Saiba onde estão os militares no governo Bolsonaro (1o, 2o e 3o escalões)

Este é um competente trabalho dos jornalistas do Estadão.

Assinam Adriana Ferraz, Carla Bridi, Matheus Lara, Tânia Monteiro e Tulio Kruse . O infográfico é de Gisele Oliveira.

Você terá que clicar no link a seguir para alcançar o material, que é o mais completo e mais bem apurado de todos os que surgiram até agora, porque cobrem informações dos primeiro, segundo e terceiro escalões do governo federal.

Se seu acesso for impedido, trate de assinar o site do jornal. O editor fez isto. É muito barato.

O Estadão é um dos únicos jornais importantes do Brasil que o leitor recomenda acompanhar.

As recaídas contra o governo Bolsonaro são pontuais, bastante educadas e são toleráveis - muitas vezes, inclusive, formam críticas necessárias.

CLIQUE AQUI para ver tudo.

11 comentários:

Unknown disse...

Só leio se tiver matéria complementar sobre os comunistas no Governo dos últimos 30 anos. Senão é pura propaganda. Tem?

Anônimo disse...

Onde estão não adianta nada, o que estão a fazer pelo povo e bem da nação é o que importa, esperamos que realmente façam alguma coisa, até agora nada mudou.

Anônimo disse...

assinar jornal?

nem pensar...

Anônimo disse...

Queremos pessoas no governo que ama o Brasil de coração e defendem os interesses do Brasil e não a interesses estrangeiros. E ninguém melhor que os militares que são treinados, vivem e trabalham quase 24 hs por dia para o bem desse país que amamos de coração. Brasil, ame-o ou deixe-o

Anônimo disse...

Toda informação realmente importante acabamos por ficar sabendo.

Assinar este ou outro meio creio não necessário.


Anônimo disse...

Muitíssimas falhas do Estadão. Muitos militares estão com informações incorretas (origens incorretas), muitos órgãos repetidos e vinculados a diversos ministérios.

Anônimo disse...

Bastante educada, coisa ridícula. Ponto de vista divergente, é considerado mal educado? Dar a informação como ela realmente existe, fonte fidedigna, que bate de frente com o mito, é visto como um jornal, site, que o editor não recomenda.
Exemplo: 01 ) Queiroz é quem contratava os funcionários para o gabinete do 01. Estadão- 02 ) Vários funcionários do 01 eram parentes do sindicato do crime, milicianos. Mal educado.
Quando o tico e o teco não se coadunam mais, a gente escreve muita porcaria, e quer ser exemplo!.

Anônimo disse...

Vejam como setores do judiciário jogam contra o Brasil, são traidores e o que a senadora fala é apenas a ponta do iceberg:

https://www.youtube.com/watch?v=hRGd7O1G5gw

Anônimo disse...

Anônimo das 12:50h, já que o sr. falou em sindicato do crime, pode imediatamente denunciá-lo pois pelo jeito tem informações privilegiadas e provas, é um cara que pode trabalhar na CIA de tão bom.....kkkkkkk

Anônimo disse...

Perguntar não ofende : Eles fizeram essa mesma pesquisa para saber onde estavam os ex dirigentes Sindicais nos Governos Dilma e Lula? Até para podermos comparar a qualidade , instrução e competência dos indicados pelos Governos Federal.Se não fizeram , não é bom sinal para um bom jornalismo que se preze.

Adilio Faustini disse...

Anonimo das 12:50 hs, Queiroz movimentou 600 mil entrada e 600 saída, ou seja não foram 1,2 milhões, e a COAF divulgou, teve um que movimentou 49 milhões, falei milhões, o que vc diz disso? Ou esqueceu de que partido se trata, vc sabia que de todos gabinetes que movimentaram dinheiro, o Gabinete do 01 foi o que menos movimentou e o que deu maior estardalhaço?Brasileiro como vc é tão bonzinho, né não?