Plebiscito terá dez ítens e não obrigará os congressistas a respeitar seus resultados

Logo depois da reunião que terá com os líderes da Oposição (PSDB, DEM e PPS) segunda-feira, a presidente Dilma Roussef quer ter em mãos a bateria de perguntas que sugerirá ao Congresso para que incorpore à proposta de plebiscito.

. Uma primeira bateria de perguntas é preparada a seis mãos entre o vice Michel Temer, PMDB, o minsitro Aloísio Mercadante, PT,  e o deputado Miro  Teixeira, PDT.

. O plebiscito terá 10 perguntas no máximo.

. As respostas dadas pelo eleitorado não terão poder de coerção, ou seja, não obrigarão os congressistas a sufragá-las sem mudanças, já que dezenas de outros pontos serão examinados por deputados e senadores, que de qualquer modo terão que explicitar os pontos escolhidos nas urnas.

. O vice Michel Temer já trabalha com o material que ele mesmo lista e aquele que lhe é fornecido por duas pessoas de confiança para os quais pediu ajuda, o ministro Wllington Moreira Franco e o ex-deputado Eliseu Padilha.


- Sobre o assunto, leia entrevista abaixo com o ex-senador e ex-prefeito José Fogaça sobre o assunto. 

7 comentários:

Anônimo disse...

MAIS UMA CHINELAGEM DO PT, ALÉM DE INTRODUZIR E FINANCIAR ARRUACEIROS NAS PASSEATAS, PARA ENFRAQUECER OS MOVIMENTOS DE PROTESTOS.
UNS ORDINÁRIOS.

Anônimo disse...

Não vi nenhum pedido de plebiscito ou referendo nas passeatas.
Já estão conseguiram tomar conta dos protestos e confundir a opinião pública.
Essa gente não presta mesmo. E a "oposição" (?) se reunindo com a presidente em exercício e concordando. Deviam criar vergonha na cara.
Carlos Alberto Schäffer

Anônimo disse...

Num país de semi-analfabetos o nosso governo quer fazer o povo passar por uma sabatina, é mole?Para quê um plebiscito se o referendo do desarmamento o povo disse "Não",ganhou e não levou.Alguém de sã consciência acredita nessas manobras?

Anônimo disse...

Quem acredita que um governo que já não cumpriu a decisão do último referendo sobre o desarmamento vai cumprir o que o povo decidir no plebiscito?
eu não acredito, pois a credibilidade é zero.
Vão gastar dinheiro a rodo.
É mais pão e circo.

Anônimo disse...

Os elementos do PSDB, DEMOs, PPS editor & Cia vão tem que engolir a voz do povo primeiro, depois votar, ou seja, votar de acordo com a vontade do povo e não de acordo com a vontade de elite ou de quem financia a campanha. É bom que serve para todos.

Anônimo disse...

Ué,não entendi.O que é bom para o povo? É votar num plebiscito direcionado?Ô anônimo das 08:08 explica por quê esse Governo não permite que o povo possa se defender tendo sua arma?Não houve o referendo?O povo não votou e ganhou o direito de ter uma arma?Cadê?Por quê não permitem?vc não está sendo incoerente como esse governo?

Anônimo disse...

Se a maioria dos Partidos concorda com o plebiscito, não é a oposição (minoria) nem o anonimo das 12:17 hs que vai impedir, certo?

E o Chororo do PSDB, DEMOs, PPS, editor & Cia começou. Tome.