Ministros do TSE acreditam que é inviável plebiscito em 90 dias

O prazo estipulado pelo governo para a realização do plebiscito sobre a reforma política é considerado inadequado por ministros e ex-integrantes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ouvidos pelo Estado de Minas.

. A presidente Dilma conversou por telefone com a ministra Cármen Lúcia, presidente do TSE, que mobilizou todos os setores do tribunal para que cada chefe de área aponte o impacto da consulta popular e indique o tempo necessário para organizar o plebiscito. Cármen deve dar uma previsão até este fim de semana.

. Um integrante do TSE disse à reportagem que realizar o plebiscito em 90 dias (até o fim de setembro) é algo “praticamente inviável”. Na avaliação dele, o prazo ideal seria novembro.

Nenhum comentário: