TRF4 concede habeas corpus para três banqueiros do Banco Paulista, presos em maio pela Lava Jato

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) mandou soltar os três ex-executivos do Banco Paulista S.A., presos no âmbito da Operação Lava Jato.

Serão soltos o ex-diretor da área de câmbio, Tarcísio Rodrigues Joaquim, o ex-funcionário da mesa de câmbio, Paulo Cesar Haenel Pereira Barreto, e o ex-diretor geral administrativo, Gerson Luiz Mendes de Brito.

Joaquim, Barreto e Brito foram presos durante a 61ª Fase da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal (PF) no último dia 8 de maio. De acordo com a investigação, agentes do Banco Paulista teriam atuado em contratos fraudulentos que simulavam a prestação de serviços por empresas de fachada. Esse artifício seria utilizado para branquear capitais de comissionamento obtido por diretores do Meinl Bank, instituição bancária localizada no Caribe, por gerir as contas do setor de operações estruturadas do Grupo Odebrecht.

3 comentários:

Anônimo disse...

ABERRAÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!

Só falta a CHAVE, da cela.

Anônimo disse...

O que esta acontecendo com o TRF4? Espero que não seja mais um órgão para nos envergonhar.

Anônimo disse...

Trf4 que passa?
Estão gilmando geral.
Visita a vontade. Hc a vontade. A vontade do freguês pagante.