Sindilojas e prefeitura contabilizam prejuízos de R$ 5 milhões em função dos atos de vandalismo em Porto Alegre

A foto ao lado é de Ricardo Duarte, Agência RBS, e está disponibilizada no Google.


Ao abrir a primeira reunião de trabalho na CPI da Invasão da Câmara de Porto Alegre, hoje,  o vereador Reginaldo Pujol terá novos elementos para colocar durante os debates. Ele esteve na audiência pública desta segunda-feira a tarde na Assembléia, onde ouviu relatos das vítimas dos atos de vandalismo ocorridos em junho. Os personagens das manifestações de vandalismo e da invasão são os mesmos.

. A audiência foi pedida pelo deputado Jorge Pozzobom.

. O vice-presidente do Sindilojas, Paulo Kruse, revelou que os danos dos associados à entidade somaram mais de R$ 3 milhões, além de redução média de 25% do movimento e, em alguns casos, chegando a entre 40% e 50% em estabelecimentos do Centro. O presidente do Sinpoa, José de Jesus Santos, afirmou que, mesmo passado mais de três meses dos protestos de junho, os prejuízos ainda não foram recuperados e que os comerciantes sentem reflexos ainda hoje, pois qualquer notícia de manifestação afasta os clientes dos bares da Cidade Baixa.  O empresário Manoel Pimentel teve duas lojas depredadas e questionou o impacto que as manifestações causaram não apenas para os empresários, mas também para os trabalhadores, pois muitas empresas tiveram que demitir funcionários por causa dos prejuízos. Já o vice-presidente do Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino Superior de Porto Alegre (Adufrgs), Lúcio Olímpio de Carvalho, relatou que teve o carro destruído durante as manifestações, assim como cerca de outros 20 proprietários de veículos que estavam estacionados na rua Otávio Correa. A prefeitura calculou seus prejuízos em R$ 2 milhões. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Mas o que a invasão tem a ver com as depredações nas manifestações de junho?

'Os personagens são os mesmos' de acordo com quem? Com o quê?

Anônimo disse...

Ta de bom tamanho o prejuízo na Procempa foi de 50 milhões ajudou a eleger o Fogaça e o Fortunati não nos esqueçamos que os desvios da Procempa começaram com o Fogaça.E a conta dos CCs estamos pagando ate hoje.Temos que limpar esta corja da politica que esta infiltrada em todos os partidos.E somente a juventude pode nos redimir dos fracassos que permitimos acontecer neste estado.

Anônimo disse...

tem mais eh que repassar o prejuízo para o otário do consumidor, que acha bonito os protestos dessa cambada...

Anônimo disse...

....e segue o baile!