Conab acha que nova safra de grãos será recorde e irá a 200 milhões de toneladas

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai a campo neste mês de setembro para concluir seu primeiro levantamento sobre a produção de grãos no país nesta safra 2016/17, mas antecipou, em estudo divulgado ontem, que enxerga um cenário positivo para as principais culturas e uma colheita total da ordem de 200 milhões de toneladas, marca que não foi alcançada no ciclo 2015/16 em consequência de adversidades clímáticas.

A reportagem que conta mais é de Cristiano Zaia, jornal Valor. Leia tudo:

De acordo com o estudo "Perspectivas para a Agropecuária ¬ Safra 2016/17", divulgado pela Conab, a tendência geral é de recuperação dos volumes de produção, sobretudo de milho, arroz e feijão. No caso da soja, carro¬chefe do campo brasileiro e grão menos prejudicado pelas intempéries na temporada passada, as perspectivas indicam boa liquidez e preços remuneradores.

"A tendência para a safra 2016/17 é termos o fenômeno La Niña, mas com chuvas dentro da normalidade", disse Wellington Teixeira, superintendente de gestão de oferta da Conab.

CLIQUE AQUI para ler mais.

3 comentários:

Anônimo disse...

Acho engraçado, a CONAB não tem serviço de campo para a coleta de dados, no entanto ela é quem divulga os dados de outras instituições.

Cumprimento com chapéu alheio.

Anônimo disse...

Isto irá engordar MUITA RATAZANA!

Anônimo disse...

Todos os anos é a mesma estória. Pelo menos esperem fazermos o plantio, para depois iniciarem as especulações, senão vão ficar dando nome à cria, antes da vaca emprenhar. Oigaletê gente abelhuda!