Terrorista mata cinco e fere três na catedral de Campinas, SP

Um terrorista matou cinco brasileiros e feriu outros três ao entrar na Catedral Metropolitana de Campinas (SP), no centro da cidade. Ele atirou em oito pessoas que estavam rezando no local.

O atirador se matou.

O autor dos disparos usou uma pistola e um revólver. 

12 comentários:

Anônimo disse...

Por que este infeliz não fez isso no supremo, na sede do pt, no senado.

Anônimo disse...

No Brasil é proibido possuir arma, isso só acontece nos EUA onde as armas são liberadas.Brasil, Pais de To...

Anônimo disse...

Começou, ou continua????

Anônimo disse...

tá aí as arminhas de vocês coxinhas...vai ficar bem pior kkkk

Anônimo disse...

Caro Políbio
É inacreditável o que eu ouvi na GN ainda a pouco sobre o atentado terrorista de Campinas: disse o Valdo Cruz que a culpa é do Bolsonaro, já que é a favor do porte de armas e prega a violência. O atentado é, pois, consequência da violência pregada por Bolsonaro durante a campanha. Esse inseto deveria ser processado por sua inconsequência em ter caluniado o presidente, imputando-lhe um crime que não cometeu.
Esther

Anônimo disse...

Tudo culpa do boçal que quer puxar o saco dos EUA e de Israel colocando os cidadãos brasileiros no alvo do terrorismo!

Anônimo disse...

Liberem completamente a aquisição e posse de armas e preparem-se para mais notícias como essa.

Anônimo disse...

Triste isso. Estrasburgo tb. Aqui não tínhamos terroristas extremistas atacando cristãos . Mas uma certa senhora gleise os chamou. O ídolo dela, previamente já nos havia deixado desarmados e indefesos. Trágico.

Anônimo disse...

Certamente um "cidadão de bem", eleitor de Bolsonazi...

Unknown disse...

Tens uns anônimos covardes...mostra a cara bando de petistas safados. Vermes da sociedade.

Anônimo disse...

os petralhas esquerdistas agora estão comendo (agasalhando) croquetes de mortadela! Em breve, nas redes sociais, serão conhecidos como o lado vermelho da luta entre coxinhas e croquetes!

Anônimo disse...

Quem chamou os terroristas foi a gleise pela al jazeera