Artigo, Rodrigo Constantino - Eu apoio a internação à força de drogados

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com muitos vetos, uma lei com mudanças na política contra drogas. O texto agora prevê e facilita a internação involuntária de usuários de droga, quando ocorre sem o consentimento.

A lei diz que ela se dará a pedido de familiar ou do responsável legal ou, na absoluta falta deste, de servidor público da área de saúde, da assistência social ou dos órgãos públicos integrantes do Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas (Sisnad), com exceção de servidores da área de segurança pública.

A internação involuntária só deverá ocorrer após a formalização da decisão por médico responsável, será indicada depois da avaliação sobre o tipo de droga utilizada, o padrão de uso e na hipótese comprovada da impossibilidade de utilização de outras alternativas terapêuticas previstas na rede de atenção à saúde.

Esse tipo de internação perdurará apenas pelo tempo necessário à desintoxicação, no prazo máximo de 90 dias, tendo seu término determinado pelo médico responsável. 

CLIQUE AQUI para saber mais.

12 comentários:

Anônimo disse...

Eu também! O que é a vida dessa gente? É às mães desses infelizes? Conheço muitas que não vivem mais, é um inferno!

Anônimo disse...

Eu também apoio! A figura vai ter de fazer uma escolha na vida, ou se trata ou vai preso. Ficar so no chinelinho, na boa, numa naice, como se diz, na hora que o breguete acaba um assaltozinho pra repor...nananinanão...ou é útil à sociedade ou cai fora de um jeito ou de outro. E dê graças a Deus de estar sendo tratado, está tirando lugar de alguém doente que não procurou a doença, está tendo remédio pago quando outros que não procuraram a doença não tem sequer um comprimido que lhes tire a dor, está ocupando leito de alguém que está dormindo numa cadeira ou até no chão.

Anônimo disse...

Tem que esterilizar os moradores de rua, principalmente os drogados. Vasectomia nos homens e ligadura nas mulheres, primeiramente, depois nos adolescentes que entrarem na faixa sexual ativa.
Avançando para os pontos de prostituição.
Isso sim é investimento público para erradicação contra a pobreza e a miserabilidade humana.
Depois cadastra esse povo e dá o bolsa família e um lugar digno para morar.
Uma contrapartida para os programas sociais, e continua com o acompanhamento dos Programas de Saúde da família, CRAS e assistência social.
Mas está para nascer um Presidente que coloque algo assim em prática.

Anônimo disse...

Adolescentes nas ruas mendigando moedas para comprar drogas.
Onde está a responsabilização do pai e da mãe?
Se houvesse uma responsabilização rígida, boa parte dessas crianças não cairiam nas ruas a própria sorte.

Anônimo disse...

Onde estão as novas penitenciárias que o governo prometeu?
Onde estão os novos centros de reabilitação social?
Onde está o projeto de redução da maioridade penal?
Pelas contas, e as promessas de campanha, o governo está no negativo.

Anônimo disse...

Quem vai pagar ?

Anti comunista disse...

Sempre disse isso. Drogado é um doente mental, uma pessoa que não domina mais seus instintos, e quando em abstinência, pratica todo tipo de crimes e barbaridades, e andam nas ruas, feito uns zumbis. Só que a turma da maria do ossário , era contra e como esses desgraçados comunistas, tinham o poder nas mãos, nunca aceitaram essa ideia. Digo mais: se o Bolsonaro, conseguir desmanchar a metade de canalhices que a os lacaios do luladrão fizeram, já termos um país muito melhor. Obs.: seria bom internarem o ancião esclerosado que as vezes diz umas asneiras aqui nesse blog.

Anônimo disse...

O PT fez isso durante a Copa e as Olimpíadas, e retirou das ruas o que os gringos não podiam ver. E ninguém falou nada contra. Passou os eventos e largaram todos as ruas a própria sorte.

Como sempre, se o desastre ou o que é errado vem do partido que se defende, as pessoas partidárias fecham os olhos e defendem com unhas e dentes.

Quando que as pessoas vão se dedicar mais a política do país mas de forma coerente, imparcial e na defesa do que é certo para a população em geral, e não somente na defesa sega do que o partido quer.

Por isso não se vê melhora na política do país.
Por isso não vemos a sociedade participando mais da política, fiscalizando, nem cobrando soluções mais eficazes.
Por que as pessoas entram para a política e ficam cegas para a realidade que as rodeia e ainda defendem tudo que está errado, porque o partido político ou ideal que escolheram defender, assim o quer.
As pessoas entram para a política e se estragam como pessoa.

Anônimo disse...

vai valer pros riquinhos e pros playboyzinhos, ou só pra preto pobre?

Anônimo disse...

Correto, o usuário contumaz não responde por seus atos, está tomado pelo vício, seu organismo esta impregnado pela droga. Perdi um irmão com 58 anos de idade, efizema pulmonar, infelizmente ele tentou se livrar do vício e não conseguiu.

Anônimo disse...

Quando o Doria quis internar os noias da cracolandia, o MP entrou com ação para impedir, alegando que era atentado à dignidade humana.
Para esses promotores, dignidade é andar molambento e fétido esmolando ou batendo carteiras bolsas e celulares ou ainda vendendo os orifícios do corpo em troca de pedras de crack.

Anônimo disse...

Apoio incondicionalmente a tua opinião!