Avicultores gaúchos registram aumento surpreendente nas exportações. Em nível nacional também foi expressivo

Janeiro apresentou um elevado índice de crescimento nas vendas a outros países, muitas vezes superior ao mesmo período do ano passado. 

Em volume, apenas do Rio Grande do Sul, foram exportados 53,4 mil toneladas de frango, crescimento de 98,7%. 819 milhões de aves abatidas. Em receita, os embarques faturaram 80,9 milhões de dólares e o aumento foi de 96,3%.

A informação é da entidade que congrega os avicultores gaúchos. Somando o resto do país, inclusive Santa Catarina que é uma potência exportadora dos cortes de frango e aves inteiras, foram 323,8 mil toneladas em janeiro, avanço de 14,9%. O volume de recursos movimentados foi de 529,1 milhões de dólares. 

Ásia e Oriente Médio, um dado que muitos desconhecem, reunidos são os maiores compradores de ovos dos produtores brasileiros. Não enviamos apenas frangos, mas esses somam 34,5% das exportações a esse países. Do total de ovos exportados, naquele lado do globo consomem 64,1%. 

20 comentários:

Anônimo disse...

Comemoram as importações de frango?

Anônimo disse...

Com o preço da carne bovina querias o que?
Ontem no Bourbon aqui de Novo Hamburgo só tinha gente na frente do balcão de carne de suíno e de frango...

JORGE LOEFFLER .'. disse...




Polibio, abre a mão e contrata alguém que pense, pois o assunto é EXPORTAÇÃO e o titulo fala em IMPORTAÇÃO.
Hahaha...

Anônimo disse...

bem lembrado, o redator escorregou na banana. dessa vez não foi o políbio kkkkkkkk

Anônimo disse...

seu Jorge, bem lembrado! se fossem demitir todos os redatores que erram, e todos erram, o Políbio não poderia escrever sequer o primeiro parágrafo. também ele, decano, erra bastante. mas o senhor está certo, o estava errado e já arrumaram, não sei quem, mas está ajustado. imagino que leram seu comentário ....

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

A exportação de frangas vermelhas vai abastecer Cuba, Venezuela e a Coréia do Norte. Ainda temos muitas delas, o suficiente para tentar impedir o progresso do Brasil, são umas parasitas.

Anônimo disse...

que maldade, até parece que os jornais não têm erros. o texto todo certinho, o dorminhoco só babou na MANCHETE. kkkkkkkk
e corrigiu a tempo. de qualquer forma, mesmo com erro corrigido horas depois, a notícia está entre as mais acessadas. com erro e tudo, parece que o estagiário do políbio sabe escolher os temas que vão bombar. só precisa prestar mais atenção para não pagar esses vales desnecessários. olhando os outros texto, duvido que as pessoas que criticam sejam capazes de fazer melhor do que o estagiário do políbio. essa é a real, seus malandros corneteiros!!!!
kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Estão abatendo os frangos com 40 dias de vida em média.
Os frangos estão sendo bombardeados com vários remédios e produtos químicos.
Há afirmações que isso não procede, que é ilegal, etc... mas na prática, no país da corrupção, tudo é possível.
Não resta dúvidas que parte da obesidade das pessoas são por conta da má alimentação, afinal as pessoas são o que elas comem, e se comem carne com aditivos, logo, esses aditivos vão para o organismo de quem as consome. Outros produtos alimentícios, recebem altas dosagens de conservantes, corantes, e sabores artificiais. Produtos transgênicos nas prateleiras dos supermercados somam a bomba que as pessoas comem.
Muitas pessoas obesas não estão gordas por excesso de gordura sólida, mas inchadas como um balão inflado, basta tocar no braço e sentir a diferença.
Nos EUA, país do fast food da comida industrializada, é bem isso que ocorre. A indústria alimentícia bilionária é que dá as cartas, os governos consentem fechando os olhos, por conta da alta arrecadação tributária.
A população está ficando sem alternativas de uma alimentação saudável.
Não precisa ser expert para enxergar isso.

Anônimo disse...

Coitado dos animais confinados, são abatido aos milhões, e ninguém se importa com isso.
Como um povo que age assim vai evoluir para melhor espiritualmente?

Anônimo disse...

O ser humano abate os animais sem dó nem piedade.
Depois quando se fala da colheita satânica da terra, que o povo gado está aqui para ser abatido um dia por forças superiores, ficam todos com medo dessa possibilidade.
Pimenta nos olhos dos outros é refresco!

Anônimo disse...

Coitados, presos esperando o dia do abate.
Se vê tristeza nos olhos deles.

Anônimo disse...

Logo não poderemos comprar frango também, pois o preço no mercado interno vai disparar.

Anônimo disse...

Anônimo das 09:48:
Não se preocupe com os hormônios que são dados aos frangos porque os estrangeiros não serão afetados. A carne destes frangos são consumidas somente aqui no Brasil

Anônimo disse...

Se "comer galinhas" fosse só no sentido figurado, o Brasil estaria muito bem servido, vide o caso de uma jornalista petralha da folha se oferecendo e deve ter ofertas deste tipo a vontade, em números capazes de saciar a fome de multidões de famélicos. Só quem passaria fome são os comuno-petralhas, que por caloteiros, comem o produto e depois negam a conta, logo são clientela descartada para conseguirem, terem acesso a galinhada!

Anônimo disse...

Tadinhos, ninguém tem dó deles.
Uma vida, vira uma breve refeição, e a vida segue...

Anônimo disse...

Os coitadinhos, são abatidos aos milhões todos os dias.
Tudo muito surreal, onde que vai parar isso?

Anônimo disse...

Quando compram congelado no supermercado, preparam em casa ou comem no restaurante, esquecem que era parte de um bichinho inocente.

Anônimo disse...

Quando compram congelado no supermercado, preparam em casa ou comem no restaurante, esquecem que era parte de um bichinho inocente.

Anônimo disse...

A produção de ovos, também é desumana.