Construção civil dá sinais de reanimação

O índice que mensura o nível de atividade do setor em relação ao mês anterior, atingiu 42,3 pontos em julho, segundo a Sondagem da Indústria da Construção da Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgada ontem. Apesar de estar abaixo do nível neutro dos 50 pontos, o indicador avançou 10,7% na margem, de acordo com os dados dessazonalizados pelo Departamento de Estudos Econômicos do Bradesco, marcando sua terceira alta consecutiva. Já o índice de atividade na comparação com o usual alcançou 28,8 pontos, o equivalente a uma elevação de 3,3% ante junho, sucedendo variação positiva de 4,2%. 

Para o mês corrente, a sondagem aponta para continuidade de melhora da confiança nos setores, visto que todos os indicadores de expectativas subiram em agosto. 

Merecem destaques as altas de 9,0% e 10,6% dos novos empreendimentos e do nível de atividade, respectivamente, também descontada a sazonalidade. 

Mesmo com esses sinais mais favoráveis, economistas como os do Bradesco, de quem é a análise, acham que a melhora no setor se dará de forma mais defasada em comparação à da indústria de transformação. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Boa, foi somente o pt sair que o povo se animou, levarao uns dez anos p voltarmos a crescer como cresceMos graças ao plAno real de fhc que foi destruido pelo pt

fora pt e leve junto psol e rede sEUs puxadinhos vermelhos incompetentes

comunismo é crime