Câmara terá que cortar, hoje, pela metade, o número de 5 mil imóveis inventariados (congelados) de Porto Alegre

Atualmente, existem na Capital mais de 5,5 mil estruturas inventariadas. Um dos bairros mais atingidos é Petrópolis. A proposta da prefeitura é um pequeno avanço, mas insuficiente. Esta lista precisa ser cortada pela metade e os entraves que engessam a cidade precisam ser varridos do mapa. 

Os vereadores, hoje, podem e devem descongelar Porto Alegre.

Irá de novo a votação, a partir das14h desta segunda-feira, na Câmara de Vereadores, o projeto de lei do Executivo (PLE) 7/2018 que  dispõe sobre a Proteção do Patrimônio Cultural de Bens Imóveis do Município de Porto Alegre por Meio do Inventário. 

O projeto visa dar cabeça a um bicho sem cabeça, porque serão estabelecidos critérios mais objetivos para classificar imóveis alinhados às diretrizes do Plano Diretor, evitando-se abandono de edificações que afetam negativamente a paisagem urbana.

Atualmente, existem entraves burocráticos erráticos, que dependem da subjetividade dos servidores, até mesmo para reformas de fachadas.

3 comentários:

RESPINGOS disse...

primeiro precisa fazer os funcionários da prefeitura trabalharem a favor do povo, tem guia de ITBI para ser emitida a mais de mês

Luiz Vargas disse...

Se o pixuleco for bom elles se mexerão rapidinho, assim como fizeram para AUMENTAR O IPTU de Porto Alegre.

Anônimo disse...

meu Deus do céu, plano diretor é coisa de comunista, em qualquer país desenvolvido não existe esse porcaria