CMN projeta inflação de 2022 para 3,5%, média de meta de inflação dos melhores Países do mundo

A decisão do CMN aproxima o Brasil da média de metas de inflação praticada internacionalmente.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) reduziu a meta de inflação de 2022 para 3,5%. 

Esse movimento dá sequência aos anúncios já feitos de queda das metas deste ano (4,25%), 2020 (4,0%) e 2021 (3,75%), após 14 anos de manutenção da meta em 4,5%. 

Avaliamos que essa tendência traz benefícios ao ajudar a ancorar as expectativas de longo prazo e reduzir a volatilidade macroeconômica do País.

CLIQUE AQUI para examinar o relatório completo.

Nenhum comentário: