Greve dos funcionários estaduais prossegue hoje e poderá durar até o dia 12.

Embora decidida para durar apenas três dias e depois quatro dias, a greve dos funcionários públicos estaduais vinculados ao Poder Executivo prosseguirá hoje, quinto dia, e poderá durar 12 caso as assembléias marcadas para esta sexta confirmem que a paralisação durará até o pagamento da segunda parcela do salário de agosto.

Os professores foram novamente os primeiros a estender a greve.

A partir de terça-feira os grevistas montarão um acampamento na Praça da Matriz, defronte o Palácio Piratini e ali farão manifestações 24 horas por dia.

Servidores do Judiciário, Legislativo, TCE, MPE, estatais e algumas fundações, não estão em greve porque recebem em dia.

7 comentários:

Anônimo disse...

Para mim essa greve de parasitas públicos promovida por sindicatos pelegos é um verdadeiro tiro no pé...

A maioria da população segue sua vida e não está nem sentindo falta dos parasitas públicos profissionais que normalmente já prestam péssimos e morosos serviços à população vassala dos "servidores públicos".

Se anão fosse pelos abusos e baderna que promovem para chamar atenção e pela ampla cobertura que o jornalismo pelego da mídia tradicional está fazendo, a maioria da população nem saberia da greve.

Anônimo disse...

O líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Luiz Fernando Mainardi, calculou nessa quinta que o governo do Estado deixou de pagar R$ 778 a mais para cada matrícula de servidores ativos e inativos referentes ao salário de agosto, mesmo tendo recursos à sua disposição. Segundo Mainardi, o Piratini optou por deixar R$ 270 milhões parados na conta dos depósitos judiciais. (cpovo)

Se verídico for Sartori faltou com a verdade.

FLR disse...

Pergunta
A greve dos professores fará com que apareça o recurso nos cofres do estado e o dinheiro na conta corrente dos funcionários públicos?

A lei do direito de greve dos funcionários públicos esta regulamentada?

Porque médicos públicos estão proibidos de fazer greve, e os professores, policiais, podem?

Os empresários, micro e pequenos que também são trabalhadores, não podem deixar de pegar seus impostos, sem que haja cobrança de multa e juros (20% de multa no atraso de darfs e 0.33% de juro ao dia no limite de 10% ao mes). Está ruim a situação no setor público, pede para sair, venham para a iniciativa privada sentir o que estar desprotegido e achacado por impostos e leis que emperram o desenvolvimento e desanimam quem ainda arrisca, gera riqueza e produz.

Anônimo disse...

COMO ESTÁ BOM VIVER DURANTE A GREVO.
ESPERO QUE OS FUNCIONARIOS ESTADUAIS SOLICITEM APÔIO, TAMBÉM COM GREVE, DOS MUNICIPAIS E FEDERAIS.
QUE MARAVILHA. ESTAMOS ECONOMIZANDO ENERGIA, CAFÈZINHO E A CRIAÇÃO DE NOVAS NORMAS E REGULAMENTOS PARA NOS ENCHEREM O SACO.
"FUNCIONARIOS PÚBLICOS " DE TODAS AS CATEGORIAS E QUERÊNCIAS, POR FAVOR, SE NÃO ESTIVEREM CONTENTES SAIAM DO SERVIÇO PÚBLICO E PARTAM PARA A INICIATIVA PRIVADA, A QUAL OFERECE:
-SEGURANÇA VITALÍCIA NO EMPREGO;
-RISCO DE DEMISSÃO POR JUSTA CAUSA ZERO;
-APOSENTADORIA COM SALÁRIOS E PENDURICALHOS INTEGRAIS;
-PENSÃO ATÉ PARA AMIGO INTIMO;
-AUXÍLIO MORADIA, REFEIÇÃO, MOTEL, ETC.;
-LICENÇAS-PRÊMIO,GREVES S/ CORTES DO PONTO,FERIADÕES;
-FILHAS "SOLTEIRAS " COM 3 OU 4 FILHOS E 1 OU 2 MARIDOS COM PENSÃO VITALÍCIA;
maiores INFORMAÇÕES NO CDL ,FEDERASUL OU FIERGS.

Anônimo disse...

avisem eles que a iniciativa privada paga mais e em dia...

Anônimo disse...

Políbio,

Concordo e "fecho" com o anônimo 09:31. Simples e direto ao ponto.

Acrescento:

- Que a tal greve dure até DEZ2015 ou mais.

- Que o Sartori CANCELE o ano letivo 2015(sim, cancelar!!!)

Só com medidas extremas os BARNABÉS PT/PSOL vão entender que ELES são os culpados pela crise financeira do RS.

Greves agressivas durante décadas arrancaram VANTAGENS salariais e aposentadorias INSUSTENTÁVEIS de Governadores Populistas e Legislativo submisso a Sindicatos.

JulioK

Anônimo disse...

Estenderam a greve pra aproveitar o feriado.