Pedaladas do governo Dilma bancaram grandes empresas e produtores rurais

A repórter Dimmi Amora, Folha de Brasília, prova na edição de hoje do jornal que as pedaladas fiscais não foram praticadas apenas para ajudar o povo pobre do Bolsa Família, mas serviram também para beneficiar grandes empresas e produtores rurais, o que só agrava, agora politicamente, os crimes de improbidade administrativa praticados pelo governo Dilma.

Leia a reportagem completa:

Cerca de 35% dos valores envolvidos nas manobras cometidas pelo governo federal que ficaram conhecidas como pedaladas fiscais estão relacionados a financiamentos subsidiados para empresas e produtores rurais de médio e grande porte.


Os dados, enviados à Folha pelo BNDES e pelo Banco do Brasil, contrariam a versão apresentada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela presidente Dilma Rousseff segundo a qual as pedaladas –aventadas como motivo para o impeachment da petista– foram destinadas a pagar programas sociais como o Bolsa Família.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

2 comentários:

Anônimo disse...

Pra variar, mais uma mentira deste governo pra agradar seus apoiadores.

Anônimo disse...

Mas o que o povo ficará sabendo é somente o que Lula discursou no palanque. Sai na mídia impressa não sai para a TV.