Governo tucano acabou com a Força Gaúcha de Pronta Resposta

A Força Gaúcha de Pronta Resposta, versão local da Força Nacional, criada pelo governo José Sartori, não existe mais.

Morreu pelas mãos do atual governo tucano.

8 comentários:

Anônimo disse...

Os TUCANOS nao gostam de " Forces de
Frappe " , de tropas de pronta resposta, sao muito sofisticados , cosmopolitas, delicados, preferem, como o líder FHC , um bom " Frapeé " , de preferencia em Paris, as margens do Sena .!! KkKkk...

Anônimo disse...

Caro Políbio, não tenho afinidade com a social democracia, mero silogismo para esquerda fabiana, mas nesta questão sou totalmente a favor desta decisão do governador.
Se é aos moldes da Força Nacional, embrião da polícia política dos regimes comunistas e nazistas, foi em bom tempo sua extinção. Ou, ao ser criada a Força Nacional na era PT, não era este o objetivo?

Anônimo disse...

Pelo jeito que vai o Leite vai acabar com a Brigada.
Ao retirar os direitos, estimulou com que homens e mulheres que tinham um bom tempo de serviço a ser cumprido, a irem embora.

Anônimo disse...

E ressuscitou a TVE, A metroplan e a FEE, inchando mais ainda de estatais inúteis.

Ultra 8 disse...

Ele quer pronta resposta no briôco.

JORGE LOEFFLER .'. disse...



Felizmente acabaram com mais uma das idiotices do desgoverno do caloteiro Sartório.
O serviço desses guardas é PREVENTIVO/OSTENSIVO e quando os crimes ocorrem, são consumados, não mais dizem respeito a eles, passando necessariamente à POLÍCIA JUDICIÁRIA, única capacitada e legalmente destinada a investigar crimes.

Anônimo disse...

este governo como do peremptorio e o que mandou uma montadora embora é lastimável

Anônimo disse...

Se esse governo insistir em fazer radicalmente as mudanças no planos de carreira e salário da Brigada, não terá nem Força Gaúcha e nem policiais nas ruas, pelo menos 2500 vão "pendurar os coturnos" até o final deste ano.