Bolsonaro dá coletiva ao final da cúpula do Mercosul. E confronta jornalistas.

2 comentários:

Anônimo disse...

Depois do embaixador Eduardo qual vai ser o próximo desgaste? Não podemos reclamar de falta de emoções nesse governo. Bolsonaro deveria direcionar as energias para políticas públicas que melhorassem a vida de todos nós.

Anônimo disse...

Mais uma vez vemos que a América Latina é dos vermelhos. Esse Mercosul só reforça isso. O Bolsonaro que podia retirar o Brasil desse Bloco, pois não precisamos dele, e sim eles que precisam de nós. Mas esse bloco de viés esquerdista continua forte e mandando aqui, e o dia que eles voltarem, a Pátria Grande será implantada. Tanto que as placas dos carros do Mercosul não foram retiradas, porque os planos continuam e o presidente nada pode fazer, porque as forças internacionais são mais fortes.
Ele tenta dar pelo menos a saída de defesa da liberdade de cada um, liberando as armas, para o dia derradeiro, as pessoas poderem se defender, mas os incautos na ignorância incendiada pela esquerda, acha que é melhor manter a população desarmada. Então quando o dia da varredura chegar, é só esperar e torcer para não ser perseguido pelo governo comunista que se implantará nas próximas eleições. Os memórias curtas esqueceram rápido o que passa e se passou na Venezuela, o laboratório da implantação comunista.