Plebiscito deverá custar R$ 16 milhões aos cofres gaúchos

Após reunião da ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármem Lúcia com os 27 desembargadores dos tribunais eleitorais de cada região do País, a desembargadora do Rio Grande do Sul Elaine Macedo voltou ao Estado para compartilhar as informações em coletiva de imprensa para jornalistas.

. Elaine afirmou na reunião foram discutidas as possibilidades de atuação de cada Tribunal Regional Eleitoral (TRE), caso ocorra o plebiscito no dia 8 de setembro. Elaine garantiu que o Estado tem condições de cumprir a demanda, mas para isso, o governo irá desembolsar entre R$ 15 e 16 milhões para atender a esse processo. Além disso a desembargadora disse que o TRE se compromete em entregar as respostas no dia seguinte ao pleito (9/9).

. O Rio Grande do Sul possui, em média, 8 milhões de eleitores distribuídos em 173 zonas eleitorais.

Um comentário:

Anônimo disse...

Esse dinheiro pode muito melhor ser usado para construir uma Escola padrão fifa no RS.