Alckmin adere à campanha "Fora Dilma !"

Sempre comedido e mantendo boas relações com o governo federal, o governador Geraldo Alckmin resolveu assumir o discurso pela imediata substituição da presidente Dilma Roussef.

A nota é da jornalista Natuza Nery, a seguir:

Veja bem Alckmin, que via como “precipitada” a discussão sobre a deposição, mantém a tese de que a Constituição deve ser respeitada, mas já não trata como remota a possibilidade de Dilma ter cometido crime de responsabilidade.

Esclarece O governador diz que nunca foi contra o impeachment, mas passou a admitir nos bastidores que “não estava se fazendo entender”.

2 comentários:

ARS disse...

O chuchu só faz isso agora porque descobriu que não tem menor chance no cenário nacional.

Anônimo disse...

Caro Políbio
Sempre votei no Chuchu, mas ultimamente ele encheu o meu saco. O elemento é x covarde e além disto ficou do lado da Anta. Ele é tão burro que não percebeu que ficar do lado da Anta é suicídio político. Pois bem, se ele optou pelo suicídio político, que arque com as consequências. O infeliz, que é desprovido de carisma ainda tem o topete de querer se candidatar a presidência. Se me der este dissabor não voto nele de jeito nenhum.
Esther