Bolognesi depende da Aneel para confirmar investimento de R$ 3 bilhões em Rio Grande

O grupo gaúcho Bolognesi ainda não confirmou a constru~ção do terminal de gás natural liquefeito (GNL) que pretende instalar em Rio Grande. O terminal abastecerá a usina térmica e as sobras sairão por gasoduto e por navios propaneiros para a Grande Porto Alegre.

 A Aneel já autorizou a instalação do terminal, usina e gasoduto, mas recuou e poderá negar tudo.

O governo estadual apóia a Bolognesi e considera que o projeto é prioritário para o Estado. O próprio Sartori pensa ir até a Aneel para dizer isto.

Todo o projeto contempla investimentos calculados em R$ 3 bilhões.

Não é a primeira vez que se fala em empreendimento semelhante para Rio Grande.

Nenhum comentário: