Médicos gaúchos denunciam: "Programa Mais Médicos é demagogia para ajudar a reeleger Dilma"

CLIQUE AQUI para ver e ouvir denúncias do Mascarado Vingador.


Saiu nesta terça-feira a nota do Sindicato Médico do RS com pesadas acusações contra a presidente Dilma Rousseff e o prefeito José Fortunati, segundo as quais ambos fazem grossa demagogia para enganar a população no caso do mau atendimento que os dois governantes prestam ao povo.

. A nota é mais extensa nas denúncias sobre o engodo que é o novo programa Mais Médicos, lançado ontem em Brasília, em ato que contou com a presença e o apoio do prefeito. Dizem o presidente Paulo de  Argollo Mendes e sua vice, Maria Rita de Assis Brasil:
- Casualmente, a ampliação do curso de Medicina de 6 para 8 anos inicia em 2015, depois da eleição presidencial de 2014.

. O Simers liga este fato a outro que ocorreu antes das eleições municipais de 2012 em Porto Alegre:
- O prefeito Fortunati criou o Imesf, Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família, que seria a solução para todos os problemas da saúde na capital. O Imesf serviu apenas para ajudar o prefeito se eleger.

. No caso do Imesf, a solução aventada pela administração municipal revelou-se ilegal. Ela foi fulminada em juízo.

CLIQUE AQUI para ler todo o conteúdo da nota, intitulada “Demagogia”

5 comentários:

Anônimo disse...

Políbio,

É a velha história de sempre. Quando busca seu vizinho, você cala, mas quando veem busca-lo você berra!! Ai não tem mais ninguém para escutar!!

Quantos "profissionais da saúde" votam no PT??

Lembro da reeleição do Lulla, onde circulava entre os médicos de POA vários discursos apoiando o PT e detonando o Alckimim!!!

Ferrem-se!!!

JulioK

Anônimo disse...

SR. ARGOLLO!

Estudastes de graça e ainda queres mais dinheiro público!

Ora! Sr. Argollo, ou aplicamos 100% a cartilha socialista ou então o capitalismo.

O sr. quer os garantias de mercado conforme prega o socialismo e ao mesmo tempo salários e todos os benefícios do capitalismo pra si.

TODOS AQUELES que estudaram em Universidades PÚBLICAS deveriam PAGAR mediante a prestação de serviço em locais deficientes de profissionais.

Então, Sr. mercantilista, é ou não justo pagar aos que te ajudaram, através de impostos, na formação profissional?








Anônimo disse...

O corporativismo de algumas categorias é nauseante.

Entendo que todos aqueles profissionais que estudaram em universidades públicas e se formaram com o dinheiro do contribuinte deveriam dar o retorno à sociedade, mediante atendimento gratuito.

E isso inclui os advogados ... No exterior esse tipo de trabalho não remunerado é obrigatório por lei e é chamado de " pro-bono ".

Mas no bananão sabemos o quanto é difícil acabar com privilégios !

Anônimo disse...

Todo funcionario publico deve ganhar bem, principalmente os médicos, mas tambem devem cumprir horario e atender bem.

Anônimo disse...

Os medicos cavaram seu próprio buraco, quando não atendem as pessoas pobres nos postos de saúde; quando faltma o serviço no setor publico para atender o privado; quando saem mais cedo ou chegam mais tarde no seu plantão; quando usam subterfugios para assinam o ponto de serviço (um dá a presenção do outro); quando criam dedos de silicone para burlar o ponto eltronico; quando o Sindicato e o Conselho se unem para não permitir a abertura de novos cursos de medicina; quando precisa concorrer com entre 60 pessoas para passar no vistibular de medicina, o mais procurado no Brasil; quando é considerado pela pesquisa do IBGE o profissinal mais bem pago do Brasil (ou o segundo); sem falar nos erros médicos escabrosos que a imprensa divulga todo dia, enfim, quem confia nesse profissional? Quem confia no profissional que só olha para seu umbigo?

Quando chega nesse ponto o governo federal tem de intervir.