Artigo, Alon Feuerwerker - A lógica da ofensiva contra os sindicatos e por que ela enfrenta pouca resistência

A ilustração é escolha do editor.

A lógica da ofensiva contra os sindicatos e por que ela enfrenta pouca resistência
Na entradinha do Carnaval o governo editou medida provisória proibindo na prática descontar em folha qualquer taxa para sindicato. O mecanismo vinha sendo aprovado em assembleias após a reforma trabalhista acabar com o imposto sindical. Era uma forma de contornar a asfixia.

Margareth Thatcher e Ronald Reagan atuaram contra os sindicatos, com sucesso. Fernando Henrique Cardoso abriu seu governo quebrando a espinha dos petroleiros. Faz parte dos ciclos político-econômicos orientados a dar mais oxigênio ao capital, para relançar a economia.

Não é novidade que o atual período político se inspira no de 1964. Mas aquele regime nunca precisou - ou vai saber nem quis - eliminar o sindicalismo. 

CLIQUE AQUI para ler mais.

10 comentários:

Anônimo disse...

No Brasil sindicatos são apenas mais um dentre os muitos sanguessugas do trabalhador. Já tentou procurar um deles para qqr coisa? Não estão equipados ( e nem querem) atender as necessidades do trabalhador.

Anônimo disse...

E todos os Presidentes e Diretores dos Sindicatos ficaram milionários. E o trabalhador desempregado, mas cheios de direitos.

Anônimo disse...

No Brasil não há seriedade em nada. Nem quem puna a vigarice, por isso prospera.

Anônimo disse...

Sindicatos no Brasil para quê? Onde estão os Empregos?

Anônimo disse...

No Brasil os Sindicatos puniram os Empresários e o trabalhador ficou desempregado.

Anônimo disse...

Auditoria nas contabilidades de sindicatos seria matéria interessantíssima e do maior interesse aos próprios filiados.

Anônimo disse...

Na verdade o trabalhador foi refém por “ longos anos ” dos Sindicatos para que seus administradores obtessem muitos beneficios, não para o trabalhador, mas para si. Na visão dos Sindicatos os Empresários eram os inimigos dos trabalhadores e atualmente muitos desempregados buscam auxílio no Bolsa Família, não nos Sindicatos. Exemplo do que escrevi: Chevrolet de Gravataí. O custo Brasil é muito alto.

Anônimo disse...

SINDICALISMO é mais um braço pra manter as CORTES nesta monarquia travestida de república, onde BRASILEIROS CONTINUAM ESCRAVISANDO BRASILEIROS! BURROCARATAS a serviço DOS ESCRAVOCRATAS.

Manter as CASTAS é manter o PODER CENTRAL nas cortes. Espero ainda ver o QUEDA DA BASTILIA!

SINDICALISMO brasileiro é criação de um gaúcho amigão de MUSSOLINI e de ADOLFO HITLER!


Anônimo disse...

Escravisando com S...Bastilia com I...realmente a educação brasileira está péssima!

Anônimo disse...

Os sindicatos que corram atrás dos clientes com o boleto na não....