Governo gaúcho do PT aceita conceder renúncia fiscal para 16 ramos industriais

A Secretaria da Fazenda do RS anunciou esta tarde que decidiu promover renúncia fiscal, ou seja, redução de 17% para 12% nas vendas de indústria para indústria, portanto de insumos, para 40 mil micro e pequenas empresas gaúchas de 16 ramos industriais. Entre os segmentos beneficiados estão os de têxtil/vestuário/malharia, óptica/precisão/foto; madeira, tintas e corantes e energia elétrica. O governo foi prensado durante um ano pelo Sebrae, porque o PT do RS, base do governo, é contra qualquer tipo de renúncia fiscal.  A justificativa para a concessão foi a necessidade de melhorar a competitividade industrial e com isto manter os empregos. O governo alega que não perderá receita, já que os 5% da diferença serão pagos quando a mercadoria chegar no comércio para vender. 

Um comentário:

Vitor Hugo disse...

Nunca mais eles esquecerão as dezenas de milhares de pessoas que foram prejudicadas com a expulsão da Ford do nosso Estado. Os baianos ficaram eternamente agradecidos aos rançosos ideólogos petistas.
Vitor Hugo Cardoso