Assembéia fará audiência pública para apurar o destino dos bilionários empréstimos feitos por Tarso

O requerimento é do deputrado Frederico Antunes e foi aprovado na Comissão de Finanças da Assembleia.

A iniciativa baseia-se numa declaração onde o ex-secretário da Fazenda, Odir Tonollier, admite que “eventualmente”, o governo utilizou dinheiro de empréstimos destinados à investimentos, para o custeio da máquina pública e também em informações do atual governo, que os contratos firmados pela administração anterior e já analisados pelas secretarias do Planejamento e da Fazenda, garantem que parte dos R$ 4 bilhões captados pelo governo do PT para obras, foram utilizados para pagar salários. 

O governo do PT também sacou R$ 11 bilhões dos depósitos judiciais e r$ 5 bilhões do caixa único para pagar despesas.

Todos os valores terão que ser devolvidos em algum momento para seus proprietários. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Esta AL não serve para nada, foram submissos e ajoelhados no gov. Tarso. São os malditos do Jabor ou um bando de nulidades. Não sabiam de nada? Eu questionei o Feltes e até agora não respondeu; o que fazia na AL?...festa e festa...
Joel Robinson

Anônimo disse...

Eventualmente uma vez e todas as outras vezes pegou o dinheiro que
sumiu. Uma coisa é certa, prefiro
ser um merda do que ser advogado,
pois já teria rasgado o diploma
para não ter que me portar como estes advogados do estado nas
circunstâncias de agora ou como
o STF petralha.

Anônimo disse...

E cadê o picareta vermelho?

Celso disse...

onde anda o vagabundo, calou-se, esta com a síndrome de lula, sumiu. é triste, um governador de estado, ser chamado, nestes termos, q. nada mais lhe cabe, sem ofença, sem outro tratamento. (talves, para tapar o sol cm a peneira, queira me processar, angariar + um money, q. é só o q. lhes interessa.