Andrade Gutierrez denunciou o gaúcho Valter Cardeal no escândalo do Eletrolão

Homem de confiança de Dilma Roussef, Valter Cardeal foi levado para a Polícia Federal, esta manhã, sob condução coercitiva.

No depoimento de Otávio Marques de Azevedo que deu origem ao Eletrolão, um dos nomes mais citados foi o de Valter Cardeal, ex-diretor da Eletrobrás (ele chegou a presidente), amigo carnal da ex-presidente Dilma Roussef. Ele foi trabalhar com Dilma quando ambos ainda eram do PDT e ela era secretária de Minas e Energia no RS. Depois, acompanhou-a na sua rocambolesca aventura por Brasília.

O gaúcho, que é dos quadros da CEEE, sempre negou tudo.

CLIQUE AQUI para resgatar as denúncias feitas contra Valter Cardeal pelo dono da Andrade Gutierrez, tudo no âmbito da 16a. fase da Lava Jato.

5 comentários:

Anônimo disse...

Políbio, já conhecemos esse falcatrua de outros carnavais ! ... a justiça pode tardar, chega uma hora que chega !
Roberto Jardim

Anônimo disse...

Esses amigos da Dilma se refestelaram no poder e ela não fez nada para impedir? Como ela é "honesta"...

Anônimo disse...

Polibio, amigo carnal e parceiros em empreendimentos, ele e Dilma!
Só quem trabalhou na Ceee, Sulgas, CRM e na Secretaria de Minas e Energia para lembrar do encantamento de Dilma por esse jovem engenheiro na época!
Graças a isso ele guindou sempre junto com ela, dentro da área de energia a alguns cargos, mas também ganhou muito dinheiro em empreendimentos Eólicos com um irmão também engenheiro, sempre com as bênçãos de Dilma!

Anônimo disse...

HAAH,A CHEFONA NAO VIU NADA, ela vei morar NO rio granDe do sul, era do sEtor eltrico- tai seu aliado, mais um na mira da policia, e ela como semPre nao viu nada- TODOS ALIADOS DELA SAO LADROES, E ELA NAO VIU NADA- SEI

Anônimo disse...

A bem da verdade, ele foi exonerado pela Dilma assim que surgiram as denúncias