Justiça afasta prefeito de Bagé, irmão do presidente da Assembleia, Luís Lara


O deputado Luís Lara ainda não foi afastado da Assembleia, mas ontem teve o mandato cassado e os direitos políticos suspensos.

Ao lado os irmãos Luís e Divaldo Lara.

O prefeito de Bagé, Divaldo Lara, PTB, irmão do presidente da Assembleia, deputado Luís Lara, foi novamente afastado do cargo, desta vez por decisão da 12a. Vara Cível da cidade. Conforme o despacho assinado pela juíza Marina Wachter Gonçalves, Divaldo está impedido de exercer a função pública até o término da instrução processual. Ele ainda foi proibido de frequentar as dependências da prefeitura e da Câmara de Vereadores do município.

Nesta segunda-feira., junto com o irmão deputrado, o prefeito perdeu os direitos políticos por oito anos em julgamento no Tribunal Regional Eleitoral. Condenando no mesmo processo, o irmão dele, o presidente da Assembleia Legislativa, Luis Augusto Lara (PTB), teve o mandato cassado. Ambos foram condenados por abuso de poder político, econômico e de autoridade.

O pedido de afastamento cautelar do prefeito foi assinado por todos os promotores de Justiça de Bagé.

6 comentários:

Anônimo disse...

Enquanto o PT governava a cidade, foi só através do Ministério Público FEDERAL que se tomou conhecimento das roubalheiras na prefeitura. Na outra instância os amiguinhos de Colombo e Mainardi não viram nada...

Anônimo disse...

Os irmãos pilantra.Tudo em família.Família unida é isso.

Anônimo disse...

família boa kkkkk de um partido só de picaretas o tal do ptb

Joel Robinson disse...

REPUBLIQUETA BAGEENSE...

Anônimo disse...

Só falcratua.

Anônimo disse...

Pobre Bagé, saiu a quadrilha petralhas e entrou a quadrilha ptbralhas