Justiça Federal do Paraná tira nota sobre Operação Hashtag contra terroristas brasileiros que iam explodir as Olimpíadas

A 14a.Vara não é a do juiz Sérgio Moro, mas de um colega seu da Justiça Federal do Paraná. O caso foi concentrado no Estado,justamente porque o líder do grupo é do Paraná, segundo informou há pouco o ministro da Justiça, Alexandre Moraes.

Nota oficial
O Juízo da 14ª Vara Federal de Curitiba, por meio da Seção de Comunicação Social Da Seção Judiciária do Paraná, esclarece que:
A Operação "Hashtag", deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (21/7), investiga possível participação de brasileiros em organização criminosa de alcance internacional, como uma célula do Estado Islâmico no país. Foram expedidos 12 mandados de prisão temporária por 30 dias podendo ser prorrogados por mais 30.
Informações obtidas, dentre outras, a partir das quebras de sigilo de dados e telefônicos, revelaram indícios de que os investigados preconizam a intolerância racial, de gênero e religiosa, bem como o uso de armas e táticas de guerrilha para alcançar seus objetivos.
Os artigos 3º e 5º da Lei 13.260, de 16 de março de 2016, que disciplina o terrorismo prevêem como crime:
Art. 3º: "Promover, constituir, integrar ou prestar auxílio, pessoalmente ou por interposta pessoa, a organização terrorista" e art. 5º: Realizar atos preparatórios de terrorismo com o propósito inequívoco de consumar tal delito".
Para assegurar o êxito da Operação e eventual realização de novas fases, os nomes dos presos, atualmente sob custódia da Polícia Federal, não serão divulgados neste momento. O processo tramita em segredo de Justiça.

7 comentários:

Anônimo disse...

Tudo gentalha do MST,do PT,Psol,só para avacalhar o Governo Temer.Esta gente não presta,tudo podre.E uma delas infelizmente pode ser prefeita de Porto Alegre.O Brasil foi dominado por esta quadrilha,só exterminando como se extermina ratos e baratas.

Anônimo disse...

Ao "paredon" com todo esse lixo.

Anônimo disse...

Tudo que tramita em segredo de justiça, já se imagina quem pode estar por trás disso.

Anônimo disse...

Esta republiqueta é rica em "coincidências": de repente, não mais que de repente, o ministro da (in)justiça descobre, prende e arrebenta uma "perigosíssima" célula terrorista, bem no momento em que as olim-piadas sofrem com a devolução de dezenas de milhares de ingressos. Aguardemos novos episódios

Anônimo disse...

Caro Políbio
Pelo menos essa nova operação está nas mãos de juizes competentes. Espero que dê tudo certo.
Esther

Anônimo disse...

pt saudaçoes- lixo

Anônimo disse...

No Brasil a maior célula terrorista está em Brasilia.Lá são articulados os piores ataques contra a população.As FFAA deviam passar por cima do congresso com tanques.Os babacas tupiniquins são apenas suspeitos,mas onde tem fumaça tem fogo.Não dá para brincar com isso.Todos os dias sofremos ataques,que aos poucos vão tirando a estabilidade do pais,o que pode justificar uma intervenção estrangeira,
com a devida colaboração dos nobres parlamentares que estão com os bolsos cheios de dólares.Os terroristas bananeiros não aguentam um dia
num ambiente hostil como o Iraque,Líbia ou na Tunisia.Lá não tem carnaval.Não se ouve o som de tamborins.Na primeira rajada eles enchem as calças e chamam a mãe.Mas... se por ventura algo acontecer,é um bom motivo para as FFAA assumirem o controle dessa estuprada nação.
Nosso pais esta sendo saqueado e todo mundo faz cara de paisagem,mas não é por desconhecimento da situação:é por medo mesmo.