Eliseu Padilha disse hoje que decisão de amanhã do PMDB poderá ser obtida por unanimidade

O ex-ministro Eliseu Padilha reafirmou esta tarde que busca a unanimidade para a reunião de amanhã do diretório nacional, quando será decidido o desembarque do governo.

- Entre um e dez, digo que a chance de aprovação é de dez, mas buscamos a unanimidade. Nem sei se será preciso votação nominal.

A única discussão será sobre o prazo de desembarque dos ministros do PMDB, já que existem reivindicações para que isto ocorra no dia 12.

O ex-ministro avisou que os derrotados só terão duas alternativas para prosseguir no governo:

- Pedir desfiliação ou enfrentarem processos de expulsão. 

5 comentários:

Anônimo disse...

Ministro do PMDB do turismo cai fora 1 a deixar o desgoverno

Acabo pro pt


Parabéns PMDB

Anônimo disse...

Deus te ouça Padilha, e espero que na hora dos pmdbistas votarem à favor do impichi da anta, também seja por unanimidade!

Anônimo disse...

Padilha é profissional.
Certamente desde quando deixou o governo vem trabalhando, costurando, conchavando o desembarque do PMDB.
Dilma já era !
Agora é só esperneio.

Anônimo disse...

BLOG DO ESMAEL

Moro também perde para o STF jurisdição sobre João Santana

28 MAR 2016

Advogado criminalista Fábio Tofic, responsável pela defesa jurídica de João Santana, por meio de nota, informou nesta segunda-feira (28) que o juiz Sérgio Moro perdeu a jurisdição para o Supremo Tribunal Federal (STF). “Essa investigação deveria ter sido enviada ao STF há mais tempo. Pelo menos desde quando se cogitou a relação dos fatos com as eleições presidenciais de 2014”, declarou o defensor do publicitário e da mulher dele.
Advogado criminalista Fábio Tofic, responsável pela defesa jurídica de João Santana, por meio de nota, informou nesta segunda-feira (28) que o juiz Sérgio Moro perdeu a jurisdição para o Supremo Tribunal Federal (STF). “Essa investigação deveria ter sido enviada ao STF há mais tempo. Pelo menos desde quando se cogitou a relação dos fatos com as eleições presidenciais de 2014”, declarou o defensor do publicitário e da mulher dele.

O advogado criminalista Fábio Tofic, responsável pela defesa jurídica de João Santana, por meio de nota, informou nesta segunda-feira (28) que o juiz Sérgio Moro perdeu a jurisdição para o Supremo Tribunal Federal (STF).

A defesa do ex-publicitário do PT e sua mulher, Monica Moura, comentou a decisão da Procuradoria Geral da República de fazer a denúncia contra o casal e a remessa das investigações, pelo juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, para o STF.

“Essa investigação deveria ter sido enviada ao STF há mais tempo. Pelo menos desde quando se cogitou a relação dos fatos com as eleições presidenciais de 2014”, declarou Tofic...

Anônimo disse...

Padilha não tem moral alguma para fazer qualque comentario. Participou das maracutaias da Dilma e so saiu porquê o tiraram. Caso contrário estaria mamando na teta feia da velha cancerigena.