutarom confirmou neste final de semana que comprou o grupo gaúcho Bremil, que tem sede em Arroio do Meio, Vale do Taquari, RS, mas unidades fabris em quatro Estados.

Os israelenses pagaram R$ 100 milhões para ficar com 51% do negócio. Os fundadores, o casal Alaidete e Homero Miguel continuarão na gestão.

A Bremil é o maior produtor brasileiro de condimentos, ingredientes e aditivos para produtos cárneos e atende frigoríficos como JBS e BRF.

3 comentários:

MIGUEL ASPIS disse...

POR CERTO, agora teremos os temperos; COMINHO, AÇAFRÃO E PÁPRICA, de melhor qualidade e preços menores ! QUE VENHAM DE IMEDIATO !

Anônimo disse...

O comunismo chegando com força total.

Anônimo disse...

Fumou maconha estragada???