Dono do BTG processou Relatório Reservado por denúncia no caso dos blocos de petróleo vendidos pela Petrobrás na África

O editor publica a seguir, no link, material do Relatório Reservado, no qual os editores queixam-se de ações cível e penal movida contra eles pelo ex-presidente do BTG Pactual, André Esteves, preso no Rio.

A publicação foi acusada de mentir ao informar que o BTG pagou US$ 1,5 bilhões por blocos de exploração de petróleo que a Petrobrás possuía na África, operação que teria sido prejudicial à estatal, já que os blocos valeriam US$ 7 bilhões.

Na época, a diretoria internacional da Petrobrás estava nas mãos de Cerveró.

CLIQUE AQUI para ler o link que o editor armou sobre o assunto.

Um comentário:

Anônimo disse...

Esta operação de venda de ativos de petróleo na África, pela Petrobrás, daria uma nova Lava-jato, tamanho os prejuízos causados a Estatal.

Estavam consolidados, estes ativos em 7 bilhões de dólares, e se explorados, trariam muito mais resultados.

Cadeia nos PTralhas!!!