Marchezan Júnior limpa estoque e simplifica liberação de licenciamentos ambientais em Porto Alegre

Em pouco menos de dois anos de gestão, a secretaria municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade, Smams, limpou quase metade do estoque de 2.500 processos de licença ambiental que estavam parados, liberando 1.100 deles.

Foi o que informou a Smams ao editor. A secretaria revelou mais o seguinte:

- De janeiro deste ano até a primeira quinzena de novembro, as licenças ambientais emitidas para construção civil, geraram investimentos de R$ 1,3 bilhão na cidade, com Valor Geral de Venda equivalente a R$ 2,3 bilhões e geração de 14.974 novos empregos.

O prefeito também resolveu encurtar ainda mais os prazos de tramitação dos processos na Smams:

- Em novembro, foi assinado o decreto 20.121, que desburocratizou o licenciamento ambiental, ao simplificar os trâmites para imóveis que não possuam regularidade urbanística.

7 comentários:

Anônimo disse...

que maravilha... os lumpens e os picaretas sã construção civil dando as cartas na terra de ninguém

Anônimo disse...

que maravilha... os lumpens e os picaretas sã construção civil dando as cartas na terra de ninguém

Anônimo disse...

Pena que essa agilidade não funciona pra poda de árvores.

Estou, há mais de 2 anos, esperando uma remoção de arvore pra poder consertar a calçada e nada.

Também aguardo, quase pelo mesmo prazo, poda de árvore de uma praça ao lado de minha casa. Recentemente troquei mais de 200 telhas destruídas.

Anônimo disse...

Limpou o estoque mas tem metade ainda pendente, tá errado isso, se tem metade de pendência, não foi limpo o estoque.

Anônimo disse...

Alguma dúvida que porto alegre é a cidade do atraso e o rgsul é o estado ? Dez anos para autorizarem a abertura de uma HAVAN !

Cris disse...

Este "sabe" que está acabado na política...
Está somente tratando de garantir seu feijão com arroz futuro...

Anônimo disse...

Não, o RS é um dos estados que estão salvando o Brasil, foram os gaúchos que introduziram o agronegócio (único setor que dá certo), que criaram algumas das principais multinacionais do mundo e que desenvolveram o Centro-Oeste e parte do Norte e agora Nordeste.
Se o Hang careca insistiu tanto pra abrir lojas no RS é porque ele sabe que o estado tem muito potencial: como ele mesmo falou, "um gigante adormecido".

Em breve a toda a sede administrativa da Havan virá ao RS, e o RS terá mais megalojas que a própria SC, anotem isso!