Moro ouve desde as 10h o compadre de Lula, Roberto Teixeira

O operador e compadre de Lula, Roberto Teixeira, está sendo interrogado pelo juiz Sergio Moro desde as 10 horas.

Ele intermediou a compra do prédio do Instituto Lula, com repasses do departamento de propinas da Odebrecht, além da compra da cobertura de Lula, registrada em nome do laranja Glaucos Costamarques.


Depois de ouvir Roberto Teixeira, o juiz Sérgio Moro poderá proferir a sentença no processo. 

9 comentários:

Anônimo disse...

A esse crápula protetor do Lulladrão desde sempre, devemos boa parte das mazela praticada pelo criminoso. Cadeia nele, juiz Moro!

Unknown disse...

Lulla é "galinha morta"... só serve para despacho!!!

Anônimo disse...

Só 3,4% aprovam Temer

Brasil 19.09.17 11:18 - O Antagonista

Segundo a pesquisa CNT/MDA, Michel Temer é rejeitado por 84,5% dos brasileiros.

Só 3,4% dos entrevistados aprovam seu governo.

Isso mesmo: 3,4%.

Anônimo disse...

Temer abre mão de ‘soberania nuclear’

Brasil 19.09.17 11:05 - O Antagonista
 
Em seu discurso na ONU, Michel Temer anunciou que vai assinar amanhã o polêmico protocolo adicional do Tratado de Não-Proliferação Nuclear.

O documento permitirá inspeções surpresas e acesso a todas as instalações nucleares – inclusive militares – do Brasil por fiscais da Agência Internacional de Energia Atômica.

A decisão contraria o disposto na Estratégia Nacional de Defesa, elaborada no governo Lula sob a coordenação do então ministro da Defesa, Nelson Jobim.

Anônimo disse...

lurapio ta morto e fedendo o palofffffffi seu cabeça lacrou- fechou=- a tampa do caixao hhehehhe
adios querido

a nossa bandeira jamais sera vermelha

Anônimo disse...

O que esse crápula vai dizer...??? que não sabia, que é mentira tudo o que falam do SANTO DO LULADRÃO.

- Que é perseguição ao inocente do 9dedos51(sem gelo). Que tudo isso que acusam o inocente é para impedirem que o MAIS HONESTO DO BRASIL, se candidate as eleições de 2018.

- QUADRILHA....!!!!

Anônimo disse...

Do Meinl Bank da Odebrecht para o Quadrilhão do PMDB

Brasil 19.09.17 14:22 - O Antagonistas

José Casado, em O Globo, reforça que, na denúncia da PGR contra o Quadrilhão do PMDB na Câmara, Michel Temer, Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves aparecem como “beneficiários de pagamentos de US$ 8,2 milhões (ou R$ 26,2 milhões) realizados pelo grupo Odebrecht fora do Brasil”.

“O dinheiro para os ‘pagamentos a Eduardo Cunha, Michel Temer e Henrique Eduardo Alves’, como definem o Ministério Público e a Polícia Federal, saiu das contas (nº 244006, 244001, 244035, 244003) no Meinl Bank Antigua, no Caribe, mantidas pelas empresas Klienfeld, Trident, Innovation e Magna.”

As empresas são offshores criadas pela Odebrecht, para esconder os destinatários finais de propina, e o Meinl Bank Antigua é aquela portinha que a empreiteira comprou para repassar bola a meio mundo.

Do Meinl Bank, o dinheiro da propina seguiu em nove remessas para contas bancárias da GVTEL Corp, em Pontevedra, na Espanha, uma empresa laranja, e de lá para a conta de outra empresa laranja, no banco Pictet & Cie, em Cingapura.

Tudo foi registrado pela Odebrecht, como diz José Casado.

A denúncia da PGR é realmente muito inepta.

Anônimo disse...

O " compadre" Teixeira continuará a ser compadre de LULA se ficar de boca fechada. Se falar alguma coisa comprometedora contra LULA, se falar a verdade, deixará de ser compadre no mesmo instante. !!!

Anônimo disse...

Enquanto isso....

Delator da Odebrecht nega autoria de bilhete

Brasil 19.09.17 19:28 - O Antagonista

O Radar registra: Paulo Melo, delator da Odebrecht que revelou o caso da compra do terreno para o Instituto Lula, pediu a Sergio Moro que se faça a análise caligráfica de um bilhete atribuído a ele.

As anotações do bilhete mostram contas bancárias usadas no exterior pelo departamento de propina da empreiteira, com o nome de Baqueiro de Melo –“Baqueiro” é um dos sobrenomes do delator.

Melo negou que participasse de operações no exterior. A comprovação de que o bilhete é seu pode abrir caminho para anular sua delação premiada.