Preço da Cesta básica de Porto Alegre já é o segundo maior do Brasil. Alta em junho foi de 4,68%.

A cesta básica de Porto Alegre apresentou alta de 4,68% em junho, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) referentes a junho de 2016.

O valor foi puxado pelo leite.

O preço da cesta básica  passou de R$ 443,46 em maio para os atuais R$ 465,03.    

Na avaliação mensal, dos treze produtos que compõem o conjunto de gêneros alimentícios essenciais previstos, onze subiram de preço: o leite (19,05%) a batata (18,00%), o tomate (14,85%) o feijão (13,83%), a manteiga (4,18%), a farinha (2,58%), o arroz (1,89%), a carne (1,26%), o café (1,15%), o açúcar (1,07%) e o pão (0,84%). Em sentido inverso, dois itens ficaram mais baratos: a banana (-4,35%) e o óleo de soja (-1,97%).
O atual custo da cesta básica em Porto Alegre é o segundo maior do País. O maior preço foi registrado em São Paulo, R$ 469,02. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Aos gauchos politizados, continuem votando na esquerda escarlate que se dizem progressistas mas praticam o que há de mais atrasado no munfo.