Governo gaúcho quer derrubar a liminar que proíbe venda de ações do Banrisul

O governo estadual gaúcho acha que serão aceitas em juízo as explicações que deu sobre a pretendida operação de venda de ações do Banrisul.

A liminar concedida na ação popular movida por Mateus Bandeira poderá ser cassada, segundo a PGE.

Se isto acontecer de fato, o governo poderá embolsar R$ 2,4 bilhões.

4 comentários:

Unknown disse...

O governo precisa fazer caixa, com transparência e com o apoio de quem quer que sejam minimizados os problemas financeiros do nosso quebrado Estado.

Anônimo disse...

O abobado vai abrir mão dos dividendos que o Banrisul paga, uma grana extra de tempos em tempos (mensal?).
Ou privatiza de vez ou fica com as ações. Leite tem que deixar de ser imediatista e estúpido.

Anônimo disse...

Depois vende o Piratini e o último que sair apague a luz.

Isso não é projeto de governo, é desespero de um governante despreparado que vendeu uma ilusão.

cortar gastos qualquer bocó corta.

Quero ver mexer nos problemas históricos como os planos de carreiras do JUDICIÁRIO, LEGISLATIVO, TCE e MP.

Sem mexer nestes vespeiros podem entregar as chaves e partir para SC.

Anônimo disse...

Totalmente certo o das 15:39; isso é desespero/despreparo do gurizinho.

Só que não tem que "entregar as chaves e partir para SC" (isso é besteira, nunca vai acontecer e nem é necessário), além de mexer nos planos de carreira está mais do que na hora de o RS começar a pressionar o governo federal... "O SUL É O MEU PAÍS" serve ao propósito.