Análise - Os efeitos da desaceleração global influem câmbio, dólar, juros e PIB neste momento

Em relação ao crescimento, a desaceleração global em curso tende a ter um efeito contracionista importante sobre o PIB brasileiro e por isto o mercado revisa sua projeção de 2020 para 1,9%, como fazem os economistas do Bradesco, por exemplo, enquanto mantém a de 2019 em 0,8%.

O mercado, no entanto, percebeu efeitos positivos  nos dados do trimestre passado, que surpreenderam para cima, o que demonstra efeitos positivos da política econômica adotada até aqui. A construção civil e os investimentos cresceram mais do que o esperado, respondendo a uma taxa de juros menor, mas os efeitos globais prevalecem, neste momento

O resultado do menor crescimento global é o aumento da necessidade de estímulos ao crescimento, através da política monetária e da agenda de privatizações e concessões.

Um comentário:

Anônimo disse...

Faz mais arminha!KKKKKKK